E o ombro para Sidão mais uma vez



Sidão passou por mais uma cirurgia no ombro direito, nesta segunda-feira.

Segundo nota oficial divulgada nesta tarde pelo Sesi, time do central, uma artroscopia foi realizada pelo médico Sérgio Xavier para corrigir “instabilidade no local” após uma luxação. O texto reforça que a intervenção cirúrgica não tem nada a ver com a realizada no ano passado, que aconteceu no mesmo local.

– Agora meu ombro foi todo refeito e não teve nada a ver com a cirurgia anterior. Estava jogando normalmente o Campeonato Paulista. Não estava sentindo dores, não tem como explicar. Foi uma fatalidade mesmo. Fiquei muito triste com tudo o que aconteceu, mas tenho que pensar daqui para frente. O sentimento agora é o de me recuperar o mais rápido.

Sidão teve alta hoje, mas ficará fora de ação de quatro a seis meses. Ou seja: na melhor das hipóteses o central vai estrear na Superliga em fevereiro, correndo o risco de jogar apenas nos playoffs, caso precise de todo o tempo de recuperação.

Sidão volta a se ausentar por lesão no ombro (CBV Divulgação)

Sidão volta a se ausentar por lesão no ombro (CBV Divulgação)

É triste ver a carreira de Sidão, 34 anos, se encaminhar para uma luta constante contra os problemas físicos. A cirurgia anterior foi a responsável por deixá-lo fora de parte da Superliga, afastá-lo da Seleção em boa parte da última temporada, fazendo-o perder espaço e consequentemente a vaga na Rio-2016. A lesão muscular de Maurício Souza, antes do início dos Jogos, fez a comissão técnica cogitar a presença dele ou a de Isac, mas o corte acabou não acontecendo. E Sidão acabou vendo a Olimpíada pela TV.

A ausência de Sidão fará o técnico Marcos Pacheco fixar como dupla titular Lucão e Aracaju no Sesi. O jovem Johan passa a ser a opção imediata na reserva.



  • Billy

    notícia requentada…

  • Billy

    Sidão já não é mais tão jovem,natural que apareçam os problemas físicos…

  • Tatay

    Que zica do Sidão, melhor ele pensar sobre a carreira. .

  • Edu

    Modestamente tinha antecipado sua estranha exclusão na partida da decisão de turno classificatória contra o Taubaté pelo paulista.Noticias mais recentes vieram a tona revelando que a lesão ocorreu no pré treino em Taubaté 24 horas antes da partida.Sidão foi dispensado na passagem pelo Taubaté pela frequência dos problemas físicos principalmente nas costas.Antes de ir ao clube e mesmo já assinado com o Taubaté ficou até o ultimo dia de cumprimento de contrato se cuidando no Sesi reconhecidamente a melhor estrutura de fisioterapia e medica do voleibol brasileiro em ambito de clubes.Depois do Taubaté retornou ao Sesi recebendo menos da metade do que recebeu na passagem pelo Taubaté em razão do ótimo relacionamento herdado com antigo clube e voltar aos cuidados daquele DM que já conhecia em detalhes seu histórico médico.Praticamente não disputou a ultima temporada pela lesão no ombro.Nesta nova cirurgia, no outro ombro, praticamente lhe afasta da temporada inteira que nem começou realmente de fato.Por outro lado Riad, jogador da posição que o Pacheco gosta bastante esta desempregado e publicamente reconhece essa situação nas suas redes sociais.Não se surpreendam numa atitude do Sesi em sua contratação com bases bem menores e modestas financeiras do que já recebeu na sua carreira de atleta.Na temporada passada , recebeu do Sesi, sem praticamente jogar, como Sidão, em razão da ruptura dos ligamentos no tornozelo na fase em que participou dos treinamentos com a seleção brasileira.

MaisRecentes

Três semifinalistas e um duelo completamente aberto



Continue Lendo

A eterna polêmica do ranking no Brasil



Continue Lendo

Sobrou emoção no sábado de vôlei



Continue Lendo