E quase deu São Bernardo. Banco salvou o Sesi



O São Bernardo, sétimo colocado na fase de classificação da Superliga masculina, poderia ter protagonizado, neste domingo, a única zebra da primeira rodada dos playoffs.

Jogando fora de casa contra o poderoso e milionário Sesi, o time do ABC teve chances para fechar a partida em 3 a 0. Faltou manter o ritmo no fim do segundo set, quando já tinha 1 a 0 e vencia até o 18º ponto (na terceira parcial, fez 21 a 12). Mas faltou acreditar? Talvez. Faltou capricho do levantador Rodrigo no 2º set. No tie-break, faltou Leozão, grande nome da partida até então, que sentiu cãimbras e precisou deixar o jogo. Os tais detalhes em um confronto decisivo.

Pelo lado do Sesi, sobraram opções no banco para mudar o rumo do jogo. Thiaguinho foi importante para a virada no segundo set. Rogério e Mão entraram bem no quarto. O central marcou quatro pontos (dos sete) em bloqueio. O ponta anotou dez, sete deles no ataque.

E assim Lucão e Murilo, titulares não apenas no Sesi, mas também na Seleção Brasileira, viram do banco de reservas a virada. E com números impressionantes, que sinceramente raras vezes vi na vida. O central fez um ponto, de bloqueio, no primeiro set. E mais nada. Já o ponta, que vem da delicada cirurgia no ombro, zerou.

Para azar do São Bernardo (Peu merece aplausos pelo trabalho feito), dúvido que eles façam outra partida deste nível. E, assim, o Sesi, aliviado, deve confirmar sua vaga na semifinal.



MaisRecentes

Fernanda Tomé é novidade em nova lista para o Mundial



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma estrangeira na próxima Superliga



Continue Lendo

Simon veste camisa do Civitanova. Vem novela judicial aí!



Continue Lendo