É o renascimento do Sesi no masculino?



Na noite de quinta-feira, após ver o 3 a 0 aplicado pelo Sesi no Sada/Cruzeiro, na casa do rival, fiquei imaginando a seguinte situação: se eu tivesse lançado um bolão antes da partida, quantos teriam apostado na vitória dos visitantes, que faziam até então campanha muito irregular, em sets diretos, contra o então invicto time mineiro?

Acho que seriam poucos. Ou quase nenhum.

O triunfo pode ser um divisor de águas para o time do Sesi na Superliga. Até o clássico contra o Sada/Cruzeiro era apenas 1 vitória e quatro derrotas, uma campanha muito abaixo do esperado pelo elenco que Giovane tem em mãos. É fato que os problemas físicos impediram a escalação da força máxima em alguns jogos, que improvisações foram necessárias, que jovens entraram em algumas fogueiras… Mas ainda assim eu, particularmente, esperava mais. Ontem, o time jogou muito.  E deu a impressão de que vai se recuperar na competição, chegando com muita força aos playoffs.

No ataque, o percentual de acerto de alguns atletas do time paulista foi alto. Sidão colocou nove de 11 bolas no chão. Murilo pontuou em 11 das 18 bolas levantadas. Cleber foi outro com atuação decisiva em momentos-chave. Já o Sada/Cruzeiro teve uma noite muito abaixo da média neste fundamento. Wallace, homem de segurança, fez apenas sete pontos (dois no saque). Leal fez um pontinho a mais no total. Os centrais Douglas Cordeiro e Acácio, que costumam ser muito acionados por William, também não apareceram tanto. Apenas Filipe, que terminou com 12 pontos, teve uma atuação dentro dos padrões.

Na classificação, o Sesi ainda está muito distante dos líderes. Soma nove pontos, na oitava posição, o limite para entrar nos playoffs. O líder invicto RJX tem 17, três a mais do que o Sada.

Na rodada, vale destacar mais uma vitória do Móveis Kappesberg/Canoas, desta vez sobre o Funvic/Midia Fone, em Pindamonhangaba, no tie-break. O time de Gustavo ocupa uma surpreendente terceira posição, com 11 pontos. É uma boa gordura para quem traçou como meta brigar pelas últimas vagas nos playoffs. Outro que está acumulando pontuação contra rivais diretos é o Volta Redonda, quinto colocado com dez pontos.

Já quem deve abrir o olho é o Vôlei Futuro, com apenas cinco pontos, em décimo lugar. Depois de vencer o Sesi, criou-se uma expectativa de melhoria do time de Araçatuba. Mas o esperado não se concretizou.



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo