Eslovênia: a zebraça do Europeu masculino



A maior surpresa do Campeonato Europeu masculino já está sacramentada.

Nesta quarta-feira, na abertura das quartas de final, a Eslovênia eliminou a atual campeã mundial Polônia no tie-break, parciais de 25-17, 25-19, 23-25, 19-25 e 16-14, em partida disputada em Sofia, na Bulgária.

O oposto Gasparini e o ponta Urnaut, com 17 pontos, lideraram o time esloveno. Kurek e Kubiak, com 20 cada, foram os maiores pontuadores poloneses.

Agora, o time comandado pelo italiano Andrea Giani, representante da melhor Azzurra de todos os tempos na década de 90, espera pelo vencedor de Rússia e Itália, que acontece ainda hoje, para conhecer o adversário na semifinal.

Giani, ao centro, comemora classificação histórica da Eslovênia (Divulgação CEV)

Giani, ao centro, comemora classificação histórica da Eslovênia (Divulgação CEV)

O resultado deve colocar os eslovenos na briga pela vaga olímpica no Qualificatório Europeu, que contará com oito participantes (a Itália já está garantida pelo segundo lugar na Copa do Mundo). Antes do torneio continental, eles ocupavam a 11ª posição no ranking do continente, precisando chegar ao nono lugar para se meter na disputa. Eslováquia, Bélgica e Finlândia, as três  classificadas acima da Eslovênia, já ficaram pelo caminho.

Olhando o time titular usado por Giani no Europeu encontrei o jovem central Jan Kozamernik. Acompanhei-o em algumas partida do Mundial Juvenil no México, no mês passado. Dividia com o oposto Stern o status de termômetro do time esloveno (conhecido como Pica Pau por ter todos os jogadores com cabelo tingido de vermelho). Na fase final, os eslovenos ganharam um set do Brasil, mas acabaram perdendo por 3 a 1.

No outro jogo já encerrado hoje a França se garantiu ao vencer a Sérvia por 3 a 1. O jogo marcou o reencontro entre as duas seleções após a final da Liga Mundial, no Rio de Janeiro, que também terminou com triunfo de Ngapeth e Cia.



  • Rômulo

    Incrível a bagagem que Urnaut, Cebulj e Gasparini receberam na Itália nesses últimos anos. Gasparini sempre foi meio apagado no Verona, mas quase sempre dá conta da responsabilidade na seleção. Urnaut e Cebulj agora em times maiores (Trentino e Treia) só tendem a crescer mais ainda. Mencionaria Pajenk também pelos anos no Jastrzebski Wegiel, mas ainda não acho ele um central muito decisivo. O time fez amistosos muito bons antes desse torneio contra Brasil, França, Sérvia e Alemanha, e desde estes jogos já dava pra ver um crescimento nítido se comparado ao ano passado, quando estavam começando a aparecer de verdade no cenário europeu. Pra uma seleção que nem chegou à final da Liga Européia do ano passado (onde era favorita sobre Grécia e Montenegro) agora chegar às semifinais do Europeu sobre a Polônia, foi um baita crescimento sob o Giani.

  • silas antares

    Que maravilha!! olha a força do vôlei europeu. A briga por lá é cruel. A Eslovênia realmente surpreende, pois os poloneses vinham embalados. Mas a concorrência por lá é enorme. Então, Acontece disso mesmo.

  • Felipe Piol

    Sacou e defendeu muito, se não me engano a Eslovênia vai disputar o grupo 3 da liga mundial.

  • Klaus

    Fato.Polônia precisa abrir ainda mais os cofres à FIVB se quiser vencer algo.Sem a ajuda dela pra burlar regulamentos, fica difícil.Isso é bom pra baixar a bola do Antiga e do insuportável do Kubiak.

  • Marcio T.

    Eslovênia jogou muito, Giane o maior jogador italiano de todos os tempos, começando com um excelente resultado. Acho difícil a zebra constinuar em frente, vejo a Itália com o melhor volei no momento, Juan Torena deu equilíbrio para a Itália. Acho que sra muito difícil para o Brasil disputar um medalha em 2016.

  • Pricila

    No vôlei masculino agora é assim bombeou dançou, não existe mais time bobo aquele que time que relaxar durante o jogo vai dançar.

  • MVP do blog

    Achei esse resultado ótimo.
    Polonia está pra mim, assim como no feminino está os EUA. Torço mto pelo fracasso destas seleções.

  • A lI

    O fato é que o PRÉ-OLÍMPICO EUROPEU está “totalmente imprevisível”, a ITÁLIA fez muito bem de garantir logo a sua vaga na COPA DO MUNDO, mas a RÚSSIA, atual CAMPEÃ OLÍMPICA, corre sério risco de ficar de fora dos Jogos Rio 2016.

    A ESLOVÊNIA foi CAMPEÃ da LIGA EUROPEIA 2015 que é classificatória para a LIGA MUNDIAL 2016.

    É uma vaga só e RÚSSIA, POLÔNIA, FRANÇA, BULGÁRIA, SÉRVIA, ALEMANHA e agora também a ESLOVÊNIA vão brigar pau-a-pau por essa vaga dificílima! Vale lembrar que o segundo e o terceiro colocados dessa galera disputarão a repescagem mundial.

  • Stefan Obermark

    E a derrota da Rússia por 3a0 pra Itália!?!? Quem diria???
    A Rússia parece que desaprendeu..

  • Paulo Souza

    O timeco da Polônia só ganha em casa, e isso se tiver a ajuda do Ari Semgraça e do Blogueiro inimigo nº 1 do volei brasileiro (palavras do Bernardinho quanto ao segundo)

  • Paulo Souza

    O Blogueiro inimigo n° 01 do volei brasileiro (palavras do Bernardinho, não são minhas) passou tanto tempo nutrindo ódio pelo grande técnico que não consegue enxergar o jogo VOLEIBOL de forma mais técnica e não está atualizado sobre equipes que estão em crescimento, haja vista a quantidade de mancadas que o mesmo comete. Em postagem do dia 11/09/15, intitulada “Excursão proveitosa, saldo positivo e parâmetro zero”, ele desdenha dos jogos que o Brasil fez com Canadá e Eslovênia, escrevendo: “O que deve ser levado em conta são os 4 jogos contra os Estados Unidos e mais os dois diante da França. Saldo de 4 vitórias e duas derrotas. O resto não conta.” É, o resto não deve contar mesmo, a Eslovênia, que eliminou a Polônia, que acaba de vencer a Itália na semifinal e disputará a final do Europeu domingo. kkkkkkkkkkk Certo estava o Bernardinho, que aproveitou para fazer amistosos com esse time, sabe se lá que a Eslovênia resolve aprontar das suas e se classifica para o Rio 2016.

  • Paulo Souza

    O cenário europeu está se desenhando para que alguma zebra aconteça no pré-olímpico europeu e na relação dos times que ainda disputarão o pré-olímpico mundial em 2016. Não tem vaga para todo mundo: Russia, Polônia, Bulgária, Sérvia, Eslovênia, Alemanha, França,

  • Paulo Souza

    Daniel, seu blog continua muito bom.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo