É oficial: Final na Arena HSBC



Está confirmada a decisão da Superliga feminina, no dia 26 de abril, na Arena HSBC, que será tratada oficialmente como Arena da Barra pelos motivos que já expliquei no blog ontem (http://blogs.lancenet.com.br/volei/2015/04/14/impasse-antes-do-anuncio-do-palco-da-final-feminina/).

Com a oficialização,a CBV vai anunciar, em breve, os detalhes da venda de ingresso, assunto que mais tenho recebido perguntas nos últimos dias.



  • Jorge

    Caramba!!! Até que enfim!!! Galera acordando bem cedo pra poder chegar à Arena, afinal aquela área sempre engarrafa!!!

    • Luis

      Eu vou de BRT para evitar esse trânsito aí kkk (o BRT passa ali, não passa??)

  • Billy

    Muito demorada para acontecer essa final feminina(até a THAÍSA já andou reclamando dias atrás desse intervalo tão grande entre o término da semifinal para a final) Mudando de assunto acabei de ler em um outro blog uma declaração do ZRG dizendo que ele se segura para não chorar quando se é executado o nosso hino nacional QUERENDO nos fazer crer(acredite quem quiser)que ele é muuuuuuiiiiiito patriota.Esse ZRG mudou mudou muito(PRÁ PIOR) desde o início da sua carreiro pra cá(o sucesso lhe subiu à cabeça e no quesito HUMILDADE a sua nota é ZERO…na minha opinião(concordem ou não…não estou nem aí com opiniões contrárias-se tiverem).

  • JOSE HERBERT DE ARAUJO

    Concordo com vc. Há tempos esse ZRG e bem falsinho. É tão patriota que amarelou no amil que não venceu nenhum torneio e abandonou o cargo sabendo que com isso o projeto iria por agua a baixo e deixaria muita gente desempregada. Olha o patriotismo dele aí. Ele queria era boa vida, ficar sem fazer nada.

  • JOSE HERBERT DE ARAUJO

    E tem mais sobre o ZRG, ele é daqueles caladinho, diferente de Bernardinho que é mais explosivo, mas pelo menos Bernardinho nunca chamou atleta nenhum, pelo menos ao vivo e a cores pela tv em rede aberta nacional, de burra. Lembram do caladinho do ZRG chamando a Claudinha de “burra” em plena rede globo, que deixou até os locutores e comentaristas constrangidos? Acho que nem aquele técnico da extinta União Soviética, o Karpol, nunca xingou suas jogadoras, se fez isso foi entre quatro paredes.

    • Iuri

      Das duas uma: ou vc é mal informado ou cego. Bernardo ja chamou jogadora dele de burra varias vezes, inclusive ja chamou de filha da p***.
      Aff, sem paciencia pra esses baboes do Bernardo. Ta bom de ganhar um titulo de novo, pq viver de passado nao tem condicao.

      • Billy

        Sêm paciência porque Iuri!? Você não é obrigado a concordar…mas estamos numa democracia e temos pontos de vistas diferentes.Eu até gostava do ZRG há anos atrás quando ele era menos ARROGANTE(hoje ele tenta disfarçar mas não consegue mais)Não que eu desgoste dele,mas não tenho mais a mesma admiração.Quero só ver a cara de TACHO do ZRG no ano que vem se a nossa seleção feminina não chegar pelo menos às semifinais aqui dentro do nosso país(não estou jogando praga,mais isso pode acontecer sim pois há vários países emergentes e outros que já são realidade).Portanto BAIXE a sua bola antes de chamar os outros de BABÕES.Se eu ou outros somos babões do Bernardo você não têm nada com isso.(não escrevo coisas pesadas aqui dirigidas á você pois sei que a moderação não deixaria passar…mas bem que eu gostaria)

        • SPORTS IN THE WORLD

          Também não desgosto do ZRG caro Billy, mas você tem razão quando diz que ele está se tornando um sujeito arrogante. Vejo também que com o passar dos anos que ele é “sonso” e “em cima do muro”, definitivamente ele não se posiciona pelo vôlei, pelos atletas etc., só quando é algo que aperte o calo dele é que ele se manifesta. Do contrário, é um Múcio, personagem do Jô Soares que concordava com tudo. Veja os casos da Amil (acabou com a equipe e ele? Nada, ficou calado) e o caso de corrupção na CBV. Quais foram os posicionamentos do ZRG em ambos os casos? NENHUM!

          • JOSE HERBERT DE ARAUJO

            Disse bem. É sonso mesmo. De mansinho em mansinho tá pondo as garras de fora.

      • JOSE HERBERT DE ARAUJO

        KKKK. Cita um exemplo. Quando ele fala filha da p*** repara que ele fala no geral, quando pede um tempo e não está gostando nem um pouco, aí sim eu já vi ele chamando, mas chamar uma jogadora no canto e dizer em alto e bom som, por exemplo “sua filha da p***, isso nunca vi, se vc já viu e ouviu refresque nossas memórias oras.

    • LEO

      Bernardinho não chama ngm de burra! Só filha da p… o que é bem mais leve! Hum um. Bernardinho é o cara, mas no quesito ‘trato com as jogadoras’ na hora do jogo ele é um otário.

      • JOSE HERBERT DE ARAUJO

        KKKK. Cita um exemplo. LEO Quando o Bernardo fala filha da p*** repara que ele fala no geral, quando pede um tempo e não está gostando nem um pouco, aí sim eu já vi ele chamando, mas chamar uma jogadora no canto e dizer em alto e bom som, por exemplo “sua filha da p***, isso nunca vi, agora se vc meu caro LEO já viu e ouviu refresque nossas memórias oras.

        • LEO

          No geral? Não mesmo. Repare que EM TODOS OS JOGOS qdo a Regis erra uma bola ele a chama de filha da p***. Ele não precisa chamar no canto pq ela, eu, vc e toda a torcida do flamengo ouvimos. E mesmo que fosse no geral ainda seria pior, pq ele, assim, faria referência a todas as jogadoras.

          • Billy

            Concordo em partes LEO.A Regis é cria antiga da casa(e BOLA MURCHA também pois é passiva e aceita as coisas caladas…mas fazer o quê!? …é da natureza dela,coitada.Já se fosse uma jogadora mais estourada(daquelas que não leva desaforos prá casa,aí a história seria outra,concorda!?)Mas o Bernardinho(de certo modo) em partes é assim para ver se a jogadora acorda e tenta jogar melhor pro time.Quando ele dá bronca é pro bem geral do time(posso até estar errado,mas é a minha opinião)

          • jose herbert arujo

            Meu caro, mesmo assim é diferente. É no calor da partida, todos sabem que o Bernardinho é explosivo, poe pra fora mesmo a irritação de perder um saque, mas poderia ser com o masculino, no juvenil ou em qualquer outra partida. Entendeu?No caso do ZRG não. Premeditadamente ele chamou a jogadora, olhando nos olhos e a humilhou perante o Brasil inteiro. Sei que o Bernardinho xinga, grita, faz gestos, mas todos sabem que ele faz isso até quando o time tá ganhando, ou seja, todos sabem do temperamento dele. Já o ZRG não, é todo contido, sem explosão… por isso chocou mais, entendeu meu caro? Não tou dizendo que o Bernardo é um santo e coisa e tal, apenas ele é explicito. Enquanto o outro é encolhido e no momento mais inoportuno soltou aquela pérola, abusando do poder de ser o comandante do time deixando a pobre da Claudinha acuada.

          • LEO

            Não é pq é comum o Bernardo fazer isso que torna o seu caso diferente. Não defendo o Zé, pq ele errou feio com Claudinha, mas coloco as ofensas do Bernardo no mesmo patamar dessa do Zé. Ridícula, abusiva e desproporcional. Digo e reafirmo, Bernardo é o cara do vôlei, mas é um otário no trato com as jogadoras! Entendeu?

    • Billy

      Concordo com você JOSE HERBERT.Acho o Bernardinho muito melhor que o ZRG(embora ainda não tenha o Tri-olímpico,mas têm muito mais conquistas que o ZRG) Bernardinho é mais autêntico e perfeccionista.Tenho certeza que se fosse o Bernardinho no comando dessa atual safra de jogadoras da nossa seleção,seríamos quase imbatível como foi a temida seleção cubana da década de 90(a qual presenciei muito.Quanto ao Karpol(que também já o acompanhei muito,ele era muito bravo com as jogadoras nos tempos técnicos e se as xingava não dava prá entender nada do russo…língua dele) Era até engraçado a ¨BRAVEZA¨dele com as jogadoras.Ele ainda esta na ativa(karpol)dirigindo uma equipe(clube) russa feminina(não me lembro o nome agora).

      • JOSE HERBERT DE ARAUJO

        Pois é Billy mas não sei xe vc se lembra do saudoso Paulo Russo que comentava jogos de vôlei na band com Luciano do Vale. Ele entendia russo e sempre disse que o Karpol era bravo mas nunca xingava individualmente nenhuma atleta.

        • Billy

          Isso mesmo Jose Herbert.O temperamento do Bernardinho e do Karpol(ainda na ativa) são até meio parecidos no meu entender..Dentro da quadra exigentes ao extremo(e é assim mesmo que deve ser,senão os jogadores(com pretensão de serem estrelinhas…alguns até já se sentem assim,mas isso é outra história) vão se achar no direito de mandarem até no próprio técnico se achando superiores ou maiorais,quando na verdade não é bem assim que se deve ser.Mas fora do ambiente quadra os técnicos(Bernardinho e Karpol )são muito educados e solícitos com todos.A cobrança por resultados têm que existir sempre pros jogadores(as) não se acomodarem…Falando do Paulo Russo eu me lembro muito bem dele e do saudoso Luciano do Valle,ele era o único que traduzia(conseguia) os comentários dos técnicos russos para que os telespectadores da época(aqui no Brasil)pudessem entender.Abraços.

          • jose herbert arujo

            Com certeza. Falou bem.

    • Livia

      Você provavelmente nunca viu o Bernardo chamar alguém de burro porque ele só faz isso quando está de bom humor, como isso é raro, é mais comum vermos sobrar para a mãe dos atletas e ser de filho da **** para baixo.

      • JOSE HERBERT DE ARAUJO

        Querida, assim como pedi pro outro colega me citar um exemplo que o Bernardo chamou em algum jogo alguma jogadora no canto e a chamou de burra, filha de p*** ou qualquer outro palavrão, tbm peço a vc. Vc já viu ou ouviu um fato desse? Se sim, favor nos refrescar a memória, pois nunca vi. Quando ele fala filha da p*** perceba que ele fala no geral, pq não está gostando da situação. Agora xingar individualmente um atleta, olha eu nunca soube.

        • Jorge

          Ele já mandou a Jucy tomar no c… Ela errou um saque e ele a chamou, só q ela não atendeu, então ele a mandou para tal lugar. E não foi apenas uma vez…

          • Billy

            Ora Jorge são coisas do momento(no calor do jogo) e podem realmente acontecer.Estamos falando do ZRG e do Bernardinho,mas podem acontecer com qualquer outros técnicos.Não devemos crucificá-los,pois no fundo(minha opinião)todos querem o melhor pros seus times.Concorda!??

          • jose herbert arujo

            Mesmo assim é diferente Jorge, ele chama qualquer um se errar o saque, bloqueio, no masculino no juvenil, pois todos sabemos o quanto ele é explosivo, poe pra fora mesmo. Enquanto o outro é todo contido e no momento mais inoportuno, soltou aquela pérola, premeditadamente chamou a jogadora sabendo que tinha câmeras ligadas, e a humilhou. Por isso chocou mais, entendeu? alem de tudo ele nao teve controle. Já o Bernardo quem não sabe que faz gestos, grita até quando o time tá ganhando. são temperamentos diferentes que infelizmente ZRG não soube agir com destreza naquela ocasião, certo?mostrando o perigo daqueles quietinhos demais.

    • Jairo(RJ)

      Karpol, fora de quadra era um doce, mas nas quatro linhas era um monstrinho do tipo ganhar Olímpiada com tapa na cara de jogadora.

      • Billy

        Você também ainda se lembra disso Jairo? Que legal!!!.Karpol era(ainda é) uma figura.Lenda viva do vôlei russo e muito respeitado por tudo que ele representou para o vôlei russo(antiga União Soviética).

  • Junior Lins

    É, o ZRG teve muita sorte na vida, vejamos:
    1) Na primeira medalha olímpica – no masculino, não cruzou com a Itália em Barcelona 92 e sendo que esse time de 92 foi formado pelo Josenildo de Carvalho, não podemos esquecer;
    2) Em 2003, quando assumiu o time feminino, depois do Brasil ter regredido em resultados com o Marco Aurélio Mota sendo técnico, se não fosse a Fernanda Venturini ter dado uma ajudinha e bancado a sua escolha como técnico junto a CBV, ele não teria virado técnico do feminino. E o que ele fez anos depois com a maior levantadora do Brasil? Já sabemos.
    3) Os títulos olímpicos de 2008 e 2012 foram legítimos, na bola, mas, convenhamos, NÃO ENFRENTAR CUBA com : (MIREIA, MAGALY CARVAJAL, REGLA TORRES, REGLA BELL, AGUERO, IDALMIS GATO, MIRKA FRANCIS, MARLENIS ACOSTA) foi uma sorte tremenda.
    4) Para se ter uma ideia, só a Aguero, que era fenomenal, mas estava em nívle abaixo de Mireia, Torres ou Carvajal, quando pôde jogar pela Itália, teve um desempenho muito bom em jogos contra o Brasil de ZRG (ganhando jogos por 3×0 facilmentel, ou não lembram da Copa do Mundo de 2007). Imagina se o Brasil de ZRG enfrentasse o time todo de Cuba, não podemos dizer que seríamos 2 vezes campeão olímpico.
    5) Resumindo: ele tem muita competência com técnico, mas teve muito mais sorte.

    • Felipe

      Antes sorte do que a sujeirada que o Bernardo faz, como colocar oposto pra levantar…perder de proposito em Olimpiada pra cruzar com outro time mais na frente…

      • Alexandre luiz

        Caro Felipe, talvez voce não tenha acompanhado aquele campeonato. A organização fez de tudo para favorecer a Itália, ele fez o que qualquer um faria.

        • Paulo Fonseca

          Em 1992, o Brasil terminou a liga mundial em 5° lugar e foi disputar os Jogos de Barcelona. Havia perdido para Itália por (3×0) fácil na liga. Aliás, o time italiano não perdia, nessa época para o brasileiro. Deu sorte mesmo.

    • Billy

      Excelente o seu comentário Júnior Lins.Assino em baixo.

    • Gabriel Pires

      Mireia, Regla Torres já tinham saído da seleção e não estavam em 2008

      • Billy

        Seria um DEUS NOS ACUDA Gabriel Pires.E você esqueceu de mencionar também a excelente meio de rede cubana-A Magalys Carvajal(esse trio era um terror para as brasileiras da época que também tinham muita personalidade e temperamento quente,mas que tentavam se controlar para não entrar na pilha das cubanas na época).Essa também jogava demais e como era marrenta quando enfrentava o Brasil. 1.90m de pura explosão física e técnica apurada tinha a Carvajal.

        • Paulo Fonseca

          Gabriel Pires, é por isso que ele falou que o Zé teve uma tremenda sorte. A sorte de não enfrentar essas jogadoras citadas. Eu completaria com a Ana Ibis Fernandez, que também era ótima, sem contar a Sanches, que não era craque, mas ajudava a desestabilizar o time adversário como suas provocações, quando entrava.

    • JOSE HERBERT DE ARAUJO

      Muito bom seu comentário Junior, e veja tbm que o Bernardo assumiu a seleção feminina no auge da seleção cubana. E foi quando o Brasil começou a não temer mais as cubanas e começaram a ganhar delas.

    • SPORTS IN THE WORLD

      Caro Junior Lins! Você esqueceu de um fato ocorrido nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. O USA não quis ENTREGAR O JOGO PARA A TURQUIA, caso tivesse feito (e poderia porque os USA já estavam classificados), o Brasil teria sido ELIMINADO nas oitavas de final e iria disputar do 8º ao 12º lugar. E aí o resto da história é o que todos sabem, os USA ganhou da Turquia e classificou o Brasil e este avançou as quartas e depois ganhou a final do próprio USA. Bastava que os USA, fizessem o muitos fizeram, fazem e ainda farão, entregassem o jogo para a Turquia. Assim como a China feminina fez no mundial de 2002 na Alemanha, o Brasil fez na Olimpíada da Grécia em 2004, entregou um jogo masculino para os USA e também o mesmo Brasil masculino fez no mundial da Itália em 2010, perdendo PROPOSITALMENTE um jogo para a Bulgária. Portanto Junior Lins como diz você, além da competência o tal do ZRG é um “rabudo”, têm mesmo muita sorte. Deus o abençoe e a mim não desampare.

      • Kaio

        Fico besta que enquanto o povo brasileiro luta por um país melhor como o cidadão do comentário abaixo, outros exaltam esse tipo de jogo sujo e ainda com esse papo de os outros fizeram, vamos fazer também, jogo sujo sempre vai ser jogo sujo, algumas pessoas seguem padrões éticos e morais e outras não, parabéns as americanas!

        • Billy

          Os tempos mudaram Kaio.Hoje o mundo é dos mais espertos.As pessoas querem galgar passos maiores sem se importar se estão jogando sujo ou não(atopelando os outros).Acho que o seu ponto de vista esta meio ULTRAPASSADO(não estou dizendo que você esta errado,não me entenda dessa forma).Cada um faz as suas escolhas(pro bem ou pro mal).Pode discordar se você quiser…vou te respeitar da mesma forma.

        • SPORTS IN THE WORLD

          Prezado Kaio. E quem disse que eu estou de acordo com a sujeira de se entregar um jogo para um adversário? Desculpe mas você precisa entender melhor o idioma pátrio. Em momento algum eu digo que está correto um time entregar um jogo. Pelo contrário, sou ferrenho defensor que se jogue limpo, que se entre em uma quadra sempre PARA VENCER! Eu apenas citei o exemplo das americanas como um FATO OCORRIDO, assim como as VERGONHOSAS ENTREGADAS da China na Alemanha e as do Brasil na Grécia e na Itália. Temos pensamentos iguais quanto ao assunto meu caro Kaio, por favor, gostaria que o amigo reparasse está injustiça. Viva o Fair play ( Viva o Jogo Limpo) e abaixo o jogo sujo. Também dou meus parabéns as americanas e também a você Kaio!

      • Billy

        Ótima memória a sua SPORTS IN THE WORLD.Voce tem toda razão.

        • SPORTS IN THE WORLD

          Obrigado Billy por suas amáveis palavras. É parabéns pelo seu entendimento e discernimento do mundo atual e das pessoas que nele habitam. Quando vemos hoje numa novela 90% dos telespectadores torcendo para o sucesso do vilão, é porque alguma coisa deve estar errada quanto aos conceitos éticos, morais etc. Valores que deveriam ser respeitados pelanatureza humana, estão em desuso, infelizmente. Mas como você bem explica para o glorioso Kaio, o que fazer é uma questão de opinião e elas devem ser respeitadas em uma democracia, mesmo que sejam contrárias as nossas.

          • SPORTS IN THE WORLD

            * E parabéns…. E não É parabéns…….

  • DUDU

    Como disse ontem,tudo isso é bobagem.Tem que apurar a “ROUBALHEIRA NO VÔLEI”,isto sim é importante.Enquanto não colocarmos os”LADRÕES”na cadeia,coisas igual a essa aconteceram sempre.POBRE VÔLEI,POBRE BRASIL,TERRA DE LADRÕES vide LAVA JATO.

    • Billy

      Pois é DUDU a coisa já esta escancarada(revelada…as provas estão aí) e nada de concreto(punições aos envolvidos) foi feita.Reflexo dos tempos…

      • SPORTS IN THE WORLD

        Dudu e Billy. Por isso meu comentário sobre seu entendimento das “coisas” que acontecem nos dias de hoje especialmente em nosso país ( em suas explicações perfeitas para o Kaio), no que diz respeito à punições de delitos cometidos. Infelizmente as Leis no Brasil, são só para alguns. O Brasil precisa muito de EDUCAÇÃO e RESPEITO às INSTITUIÇÕES. Por quê só as pessoas das classes menos favorecidas da população são punidas quando cometem delitos? Por quê as Leis não são cumpridas para todos de forma igual? No dia em que as punições forem para todos, até o vôlei será melhor sim meus caros Dudu e Billy.

        • Billy

          SPORTS IN THE WORLD muito sensatas as suas palavras.Você é inteligente e soube escrever em palavras o meu ponto de vista também(confesso que não sei escrever muito bem…admiro os que sabem como você).Mas bola prá frente e vamos torcer para um vôlei globalizado cada vez melhor.Abraços á você e à todos do blog(mesmo também aos que eu respondo meio asperamente às vezes).

  • Alexandre

    Certamente a final da Superliga feminina será muito dura. O Rexona foi muto regular o campeonato inteiro e o Molico cresceu muito na semifinal. Espero assistir a um grande espetáculo, com a Gabi e a Natalia comandando os ataques do Rexona e a Thaisa e a Carcaces pelo Molico. A Arena HSBC é linda, mas esperava que fosse no Maracanãzinho. Vamos aguardar mais uma semana e meia para esse jogão.

  • Nills jr

    Gostaria mesmo que fosse aqui na minha cidade, para ver se incentivava a prática desse esporte tão amado. Já que aqui o volei tanto masculino como feminino está se perdendo ao longo do tempo, em que perderam espaço para o futebol, tiraram das escolas e agora só resta indignação! Enquanto na questão do trato na hora do jogo, ninguém pede por favor, por mais que seja educado, na hora da batalha,são anos de treinamento,gastos,sustento de sonhos individuais e colectivos, aí o bicho pega, depois pede-se desculpas e bola para frente, a vida só é dura para quem é mole, faz parte da vida!!! e aquela antiga escola de cuba PQP eles eram fantásticos(masc. e fem.)!!!

  • Nills jr

    E agora com a aproximação de Cuba e EUA, esperem e verão o que vai acontecer!!!

  • SPORTS IN THE WORLD

    Tenho hoje 75 anos e fui jogador de vôlei e contemporâneo do Nuzman, ele só sabia reclamar de tudo, dos juízes, dos adversários e até dos companheiros de time, podem até dizer que como presidente do COB ele seja ruim, mas como presidente da CBV ele foi o máximo, ele foi o melhor e isto é indiscutível. Não dá para aceitar meu caro Daniel, ver as equipes do Rexona e do Molico paradas, sem jogar, só treinando durante mais de duas semanas para jogarem esta final, UMA VERGONHA! Duvido que o Nuzman deixasse isso acontecer. Isto é coisa do Ary Desgraça e da atual gestão da CBV. Depois de jogarem uma fase classificatória, toda terça e sexta-feira, é de um ridículo a toda prova, as equipes ficarem paradas sem jogar por quase duas semanas. Mas o dia que o Banco do Brasil “tirar o time de campo”, aliás, já deveria ter tirado depois da “roubalheira” que aconteceu na CBV, devidamente comprovada pelo MP e cobrado pelo CGU, alguém muito poderoso deve ter intervido (a Dilma Roussef talvez? Até porque tem paizão de prefeito metido na truta) para tudo ficar como “dantes no quartel de abrantes”,ou seja; acabar tudo em PIZZA. Mas aí eu quero ver como vai ser a gestão (inchada) da CBV com CEOs (CEO é o cacete) etc. e tal, será que “eles” ficam, caso o BB caia fora um dia? Vejam o organograma da parte administrativa da CBV, e observem a quantidade de pessoas que lá trabalham, parece Câmara dos Deputados ou Senado Federal ou repartição pública tipo agência do INSS, um verdadeiro CABIDE DE EMPREGOS. Vejam os altos salários de seus Diretores, assim como são “altos” também os salários de parte de funcionários graduados de uma maneira geral. Aí veremos que estes 70 milhões recebidos anualmente há mais de 15 anos do BB (podem fazer a devida correção monetária dos valores recebidos anteriormente), e chegaremos a conclusão que a CBV já deveria ter construído um não, mas uns dois ou três Ginásios, um no Rio, um em São Paulo e um em BH, todos modernos, com excelente qualidade, para público de 8 a 12 mil pessoas. Ginásios estes, mais que suficientes para abrigar jogos das semi finais e finais da Superliga, jogos da Seleção etc., sem nenhum problema e sem ter que ficar nas mãos de TVs GLOBOs e/ou qualquer “Consórciozinho” SEM VERGONHA do Maracanã (eles tem a voracidade de um leão para ganhar dinheiro fácil e a Globo também). Fora o dinheiro que a CBV, pega há anos do Ministério do Esporte com “projetinhos duvidosos”, do COB, além dos patrocínios da Olympikus, da Nívea, do Gatorade e de outros patrocinadores menores. Bastava ter uma Gestão Administrativa mais enxuta, com um número menor de funcionários, com salários mais de acordo com a realidade do país e teríamos sim Ginásios de propriedade da CBV. A CBV na época do Nuzman presidente (este tirava leite de pedra), funcionava da mesma forma que hoje com cerca de uns 15 funcionários, hoje tem cerca de 90 só na sede da Barra da Tijuca, fora os funcionários do Centro de Treinamentos de Saquarema e já existia Superliga (ou Liga Nacional, a mesma coisa), campeonatos brasileiros de seleções, vôlei de praia (a Jackie e a Sandra foram campeãs olímpicas em Atlanta1996), a Seleção masculina foi medalha de Prata em 84 e Campeã Olímpica em Barcelona em 1992, a Superliga tinha público de 18 mil no Ibirapuera e 20 mil no mesmo Mineirinho da final deste ano, além das TVs com canal aberto como TV Manchete, Bandeirantes, TV Educativa e a tal de TV Globo. a CBV sediou os mundiais masculino em 90 e feminino em 94, fazendo campeonatos dignos com organização quase que perfeita. Enfim, o Nuzman não tinha os recursos que se tem hoje, e com mais um detalhe importante: sem a tecnologia dos dias atuais e tudo era feito com menos 10% da receita que a CBV possui hoje.
    Agora é muito duro saber que o jogo final da Superliga feminina devia ser jogado no domingo 19 de abril no Maracanãzinho (casa do vôlei brasileiro) e isto só não acontecerá por causa de dois Eventos da PODEROSA TV GLOBO:
    1. Uma “corridinha promocional” do Usain Bolt no Jockey Clube, deviam aproveitar o Evento e colocar o CEO (?) Ricardo Trade, vulgo Bacalhau e o Diretor Neuri para correrem um pouquinho (eles estão muito gordinhos, rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs).
    2. A Festa dos 50 anos da TV Globo, no Maracanãzinho.
    Encarar a TV Globo com o Jerome Valcker e o Joseph Blatter por trás é mole. Porque o CEO (?) não disse para a Globo que o jogo vai ser no dia 19 e no Maracanãzinho?
    Quero ver é “dar ordens” para a poderosa TV Globo, dizendo que a final da Superliga ano que vem vai ser em um play off de 5 jogos, será o Bacalhau competente suficiente para esta “tarefinha” ou será que ele vai chamar o Valcker (chute no traseiro do Aldo Rebelo) para resolver para ele?
    Nós vamos sim, é continuar a ser um bando de idiotas que gostamos de vôlei e temos que assistir a Superliga em Ginásios como os do Taubaté (a equipe é profissional, jogadores ganham até 120 mil de salários, mas o ginásio é péssimo), do Canoas (um puleiro com arquibancada de madeira, igual aos Circos de antigamente, calorento a gente vê as pessoas se abanado com um “papelão”, um horror), do Praia (um ridículo chiqueiro, com paredão) e vários outros ginásios, todos eles com suas arquibancadas de cimento SUJAS, IMUNDAS mesmo. Ah! O ginásio do SESI, as pessoas ficam de pé, durante todo o jogo, o ginásio do Pinheiros, outro puleiro arquibancada de madeira, com um paredão, tinha também aquele da CIMED (graças a Deus saiu) que entrava a luz do sol na cara dos jogadores e dos juízes, alguns sem os Luxes (tremendas escuridões) necessários para uma transmissão decente da TV. Enfim em condições satisfatórias mesmo, só o Ginásio do Minas T. C. E claro o do Maracanãzinho (quando não desligam o ar refrigerado e quase matam a Sassá), e nada mais. Esta é a mais pura, verdadeira e cristalina realidade, ponto. Tudo pura fantasia. O dia que acabar o Sada/Cruzeiro fica o quê de LEGADO para o vôlei? Nada. Assim como foi com a UNISUL, com a CIMED, com a ULBRA, o RJX, a AMIL e tantos outros. Por quê a CBV não coloca uma regra sobre ginásios confortáveis para os times jogarem a Superliga?. E a final vai ser na Arena HSBC (bem feito para o Banco do Brasil), Arena do Basquete na Barra da Tijuca, ainda tem maluco (a), que vai sair em caravana aqui de “Sampa” (Osasco), de ônibus para o Rio, ‘haja perna meu” (só de avião, afinal com meus 75 anos, de busão não dá) para assistir este jogo onde as equipes já perderam o ritmo de jogo e portanto não devem render tudo o que sabem e podem. Portanto me poupem, fico aqui na minha Sto. André, vendo na TV, bebendo minha cervejinha super, super!gelada. Bom jogo à todos e vamos Molico. Quem sabe não vemos a grande Mari ressurgir das cinzas mais uma vez como a Fênix.

    • Billy

      SPORTS IN THE WORLD que texto comprido(mas te confesso que eu o li inteirinho).Parabéns á você pelas SÁBIAS palavras.Grande abraço.

      • SPORTS IN THE WORLD

        Obrigado mais uma vez Billy por suas amáveis palavras. Muito legal interagirmos com pessoas inteligentes dentro do blog. Reconheço que escrevi demais. Porém, creio ter sido necessário, para que gente jovem tenham a exata noção do quanto precisamos evoluir fora das quadras. Porque se isto não acontece, vamos acabar involuindo dentro dela. O texto serve para demonstrar também o quanto de dinheiro se joga fora irresponsavelmente. Já poderíamos ter melhores ginásios, com mais conforto e também mais investimentos nas categorias de base. Abraços SPORTS IN THE WORLD.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo