E experiência de Eric Endres no Brasileiro Estudantil



Carregar o sobrenome Endres no vôlei brasileiro é certamente uma honra. Mas para um garoto de 18 anos também um peso a mais.

Eric, filho de Gustavo, sobrinho de Murilo e Jaqueline, disputa o Campeonato Brasileiro Estudantil em Goiás. Perto de chegar aos 2 metros de altura, ele atua como ponta, assim como o tio. E sonha em trilhar o caminho vitorioso, atuando também pelo Sesi, equipe defendida por Murilo nos últimos dez anos.

Na primeira experiência de Eric na competição, defendendo São Paulo, ele perdeu na semifinal para a seleção do Rio de Janeiro.

Erich em ação no Brasileiro Estudantil (Divulgação)

Abaixo reproduzo algumas declarações dadas por Eric ao site oficial do Brasileiro.

INÍCIO

– Um dia eu percebi que o vôlei é algo que eu consigo evoluir, é o que eu vou levar para minha vida independentemente de estar jogando ou não, por causa dos meus familiares. Eu jogo vôlei porque eu gosto, me dedico e me esforço para ficar melhor a cada dia.

PAI E TIO-CORUJAS

– Quando preciso que alguém me ensine alguma parte que eu estou errando, algum movimento ou passe errado, eu pergunto para o meu pai, porque foi ele que me ensinou tudo que eu sei. Mas agora que estou mais longe dele peço dicas para o meu tio porque ele é ponteiro.

BRASILEIRO ESCOLAR

– Estou curtindo bastante, aproveitando a presença dos meus companheiros de equipe tanto da escola quanto do clube que eu estou jogando e está sendo uma experiência única porque nunca tinha jogado.



MaisRecentes

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com as chuvas no Brasil



Continue Lendo