E o ombro para Sidão mais uma vez



Sidão passou por mais uma cirurgia no ombro direito, nesta segunda-feira.

Segundo nota oficial divulgada nesta tarde pelo Sesi, time do central, uma artroscopia foi realizada pelo médico Sérgio Xavier para corrigir “instabilidade no local” após uma luxação. O texto reforça que a intervenção cirúrgica não tem nada a ver com a realizada no ano passado, que aconteceu no mesmo local.

– Agora meu ombro foi todo refeito e não teve nada a ver com a cirurgia anterior. Estava jogando normalmente o Campeonato Paulista. Não estava sentindo dores, não tem como explicar. Foi uma fatalidade mesmo. Fiquei muito triste com tudo o que aconteceu, mas tenho que pensar daqui para frente. O sentimento agora é o de me recuperar o mais rápido.

Sidão teve alta hoje, mas ficará fora de ação de quatro a seis meses. Ou seja: na melhor das hipóteses o central vai estrear na Superliga em fevereiro, correndo o risco de jogar apenas nos playoffs, caso precise de todo o tempo de recuperação.

Sidão volta a se ausentar por lesão no ombro (CBV Divulgação)

Sidão volta a se ausentar por lesão no ombro (CBV Divulgação)

É triste ver a carreira de Sidão, 34 anos, se encaminhar para uma luta constante contra os problemas físicos. A cirurgia anterior foi a responsável por deixá-lo fora de parte da Superliga, afastá-lo da Seleção em boa parte da última temporada, fazendo-o perder espaço e consequentemente a vaga na Rio-2016. A lesão muscular de Maurício Souza, antes do início dos Jogos, fez a comissão técnica cogitar a presença dele ou a de Isac, mas o corte acabou não acontecendo. E Sidão acabou vendo a Olimpíada pela TV.

A ausência de Sidão fará o técnico Marcos Pacheco fixar como dupla titular Lucão e Aracaju no Sesi. O jovem Johan passa a ser a opção imediata na reserva.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo