Em nova guerra de notas oficiais, mais lenha na fogueira da semifinal



Vôlei Futuro e Sada/Cruzeiro não param de se alfinetar antes da decisão do segundo finalista da Superliga Masculina.

Nesta quinta-feira, o time de Araçatuba foi o primeiro a se manifestar, reclamando da decisão do STJD que condenou os mineiros ao pagamento de multa de R$ 50 mil pela reação homofóbica contra o meio de rede Michael, no primeiro duelo da semi, em Contagem (MG).

Veja o trecho final da nota do Vôlei Futuro:

Da multa variável de R$ 100,00 a R$ 1000.000,00 o STJD decide pela aplicação de R$ 50.000,00 ao clube Sada Cruzeiro cabendo recurso para redução ou até mesmo absolvição. Quem foi punido? Os ofensores?  Os torcedores? Os que praticaram os atos discriminatórios? A equipe que se beneficiou da desestabilização do jogador do Vôlei Futuro? Enfim, alguém que fosse sofrer em função do envolvimento do mesmo com aquela equipe? Não, o único sofrimento e punição proporcionada por essa decisão é no setor financeiro, na frieza dos números de um caixa. Com essa decisão quem sofre mesmo é o Vôlei Futuro e seus atletas que terão que voltar naquele mesmo lugar, com aquelas mesmas pessoas, com a organização exercida pelo mesmo clube, tudo dentro do mesmo quadro de constrangimento e pressão com uma única diferença agora: a legitimidade de todo esse cenário. Agora senhores preparem suas pencas de banana, ensaiem seus gritos de “macaco”, “preto”, “manco” e “bicha” e tantos outros, afinal agora é uma questão de custo x benefício, se isso serve para desestabilizar o outro time e ganhar o jogo através dessas estratégias, R$ 50.000,00 é uma pechincha para chegar a uma final. É isso mesmo, agora tem preço, paguem e discriminem, paguem e atinjam os seus objetivos, é apenas uma questão de dinheiro. O STJD teve a oportunidade de impedir a realização da partida do dia 15 de abril em Contagem (MG) e não o fez. A responsabilidade de tudo que acontecer, antes, durante e depois da partida será de responsabilidade deles, já que foram eles que legitimaram a partida neste local.

Horas depois, o Sada/Cruzeiro respondeu ao rival.

O clube lamenta o tom e o conteúdo da nota divulgada pelo Vôlei Futuro, que não contribui em nada para o terceiro jogo das semifinais. A tese defendida nos últimos dias pela diretoria do time paulista é oportunista, com a nítida intenção de tentar ganhar a disputa no ‘tapetão’, circunstância que ofenderia o esporte. Em cinco anos disputando a Superliga, é a primeira vez que o Sada Cruzeiro é julgado pelo STJD, e mesmo assim por atos da torcida, levada ao entusiasmo em um jogo de alto nível técnico. As reclamações da direção do Vôlei Futuro sobre a decisão do STJD, disparando contra a instituição e alguns órgãos de imprensa que tentam ampliar as discussões sobre o ocorrido, mostram que o real interesse dos dirigentes paulistas era evitar que o terceiro jogo fosse realizado em Contagem ou fazer com que o Sada Cruzeiro perdesse os pontos. A discussão precisa ser analisada com foco mais amplo. Queremos uma torcida amordaçada? Que o seja, mas em todas as quadras e estádios do país, não apenas com o Sada Cruzeiro. Perderá o esporte, perderão todos (…) O clima de animosidade partiu dos dirigentes do Vôlei Futuro, que distorceram e amplificaram os atos de parte da torcida, que pretendia desestabilizar o adversário, atitude que em maior ou menor grau acontece em vários ginásios de todo o país.

Para mim, essa história cansou e passou dos limites.



  • magno

    “Para mim, essa história cansou e passou dos limites”.(2)

  • gabriel

    o ser humano chegou ao ponto em que,oque importa e ter razao e vençer a briga ,e nao manter a paz e a convivencia em sociedade civilizada…..

  • pereira

    Nessa república das bananas podemos criticar o o prefeito, os deputados, os senadores, o presidente, o papa, a polícia. Podemos criticar até Deus (E há quem faça isso), mas não se pode criticar um gay. Que palhaçada é essa? Querem nos amordaçar? É a ditadura gay tentando se implantar no Brasil? Toda violência contra qualquer pessoa tem que ser punida pelos meios legais, mas impedir as pessoas de exercer sua opinião é inconstitucional e preconceituoso. Tudo agora é homofobia. Até olhar atravessado para uma cena de atentado ao pudor entre dois homossexuais é homofobia? Respeitem nosso direito de não gostar de coisas que ofendem nossa moral e bons costumes. Se querem se esfregar, que sejam mais discretos, pelo menos. O michel queria que a torcida gritasse o que? Isso faz parte do comportamento de toda torcida: Zoar o adversário.

  • Luiz Fernando

    Uma coisa é desestabilizar o adversário, outra é o crime de homofobia….

    • Francisco de Assis de Sousa Carvalho

      Não sou homofóbico. Eu não gosto de ver gays se esfregando em minha frente. Caso eu me esfregasse na frente de famílias com minha esposa da forma como vejo alguns em minha cidade, seria advertido. Não tenho – fobia =medo, horror. Se um juiz rouba e é chamado de ladrao ninguém prende a torcida. Se um jogador errar um pênalti e é vaiado, ou se mandam o Galvão ‘calar a boca’, ou ainda chamam qualquer treinador de “burro” o mundo não cai. Quem não tem estrutura psicológica para suportar a zoação em estádios e ginásios, não pode fazer parte do esporte. Detalhe: não existe um crime descrito no código penal com o nome de Homofobia. Isso é pretensão de heterofóbicos e de mídias que além da correta cobertura dos fatos sensacionalizam a perder de vista. Michael, o jogador, é muito bom. O Richarlison é muito bom. Jorge Fernando, Ana Carolina, Miguel Falabela, Aguinaldo Silva, são todos fenomenais em suas áreas. Retornando no tempo, temos Alexandre – o Grande, Cleópatra, e tantos mais. Gay, negro(que nem eu – que sou Doutorando em Economia em outro país), judeu, mulher, vençamos pela competência, sem a bengala de estúpidos preconceituosos que não conseguem conviver com a resistência e negativa dos demais.

      Francisco de Assis de Sousa Carvalho

      • Thiago Lima

        Acredito que se a torcida chama-lo de Gay, ou de Homosexula nao tera punicao. A torcida do cruzeiro errou ao chama-lo de forma errada. Como ele mesmo disse ele é gay e nao esconde de ninguem.

        Essa jogada do vloei futuro, realmente e digna de querer brigar no tapetao

  • flavio do valle

    este assunto ja rendeu demais mesmo, colocaram lenha na fogueira de novo. gostaria de ver se os paulista tem a coragem de ir para contagem todos uniformizados com simbolos gls como foi o jogo em sampa, porque ai sim a torcida vai ter o direito de chama-los todos de bicha. pois afinal o que que ele.

  • Parabéns pelo blog!

    Sarah
    http://www.essenciadesign.com.br

  • Tricolor

    Caro Daniel,

    sou um amante de esportes em geral e assisto, sempre que posso, até partidas de bolinha de gude. Enfim, neste caso, acho que o Volei Futuro tem toda razão, se colocarmos os casos parecidos acontecidos no futebol, teríamos a perda do mando de campo, mas neste caso, me parece que existe algo a mais ocorrendo.

    Todos os dias, quando alguém na europa chama um jogador brasileiro de “macaco” (algo acontecido há poucos dias com o Neymar), todos caem matando. Pq no caso de homofobia é diferente? O cara vai precisar tomar umas porradas na Paulista pra alguém tomar alguma atitude? E todos os homosexuais que torcem para o Cruzeiro, como será que eles se sentiram?

    Na minha visão, mais uma vez o STJD deixou de cumprir um papel importante na história do esporte brasileiro.

    • Mario

      Já imaginou se todo árbitro de futebol se sentisse ofendido quando chingam sua mãe?
      Não haveria mais partida de futebol e de outros esportes.
      Isso é uma grande palhaçada.
      O Romário cansou de ser chamado de bandido por torcidas adversárias e respondia fazendo gols e calando estes torcedores.
      A verdade é que tudo que se refere a homossexuais toma uma proporção absurda

  • Simone Gomes

    Sou de Araçatuba, e torcedora do VF mas sinceramente tenho que concordar com o Daniel que essa história já cansou e até passou dos limites.
    Pra que tudo isso? Não precisa disso…
    Vamos nos concentrar no jogo de hoje e que vença o que jogar melhor.
    Vamos torcer dentro do limite a assistir a um belo espetáculo.
    Esse assunto já deu tudo que tinha que dar.

  • Insesatez, o minímo a declarar diante da imposição da REDE GLOBO DE TELEVISÃO ao requerer a data da finalissima da super liga em 30 de abril de 2011.
    A ditadora emissora, está sempre colocando em primeiro lugar seus contratos comerciais do que os valores éticos, morais e sociais que esporte contribui para todos nós brasileiros. Estamos solidariários diante da trajédia que houve com a delegação feminina do Volei Futuro, rezando, orando por melhoras da libero Stacy, que Deus possa abençoar, ilimunar o pessoa de Araçatuba-SP com certeza na nova capital do volei boll brasileiro diante de toda a sua estrutura do belo trabalho social desenvolvido naquela cidade do interior de São Paulo-SP, motivo este de exemplo e de orgulho. Quanto a emissora carioca, vaias, repudio total pela atitude insana

  • Mais uma vez, dirigentes obscuros e desconhecidos vêm a público para ganhar mais um campeonato ‘no grito’. Não foi a primeira, nem será a última vez que isso acontece, o que demonstra total incompetência do Vôlei Futuro conseguir ser um time competitivo em condições normais. Outro dia, a equipe estava caindo pelas tabelas, com os nervos à flor da pele e agora demonstra ser uma postulante ao título. O circo está armado, mas todo mundo sabe que as máscaras irão cair.

    • Freddy

      Concordo com o Maurício. É muito para a imprensa paulista e carioca ter que engolir o Cruzeiro, fazendo bonito dentro do campo, dentro da quadra e nas corridas de maratona. E mais ainda ter a possibilidade de uma final mineira, onde o maior campeão do Brasil Minas Tênis Clube enfrentaria o novato Sada/Cruzeiro. São muitos milhões em jogo para que eles não polemizem e tentem levar até a última instância isso.
      E se hoje a torcida do Cruzeiro/Sada resolver gritar “Machão” Machão” para o Michael? Qual será a alegação no fim do jogo? Pois se não se pode ser sincero e direto ao menos sejamos irônicos com essa baboseira toda!
      Boa sorte Cruzeiro/Sada, atropele e traga para Minas a final! Boa sorte Minas Tênis, nosso orgulho no voley.
      Quanto ao resto da imprensa paulista e carioca, eu só tenho a lamentar que mais uma vez voces colocam os $$$$$ na frente de tudo.

      • Daniel Bortoletto

        Não sei se teve indireta para mim, mas trabalhei quatro anos (2004 a 2008) em BH e conheço muito bem a força, tradição e trabalho bem feito do esporte mineiro

        • Freddy

          De forma alguma Bortoleto, mas se a carapuça serviu está bem colocada. Pois o seu papel seria o de contornar a situaçao e colocar panos quentes em algo que não levará a nada. Mas se você prefere polemizar, tudo bem é o seu direito assim como o de toda a imprensa prostituta desse país, que elege corruptos, torna anonimos heróis em BBBs, e proclama campeões quem eles querem e não quem de fato é o melhor.
          Quanto a você trabalhar em BH por quatro anos, aposto que foi muito bem tratado pelos mineiros, e o que viu aqui foi profissionalismo de primeira e não Lobby para esse ou aquele time.
          Assunto encerrado da minha parte.

          • Daniel Bortoletto

            Não generalize as coisas assim, Freddy. Colocar todo mundo no mesmo saco e eleger a imprensa como um todo como culpada por vários problemas é no mínimo injusto. Aqui, neste blog, ao menos, você não vai presenciar esse tipo de coisa. Um abraço

      • Marco Polo

        Eu queria realmente estar lá.. eu iria gritar Machão.. Machão.. Machão..

        • Freddy

          Vamos lançar essa idéia! Chamem o Michael de Machão kkkkkkkk

  • cristiano

    Atos discriminatorios o jogador do volei futuro recebe todos os dias em todos os lugares frequentados por ele, todas as pessoas que fazem essa escolha de ter sua opção sexual diferenciada passam por isso. infelizmente é do homen julgar uns aos outros em todas as nossas opções e opiniões. o ser humano é na sua grande maioria preconceituoso e isso é um fato. Acho que o grande problema foi a mistura de volei e futebol, a torcida do CRUZEIRO é sem duvida uma das maiores do país e uma das mais apaixonadas do mundo e torcedor de futebol tem o perfil diferente do torcedor de volei. Agora a paulistada queria o que? justificar alguma coisa? Se fosse assim o richarlysson naõ jogaria em lugar nenhum. A diretoria do volei futuro foi infeliz e medrosa e a imprensa bairrista tambem. hoje não vai ser diferente, pressão do começo ao fim do jogo. que vença o melhor. E que ninguem justifique uma derrota por motivos extra quadra. Saudações CRUZEIRENSE!

  • Vladibrasil

    Penso que o jogo poderia ser na quadra do Sada Cruzeiro, porém sem torcedores. Caso deixem torcedores entrarem, policiais de prontidão deveriam tirar as pessoas do local imediatamente após qualquer manifestação do tipo. Caso aconteça por várias vezes, cancelem o jogo e transfiram para um local de mais respeito às pessoas que estão na quadra e que estarão assistindo pela TV. Se o Sada/Cruzeiro não consegue instruir seus torcedores a serem cidadãos de bem, fechem para balanço.

    • Rômulo Setúbal

      Amigo, esse é um pensamento totalmente arbitrário. Coibir qualquer tipo de manifestação “do tipo”, mas… “que tipo?”. E onde fica a liberdade de expressão e pensamento, dentro dos seus limites legais?

      E não é “função” do Cruzeiro “instruir” seus torcedores a serem cidadãos de bem. Por isso fosse, o Flamengo não teria torcida.

      Estão confundindo demais as coisas. Ou querem, como disse um colega nosso aqui, instituir a “ditadura gay”.

      Querem combater intolerância com intolerância…

  • Alejo

    Continuo achando a discussão completamente nonsense. Se não se pode gritar “bicha”, a regra tem que ser aplicada também no futebol, assim como em outros esportes. E então não haveria jogo em lugar algum. Na minha humilde opinião, o jogador se sentiu ofendido porque é realmente homossexual, porém não deveria ter se sentido assim, uma vez que os xingamentos não foram para humilhá-lo por sua condição, mas simplesmente para deixá-lo desestabilizado, o que conseguiram. Raul Plassman abordou bem o assunto ao expor o oportunismo da confusão. Ele Raul, que foi hostilizado da mesma maneira, aliás, de forma até pior, visto que por maior contingente. Murilo foi outro lúcido, lembrando que jogadores como ele e Giba, entre outros, já foram hostilizados, mas que isso é apenas tentativa de desestabilização. Fato é que o que definiu a suposta homofobia não foi a atitude da torcida em si, foi a condição do jogador. Bela maneira de requerer igualdade de direitos: diferenciando a sua pessoa das demais. Um é xingado de bicha e não é ofensa, o outro é xingado e aí é ofensa, aliás os gritos até ficam mais altos para os ouvidos de quem quer acreditar nisso.

  • Rogerio

    Freqüento estádios e ginásios a muito tempo, sempre foi hábito da torcida local tentar desestabilizar o adversário com xingamentos não entendo o motivo dessa polêmica e muito menos de qualquer punição, chamar o Leandro Vissoto ou o Ricardinho de Viado pode, já que eles são heterossexuais, mais chamar o Michael um Gay assumido de Viado é Homofobia? Simplesmente ridículo,esse país está cada vez mais se indignando com aquilo que não deveria ter a menor importância e se acostumando com verdadeiros absurdos que nunca deveriam aceitar, e tem mais não sou Homofóbico, não tenho nada contra os Gays, tenho contra aqueles que querem impor que ser Gay é normal, não é, é um desvio de conduta, o normal é homem com mulher e ponto final, quer ter outra opção, sem problema, é um direito de cada um, respeito, mas não quero um filha ou filho meu Gay e nem que eles achem isso normal, assim como não quero que sejam de outras chamadas “tribos” como Emos, Góticos, Punks, hippies, etc…

    • Fabianno Silva

      Concordo totalmente, ofensa seria se tivessem chamado um heterosexual de bicha. Chamar um bicha de bicha não é ofensa. Será que se tivessem chamado ele de macho ele também se sentiria ofendido.

  • ROSSI

    ESTOU REVOLTADO !!!!!

    REVOLTADO COM A falta de moral que impera ,o que vale hoje é a cultura do vale tudo,da promiscuidade, e assim vamos gerando mais gays, mais lesbicas, mais pedófilos, estes últimos , pelo andar da carroagem serão normalíssimos em alguns anos, nada demais!!!!

    ESTOU REVOLTADO mais ainda com A HIPOCRISIA QUE ESTÁ CONSAGRANDO APROVEITADORES DA causa gay. QUERO VER ESSES FORTUITOS DEFENSORES DO MICHEL QUANDO A FILHA DELES CHEGAR COM OUTRA GAROTA EM CASA, OU DESCOBRIREM QUE O GENRO QUERIDO É BISSEXUAL. QUAL SERÁ O CONSELHO PARA A FILHA!!? “MINHA FILHA , É NORMAL , LEGÍTIMO, ISSO NÃO MUDA NADA !! ” OU ” … SAI FORA FILHA … !” . NÃO SERÁ PRECONCEITO ENTRE QUATRO PAREDES !!??? MUITO MAIS AVASSALADOR , POIS ESSE SIM PODE MUDAR A VIDA DESTA PESSOA POR PARTIR DE PESSOAS DE QUEM GOSTA OU DESEJA CONVIVER !!?

    Sou brasileiro, vacinado , pai de uma filha e detestaria ser obrigado a dizer pra minha filha que homem gostar de homem é normal. NÃO É !!!! e tenho o direito de não gostar , não querer ver nem expor quem eu gosto a cenas que numa sociedade cristã nunca pode se considerar normal !!! Compreendo que muitas pessoas sofrem com este câncer social , SIM , PARA MIM O HOMOSSEXUALISMO É COMO A POBREZA, A PROSTITUIÇÃO , A CORRUPÇÃO, todos indesejáveis num mundo ideal , porém ,enquanto muitos homossexuais o são por pederastia, outros o são por problemas psicológicos e psiquiátricos ou hormonais, que os conduzem a um não reconhecimento de seu gênero real. Esta balela que homossexualismo não é doença é só uma forma dos governos se livrarem de gastar milhões no auxílio a essas pessoas, muitas de um coração sem igual e que gostariam mesmo de viver uma vida NORMAL, SIM (continua)

  • CÉSAR

    Eu gostaria, como cruzeirense, que o Zezé Perrella, retira-se o Cruzeiro do volei. Nós já temos que lutar contra oportunistas no futebol e agora no volei. É melhor largar p’rá lá tudo isto e ficar só com o futebol que é nossa prioridade.

  • ROSSI

    Portanto, não há preconceito em se dar nome aos bois.

    A não ser que algum gênio da ciência descubra que o GAY é a evolução da espécie e que dentro de alguns milênios os gays nascerão com ovários e serão capazes de reprodução e que a mulher se tornará uma subespécie em extinção !!!

    FORA ISSO , a humanidade será sempre prevalentemente heterossexual, onde o relacionamento entre macho e fêmea é o normal, não a excessão!!

    Sodoma, Gomorra, Grécia são exemplos onde as excessões se exacerbaram!!! Não quero que o brasil se torne uma sociedade assim!!

    Se os pais e mães deste país querem dar a seus filhos e netos um país de tolerância á diversidade, faço côro e me junto a eles, mas se querem construir uma sociedade onde a luxúria e o desvio são mais dignos e onde a manifestação de descontentamento a este modismo incentivado é policiado , então gostaria de um outro lugar pra viver!!

    Hoje não há mais ingressos para o jogo , mas se estivesse lá , todas as vezes que este jogador tocasse na bola eu gritaria : MACHÃO, MACHÃO , MACHÃO !!!

    P.S Será que eu vou ser multado!! ou vou sofrer a lei da mordaça !!?

    leiam meu post ” QUEM NÃO FOR DA CAUSA GAY QUE SE SALVE !!! “

  • Pedro Carbone

    TA VENDO SÓ, QUANTOS PROBLEMAS ESTE VIADINHO ARRUMOU!!! QUEM TINHA QUE PAGAR ESTA MULTA ERA ELE,ESSA BICHINHA LOUCA!!!!

  • Galo Doido

    Esta briga da “torcida’ do cruzeiro com o Michel é briga de colegas.

    • CÉSAR

      Atleticano tem alguma moral para falar isto? A verdade é que esta gozação com o cruzeirense é irreal, foi uma palhaçada por causa de uma camisa AMARELA que o Raul usava, já com o Atlético, a pecha de homossexualidade é REAL, e comprovada por fatos.

  • Bruno da Hora

    Cara eu vejo isso como coisa de jogo, o cara nem era assumido gay… E pelo que eu sei no futebol, torcida chama jogador de viado e ninguem nunca se importou com isso… Igual ao richarlison, quando a torcida do santos chamou ele de viado dentro da vila belmiro, ele nao saiu por ai falando que era homofobia, ate pq ele se diz homem…
    Quantas vezes a torcida do outro time ja nao gritou: – Romario, viado!!!
    Isto é uma baita babaquice e oportunismo do volei futuro…

  • Antônio

    Boa tarde,
    Acho que a nota emitida pelo Volei futuro foi lamentável. Sou mineiro, não concordo com o que aconteceu aqui no ginásio, mas um erro não justifica o outro.
    Se a diretoria do volei futuro não concordou com a punição, que externasse isso de forma clara, e não colocando mais lenha na fogueira. “Macacos”, “mancos”; esses termos soaram de forma muito desagradável.
    Acho que as palavras de amor, solidariedade e tolerância seriam melhor absorvidas.
    Esse assunto já cansou, vamos para ogrande jogo, que é o que interessa.
    Como sempre a torcida mais apaixonada do mundo vai dar um espetáculo, pois Minas é sinônimo de volei.

  • Antônio

    O que interessa é o jogo!!!!!!!!
    Chega desse assunto!!!!

  • Elieser silva

    Tudo isso é uma grande bobagem! Torcida é algo que foge ao controle. Juízes são xingados, jogadores são xingados e clubes são xingados. Achei, inclusive, a multa excessiva..

  • Everton Falcao

    Só os GLBTS…não podem ser ofendidos numa partida de semi-final? No mundo todo acontece o clima de “animosidade” da torcida local buscando desestabilizar o rival, seja ela/ela quem for e portanto, consequentemente sua opção sexual. O que não pode é o cidadão seja ele jogador ou não ser agredido (com ofensas ou não) fora da disputa. Na disputa a torcida faz a parte dela, se não está preparado para a pressão não entra em quadra. Não pode num jogo é jogar banana, imitar macaco, jogar calcinha etc…isso sim seria homofóbico, racista, etc…

    Chega com isso e vamos para o jogo.

  • Leonardo Silveira

    O volêi futuro fez foi uma jogada junto com a mídia para tentar tirar o Cruzeiro “da parada”.Afinal eles não são bons suficiente para derrotar o Cruzeiro então precisam de forças externas para ajudar.
    Aposto que se fosse ao contrario, um jogador do Cruzeiro fosse a “vítima”, a imprensa iria apenas falar,”Isso é normal,sempre acontece”.
    O que não entendo,porque ninguém pode ser melhor que paulistas e cariocas?
    Sempre dão um jeitinho de ajudar!
    Mas é no jogo que se mostra quem é melhor.CRUZEIRO para sempre.Vamos acabar com essa palhaçada!

  • Marco Polo

    Após ler essa carta do Vôlei Futura é notável ver o nível de falta de profissionalismo deles.
    Se esse negócio pegar de punir por chamar de “bicha”, todo jogo de futebol, vôlei, basquete e outros esportes vão ser jogos sem público, pois eu nunca fui em um jogo de qualquer um desses esportes que a torcida não chamou um jogador de bicha ou ofensas piores…
    Eu não sou a favor do homossexualismo, mas respeito a decisão de cada um. Isso não significa que eu seja preconceituoso. Da mesma forma que eu não sou a favor de algumas religiões ou de partidos políticos. Mas é diferente se eu dissesse que eu era contra negros, brancos ou outra raça. Sua raça é o que você é.. sua opção sexual, religiosa ou política é o que você escolhe…
    Preconceito não é legal mesmo.. mas é cultura no esporte a tentativa de desestabilizar o adversário pelo que você escolhe da vida.. fazer o que? punir todos os times do país ou ignorar como os juízes de qualquer esporte fazem quando até sua quinta geração da família é insultada?
    Sempre acompanhei partidas de futebol e basquete e nunca vi preconceito algum em relação a raça.

  • Jefferson

    Só tenho a dizer que tudo isso é LAMENTAVEL

  • Galo Doido

    maria xingando maria! kkkkkkkkkkkkkk Não entendi nada…

    • CÉSAR

      Em que momento, neste caso do volei algum cruzeirense xingou algum atleticano? Se isto acontecesse esta sua palavra teria sentido. Aí seria MACHO xingando mariazinha rosa-bebê. Ô Franga Doida, sai do armário e para de jogar p’rá galera menina.

      • Galo Doido

        Ai que meda!!! Torcida de MACHO, machucado… kkkkkkkkkkkkkk Vai Maria, vai nessa. Como diz o Kalil, o freguês sempre tem razão. Torcida grande, consegue encher um ginasio, que meda das Marias loucas!

  • ROBERTO FÁBERO

    SE QUISERMOS DESETABILIZAR O MICHEL É SÓ CHAMÁ-LO DE MACHÃO. E AÍ, É HOMOFOBIA? A TORCIDA DO FUTEBOL CHEGOU PARA FICAR NOS OUTROS ESPORTES, TRAZENDO CONSIGO SUA CULTURA, E PONTO. O VERDADEIRO CANCER DO ESPORTE NO BRASIL SE CHAMA REDE GLOBO E VAI SER DIFÍCIL, NÃO EXTIRPÁ-LO, MAS CURÁ-LO.

  • GABIRU

    SÓ PORQUE O RICHARLYSON VEIO PRA BH E TÁ JOGANDO NO TIME DE ROS, DAS FRANGAS, O MICHAEL ACHA QUE PODE VIR AQUI EM MINAS E SOLTAR A FRANGA. CONTRATA ELE KALIU.

  • cristiano

    galo doido!!! nem nome vc tem? vc ta entrando em assunto do maior de minas pq vc é um frustrado que não viu seu time ganhar nada! seu timinho treina de rosa(camisola)! a maior contratação é a cara das franguinhas rosadas de vespasiano! vai preoculpar com seu time mediocre(monotitulo)! chacota nacional!!!!!

  • sandro

    que coisa chata é isso td hora o mermo bla,bla,bla…….o cara bicha ou não é então tá c/ medo de q seu boiola eu não quero mais sabe de assistir voleyboll ficou muito s/ graça c/ essa bichona!!!!!!

  • No texto a diretoria diz que nada ocorreu que ja nao tivesse acontecido em maior ou menor grau em outros jogos da Superliga .Ao falar sobre Michael a nota diz que as alegacoes do jogador sao totalmente genuinas e ele merece respeito .O Volei Futuro rebateu o comunicado no mesmo dia e respondeu as acusacoes feitas pelo Sada Cruzeiro.

MaisRecentes

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube e Sesc abrem vantagem



Continue Lendo