Em terras mexicanas



33 horas, quatro aeroportos, três aviões, 200km de ônibus cruzando o deserto num cenário de cinema… E a maratona até Mexicali terminou. Já até vi Chapolim, ou Chispirito, na TV local, como processo de “aclimatação”.

Amanhã começará aqui a aventura brasileira no Mundial masculino juvenil, ou sub-21, como preferirem. A estreia brasileira será contra Cuba, com boa parte do time caribenho tendo jogado competições adultas. A expectativa é de equilíbrio.

Aqui são quatro horas a menos em relação ao horário de Brasília. Então não esperem posts logo cedo aí.

Hora de fazer o credenciamento e comprar uma adaptador de tomada. Depois voltarei com as primeiras matérias.

 



  • Michel Pereira

    Boa estada no México, Daniel. Finalmente surgiu um convite pra ti; profissional mais que gabaritado pra fazer qualquer cobertura do vôlei. Aguardando notícias dos resultados da Seleção Masculina.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo