Duas opções de local para a final da Superliga feminina



Galera, bom dia.

Muita gente me perguntou, no fim de semana, sobre o local da decisão da Superliga feminina. Antes de dar uma resposta sem estar 100% certo, resolvi consultar a CBV nesta segunda-feira. E a situação é a seguinte:

– Caso o Molico/Osasco vire o playoff diante do Sesi, a final contra a Unilever será no Poliesportivo de São Bernardo do Campo. A vantagem do mando, neste caso, seria do time de Luizomar de Moura, invicto na fase da classificação.

– Se o Sesi vencer mais um jogo e eliminar o líder Molico/Osasco, a decisão acontecerá no Maracanãzinho. Explica-se: as cariocas terminaram em terceiro na primeira fase, uma posição à frente da equipe de Talmo, levando assim a vantagem do mando na final.



  • Fernando Adilio

    Daniel,
    a informação que eu tinha é de que a final seria no estado do time que terminasse em 1º lugar no 1º turno.

    • Daniel Bortoletto

      eu tinha ouvido o mesmo. mas se o time que for o primeiro não estiver na final, isso muda

    • Daniel Bortoletto

      na verdade, isso já mudou algumas vezes. por isso confirmei de novo com a CBV

  • João Simão

    Tanto se falou que nesse campeonato era real a possibilidade da quebra da rotina na finalíssima. E pelo time e pela campanha de Osasco, a ausência seria a Unilever. As cariocas já estão lá ! Será que Osasco também vai ?
    Brincadeiras a parte, essa recuperação só foi possível por um motivo, que atente pelo nome de Fofão. Definitivamente, nenhuma brasileira em atividade na posição se compara a ela. Dani Lins parece ser a sucessora, mas sem o mesmo brilho e muito menos a mesma regularidade. Só Fofão pra fazer um time com um dos piores passes da competição conseguir jogar e ter volume. Qualquer que seja o adversário, será o favorito. Mas não foi assim na maior parte dos oito títulos conquistados ? Como disse a Fabí ao fim do 2° jogo contra Campinas, no microfone do Maracanãzinho : ” Tem que respeitar ” .

    • Edu

      O curioso é que Fofão era dada como semi aposentada em atividade de forma teimosa há duas semanas e deveria se dirigir a sua cadeira de balanço e abrir espaço para a talentosa Roberta.Como o também o Sollys caminhava para sacramentar seu título sem adversários a altura.Como a coisa muda.

      • iuri

        E os comentaristas/narradores da Globo?! além de não saberem narrar nada q preste (aliás, como que o Luis Carlos Jr em dois anos de Globo conseguiu desaprender a narrar vôlei? Ele foio melhor na Sportv durante muitos anos!), fizeram questão de aposentar a Fofão à força após essa temporada. A própria nunca comentou nada disso, nunca deu certeza de nada! Achei um abuso e uma falta de respeito.

  • Claudiane

    Não concordo com esse novo posicionamento da CBV, pois parece que eles já teriam como certa que a presença do Molico/Osasco na final (da mesma forma com o Sada Cruzeiro).
    Acho que a CBV foi infeliz quando do pronunciamento de início sobre o local da final; ela deveria ter dito que o time melhor classificado na primeira fase que chegasse à final teria a vantagem do mando de quadra.
    Mais uma vez, ela vacilou.

  • Letícia

    Agora pergunto eu, porque o jogo em São Bernardo do Campo e não o Ibirapuera?

    • Daniel Bortoletto

      Já estava alugado

    • Gamova

      a CBV sempre querendo prever o Campeão… Eu creio que eles deveriam escolher Ginásios pelo Brasil e fazer a Final.. A fim de promover o Volei…. Nós da região Norte sempre temos que deslocar para Rio ou São Paulo pra poder assistir esse classico…

  • Livia

    Mais uma regra da CBV que permitiu várias interpretações, caso Osasco leve para o terceiro jogo, o local será denifinido na terça a noite, restando 4 dias para a final, como esse ano a final não tem vídeo check e parace mais um jogo qualquer do que a comemoração da 20 SL, deve ser tempo o bastante para realizar toda logística necessária.

  • De

    E quem já comprou passagem pra ir pra SP? CBV devolve o dinheiro???? Absurdo tudo isso!!!

    • Iuri

      Comprou pq quis. CBV tem mil falhas, mas não tem absolutamente nada a ver com isso. Desde o começo de janeiro foi anunciado na imprensa que só se saberia o local da final quando os finalistas fossem definidos.
      A não ser q vc tenha comprado a passagem antes de dezembro, o que é meio sem noção também.

  • Logan

    A notícia que merecia uma apuração do repórter é a situação do time da Amil. Como ficará o investimento e a formação do time agora que o técnico que o construiu abandonou o barco após apenas duas temporadas? No site Melhor do Vôlei especula que várias peças do elenco do time da quadra e da comissão técnica também estão se despedindo junto com o técnico e a americana Kristin. Dança das cadeiras é algo corriqueiro, lógico, mas os times de ponta costumam manter suas bases, como é o caso da Unilever e do Molico/Osasco que só tiveram duas trocas em relação ao time base da temporada anterior. O Sesi trocou quatro peças, mas manteve e dupla vencedora, além da aposta certeira em Ana Beatriz. O Banana Boat trocou três peças, o Pinheiros apenas duas. Mas do Vôlei Amil restou apenas a Waleswska do time titular. É a única entre os grandes que mexeu na equipe inteira. Será que isso se repete nesse ano também?

    • iuri

      notícias de bastidores dão conta de que apenas Walewska e Tandara renovam e que sobre as outras é um mistério. Kristin praticamente anunciou sua saída.
      Se eu fosse a comissão do Amil, daria tudo pela Garay e por uma levantadora e uma meio estrangeiras decentes. Na verdade, pra mim, a Kristin deveria continuar.

    • Edu

      Waleswska era a única que tinha contrato de dois anos.Sua exigência para assinar quando o ZRG foi montar o projeto.O restante é aquele contrato padrão por temporada.Pelo que a Tandara jogou deve ter prioridade para renovar.Desde do inicio do projeto a empresa que bancou o time foi vendida para um grupo estrangeiro.Pelas informações da revista Exame o antigo proprietário entrou, com a venda, para a lista dos dez homens mais ricos do Brasil.De longe fica a impressão que essa aquisição tem algo a ver com a renovação da equipe para o novo ciclo.Segundo se comenta o Campinas foi o maior orçamento da temporada do vólei feminino em 2013/14.

  • Euripedes Junior

    Vc deveria ter comprado a passagem depois da definição da semi final , torça pro Molico vencer o Sesi .

  • Iuri

    Com um Ibirapuera lindo, reformado e de fácil acesso, só a CBV mesmo pra deixar escapar…São Bernardo é horrível de chegar, longe do centro de SP, longe dos aeroportos. Muito sem noção!
    Quem foi na final do ano passado sabe muito bem que a festa linda que foi no Ibira…lotadíssimo e com uma estrutura q eu particularmente achei muito boa.

  • Mas que falta de organização! Cada vez mais decepcionado com a CBV. E Quem comprou passagem como fica? O que foi anunciado é que a final seria no estado do time de melhor campanha na fase de classificação, independente de quem fosse pra final. E agora mudam do nada? Uma confederação descumprir com o que falam só pode ser brincadeira.

    • Iuri

      Nao mudaram “do nada”. Isso foi resolvido em janeiro e o proprio Daniel postou neste blog.

  • Mauricio

    Sou torcedor carioca, mas a boa apresentação da Fofão na semifinal não me engana. Embora torça para isso. Fofão já demonstra cansaço e não aguenta mais uma temporada inteira e jogos desgastantes. O Amil fez duas semifinais muito abaixo do que fez no turno e returno. A falta de confiança da Tandara pós-lesão ficou evidente e o Zé fez mal em não confiar na Rosamaria. No sábado, a Uni deixou o Amil levar para o tie e por pouco não perde o jogo em escolhas equivocadas da Fofão. Foi um jogo nivelado por baixo. Espero que o Sesi faça a final contra a Unilever. Lins e Fabiana estão espetaculares e o Osasco que fique pelo caminho.

MaisRecentes

A zebra aparece em Belo Horizonte



Continue Lendo

Vaivém: Jaqueline no Hinode/Barueri



Continue Lendo

Cai o primeiro técnico após UMA rodada da Superliga



Continue Lendo