Duelo de vôlei de praia reabrirá o Parque Olímpico



Um desafio de vôlei de praia vai acontecer no Parque Olímpico, que está fechado ao público desde o fim da Rio-2016.

No dia 5 de fevereiro, Alison/Bruno Schmidt, atuais campeões olímpicos, irão enfrentar o americanos Dalhausser, campeão em Pequim-2008, e seu parceiro Lucena.

O jogo acontecerá no Centro Olímpico de Tênis (COT), a partir das 10h. Será uma reprise das quartas de final dos Jogos Olímpicos do Rio. Na ocasião, a parceria verde e amarela venceu por 2 sets a 1.

A preliminar do evento, batizado de ‘Gigantes da Praia’, terá um confronto feminino entre brasileiros. Ágatha, medalha de prata na Rio-2016, e sua nova parceira, Duda, tricampeã mundial sub-19 e campeã mundial sub-21, enfrentarão Ana Patrícia, também campeã mundial sub-21, e Rebecca, campeã brasileira sub-23.

Os ingressos custarão R$ 40 (cadeira) e R$ 200 (área VIP). Segundo informações da CBV, “toda operação que colocará areia na quadra de tênis será realizada sem dano ao local. Uma lona impermeável será responsável por proteger o piso, que receberá 210 toneladas de areia”.

Não deixa de ser uma boa notícia ver “uma parte” do Parque Olímpico sendo reaberta, apesar da necessária adaptação de um quadra de tênis para uma de vôlei de praia. Que seja o primeiro de muitos eventos em um espaço que já deveria estar aberto aos atletas e ao público. Serei repetitivo no tema, mas é preciso lembrar que vôlei e basquete estão sofrendo com a carência de ginásios e condições de abrigar grandes partidas. Inadmissível para uma cidade que acabou de receber os Jogos Olímpicos.

 



  • Helber Viana de Lima

    Concordo, deixar o Parque Olímpico fechado com o Vôlei e o Basquete com dificuldade de encontrar arenas para grandes jogos é inadmissível.

MaisRecentes

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo

E vem mais um Zenit Kazan x Sada/Cruzeiro por aí!



Continue Lendo

Após virada incrível no 3º set, Minas avança na Copa



Continue Lendo