Empolgante reta final do Paulista



Esvaziados pelas competições internacionais de Seleções, os Estaduais começaram a esquentar na reta final.

No Paulista feminino, a volta das selecionáveis deu o impulso que faltava para a competição ficar interessante.

Nesta terça, o jogo entre Sollys/Nestlé e Sesi foi um bom exemplo. No time de Osasco, voltaram Thaisa, Adenízia e Camila Brait como titulares. Fabíola e Tandara entraram no decorrer do jogo. Outra que voltou foi Jaqueline, após a lesão sofrida no Pan-Americano de Guadalajara. E a ponta, ao marcar 23 pontos, foi decisiva para o triunfo no tie-break, parciais de 25-15, 20-25, 25-22, 25-27 e 15-9.

Pelo Sesi, Dani Lins e Sassá também marcaram presença. A oposto Elisangela foi um dos destaques do time.  Não vi todo o jogo pela TV, então não vai dar tantos pitacos.

Vi por completo o jogo masculino entre Sesi e Vôlei Futuro. E fiquei impressionado com a atuação do time de Giovane Gavio mesmo sem Murilo, Escadinha, Rodrigão, Sidão… A categórica vitória por 3 a 0, em Araçatuba, quebrando a invencibilidade do time do levantador Ricardinho, mostra a força do elenco do Sesi. Taticamente, o atual campeão da Superliga foi quase perfeito.

Individualmente, os pontas Léo Mineiro e Diogo foram muito consistentes no passe e no ataque. O oposto Wallace decidiu em momentos-chave e o levantador Sandro teve uma atuação de selecionável.

Já pelo Vôlei Futuro, a linha de passe deixou muito a desejar. Ricardinho não pôde acelerar o jogo em alguns momentos, principalmente pelo meio. Assim, as únicas opções ofensivas eram as bolas de segurança com Lorena e Camejo.

O jogo de sexta, em São Paulo, é imperdível.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo