E o São Caetano aprontou de novo



O São Cristovão/Caetano, contra quase todos os prognósticos, é o primeiro finalista do Paulista feminino.

Na noite desta quarta-feira, o time comandado por Hairton Cabral derrotou o Sesi, pela segunda vez na semi, no tie-break, parciais de 25-20, 25-16, 21-25, 22-25 e 15-9.

Hoje, a equipe do ABC saberá a disputa do título será contra o favorito Molico/Osasco ou contra o Pinheiros.

Esse tipo de classificação, com o pequeno desbancando o grande, sempre traz um “ar novo” para o esporte, às vésperas do início de uma Superliga.

Parabéns ao São Caetano pelo feito! E alerta ligado no Sesi antes da largada na competição nacional.



  • klaus

    Esse entra e sai do Sesi irrita qualquer torcedor ou telespectador que acompanha o jogo.E isso tem sido uma constante a dois anos.O Talmo precisa decidir o time titular e parar de colocar ponteira como oposta e vice-versa.Quanto ao São Caetano, é um time arrumadinho e a Mara e a Paula prometem muito se forem bem trabalhadas e não resolverem esquentar banco em time grande.

    • Aline

      Klaus vc acertou a palavra em cheio!
      IRRITANTE é a melhor definição p/esse time do SESI!!!
      Com todo respeito à garra e à determinação às meninas do S.Caetano, mas o elenco do SESI é muito melhor e não poderia PERDER NUNCA ESSA VAGA NA FINAL!!!
      O SESI tem o time titular e o banco também num nível bem acima do S.Caetano, essa desclassificação se torna UM GRANDE VEXAME para o SESI, depois de uma primeira fase sem tropeços, 2 derrotas seguidas para o S.Caetano não dá pra engolir.
      Ah AQUELE 2 TOQUES DA SUELLE está ENTALADO AINDA NA GARGANTA!!!
      Bem menos SUELLE, querer dar TOQUE DE LADO DO FUNDO DE QUADRA PARA A PONTA é RIDÍCULO SUELLE!!! Avisa a ela que TEM QUE USAR MANCHETE!!! SUELLE erro BÁSICO DE QUEM AINDA ESTÁ NA ESCOLINHA!!! NÃO DÁ PARA ACEITAR NESSE NÍVEL DE VÔLEI!!!

  • Michel Pereira de Oliveira

    Deu gosto de ver as atuações de Mara, Paula e Sonaly, mas, a ‘menina dos olhos’ foi a Thaisinha. Dá gosto ver essa menina jogando. Se Mari é a “mulher de gelo”, podemos considerar a Thaisinha a “menina de gelo”. Ontem, ao contrário do jogo anterior, não se deixou abater nas ocasiões em que ‘quinou’ o passe. Esteve irretocável no ataque e saque. O Hairton Cabral está de parabéns pelo ótimo trabalho que vem desenvolvendo com esse elenco. A base do ano anterior foi mantida, teve alguns acréscimos importantes (vide Joyce, Sonaly e Juma). Vitória mais que merecida.
    P.S.: ainda acho a líbero Nine o calcanhar-de-aquiles do time #fracademais

  • Zelirbem

    O Sanca mereceu, jogou muita bola, a levantadora jogou muito tranquila, não cometeu infrações, seu toque saiu limpo e soube fazer as escolhas corretas, sem contar as atacantes que deram um show de confiança.
    O que falar da Thaisinha hein? Talvez muitas pessoas não lembram, mas pela Superliga a atleta já foi protagonista de virada pra cima de nada mais nada menos que o Unilever, acabando com a invencibilidade do até então líder e atual campeão. Foi na temporada 2009/2010, jogando pelo Pinheiros onde Fabíola brilhava e Fernanda Garay despontava, o jogo da Fabíola era concentrado nas pontas Garay e Jú Costa, e o Bernardinho estudou muito o adversário, o técnico do Pinheiros na época era o Paulo Coco e colocou a Thaisinha no lugar de Jú Costa ainda no segundo set, onde a equipe perdia por 18 a 09, e perdeu o set por 25 X 22.
    Esta reação dentro da parcial foi carregada para o 3º set e a equipe do Pinheiros virou o jogo saindo de 2 a 0 contra(em sets) e vencendo por 3 a 2, derrubando a invencibilidade das atuais campeãs nacionais.
    Thaisinha terminou a partida com 19 pontos, sendo a maior pontuadora, nem as que jogaram os 5 sets pontuaram mais que ela.
    “Não é de hj que esta baixinha dá trabalho, até parece o Wolverine dentro de quadra”.

  • Edson Pelegrino

    Grande vitória.
    Daniel o que acha da Mara (central) e da Paula (oposta)?
    Jovens,altas e com ótimo biotipo acredita no futuro delas em grandes clubes e na seleção?

    • Daniel Bortoletto

      precisam jogar, ganhar experiência de quadra. Só assim poderão deixar de ser promessas, Edson

  • Caio

    Thaisinha bem demais, se tivesse uns centimentros a mais ou um bom padrinho na Globo feito a Gabi já teria sido convocada nem que fosse para a seleção B.

  • Guilherme

    Daniel, alguma notícia do André Nascimento?

    • Daniel Bortoletto

      Não tenho, Guilherme

  • Edu

    No ano passado, durante a Superliga, o São Caetano vencia o RJ, em São Caetano por 2×1 e ia levando o terceiro com larga margem.De repente começou a dar uma trégua e o RJ,ponto a ponto, venceu o set e o posterior tie break.Acho que até a Joanna de Assis perguntou o que houve a uma das jogadoras que respondeu de forma quase ingenua ” a gente viu o placar e nem nos acreditamos que poderíamos vencer”.Yes, we can.Já dizia o sr.Obama e isso foi confirmado na noite de ontem.Até estava dando raiva quando o segundo arbitro reverteu sobre pressão um ponto legitimo do São Caetano como ignorava algumas invasões relatadas pelo Marcos Freitas no Vila Leopoldina.Como o Talmo desrespeitou o regulamento ao não deixar que sua pedida de tempo não fosse registrada quando já tinha usado esse direito uma vez.Não foi a vitória da melhor equipe mas a da equipe que tinha mais vontade de vencer.Mais animador e perceber jovens jogadoras surgindo que podem ser melhor observadas.Como a central Mara , a excelente, até agora, levantadora Carol(das jovens surgidas e com jogos transmitidos pela televisão fechada) a mais perspicaz na distribuição inteligente do jogo, como a libero Nine que quase literalmente cobriu a quadra com suas defesas.Como o bom potencial da ponteira Paula e o excelente trabalho técnico do Hairton Graça que deu o chamado nó tático no Sesi.Um capitulo a parte, poderia ser uma história fictícia, de como Deus recebeu uma jovem pequena de um setenta e pouco e disse “não espere desfilar num SP Fashin Week, não terá um sorriso cativante, mas lhe concedo a capacidade de saltar, executar com agilidade o ataque, ter disparado o melhor saque viagem do voleibol feminino brasileiro e facilidade para transpor bloques de jogadoras acima de 1,90.Te batizo,Thaisinha. Não da para comparar a diferença de estrutura entre os dois times e nem me refiro ao patamar salarial.É estrutura de treinamento,fisioterapia, acompanhamento médico, transporte, academia, material esportivo.Enfim, uma disparidade quilométrica.Duas considerações finais.O que chamo o fator Talmo.Muito mais jogador , em sua época, que o ZRG e principalmente o Berrnardo,mas , talvez, muito menor técnico, sob o ponto de vista prático.Outra coisa e nem quero repetir aquele blogueiro que “perseguiu” a Fabíola por quase seis anos consecutivos questionando sua capacidade técnica e “se desmontou” quando ela foi simpática ao conhece-lo pessoalmente e não se recusou a dar uma entrevista mesmo sabendo quem era a pessoa e o teor das criticas ,nesse ultimo mundial.Nesse tom, provavelmente a Michelle Daldegan deve ser a atleta maior especialista em impressionar em testes para a entrada nas equipes de ponta do voleibol brasileiro.brasileiro impressionante,me atendo ao aspecto técnico apenas, com seus recursos práticos, ela consiga figurar na temporada em duas equipes de ponta do voleibol brasileiro.

  • Osmar Cordeiro

    Parabéns Sanca e espero que o Pinheiros se classifique para a final , todo o mérito da vitória e classificação foi justa e com baixo investimento e muita competência técnica com a manutenção de grande parte das jogadoras e a renovação de novos talentos ajudam as equipes . O Sesi já trabalha há alguns meses com este grupo , mas acho q tanto o clube como o Osasco erraram na formação das equipes nesta temporada e terão que melhorar em muito , já que o Rio e Praia Clube entram como grandes candidatos ao título , muito improviso com troca-troca de jogadoras e até parece q não treinaram pra enfrentar o adversário , vamos aguardar na Superliga .

  • Paula Cerqueira

    Parabéns a Equipe do São Caetano e Mara q arrasou no meio de rede (colocou a Fabiana no bolso). Desde a temporada passada q Mara se destaca, comentei trocentas vezes q o Praia Club deveria contratar ela… mas, torço para q Mara mantenha esse ritmo q com certeza temporada q vem clubes grande e seleção irão observá-la com a atenção. Alta, ágil, super eficiente no bloqueio e ataque. Muito superior a Adenizia e Carol (a meio mais baixa do mundo).

  • Mari

    O Sesi mais uma vez fez as escolhas erradas na contratação de suas atletas. A Claudinha é mt imprecisa, acho q o que aconteceu com ela ano passado ainda no Vôlei Amil ainda não passou. Quando ela começa a errar o caldo derrama e ela não consegue fazer mais nada, e a Carol ontem e já na segunda pouco contribuiu, foi mt mal. A Mari Casemiro é ruinzinha, tadinha e a Suelle é uma ponteira de 1.86 q leva mais toco q a Thaisinha q tem 10cm a menos, é de dar dó. O time dO Sanca tem um elenco aguerrido e uma levantadora que está jogando mt bem, vamos ver o q acontecerá quando a SL começar.

    • Zelirbem

      Realmente a Claudinha não jogou tudo o que pode, mas na temporada passada ela foi injustiçada no Volei Amil, o Zé despejava tudo nela e ela ainda assim jogava de forma serena(mesmo com toda a pressão que ele colocava nela e mesmo com o passe Z.), torço por ela, ela me encanta desde o tempo em que jogava no Praia Clube onde sua principal atacante era a Elis(mais baixinha que a Thaisinha)

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo