Drussyla chegou para ficar



Vejam como é o destino. Drussyla, uma das principais responsáveis pela virada do Rexona-Sesc no playoff semifinal sobre o Camponesa/Minas, voltou a brilhar na decisão. Foram 19 pontos contra o Vôlei Nestlé, melhor marca do time carioca.

Quantos anos ela tem? Exatamente 20. Quando nasceu, surgia o projeto do Rexona no vôlei.

A ponta mostrou maturidade de sobra para uma garota, na primeira decisão como protagonista. Na véspera da decisão, foi “blindada” pela comissão técnica e fugiu das entrevistas. A ideia era poupá-la da pressão. E parece que a estratégia surtiu o efeito desejado. Drussyla foi eleita, por eleição popular, a melhor jogadora da partida.

Sai da Superliga 2016/2017 com um tamanho bem maior do que entrou. A novata tem chance de estender o status de titular para o próximo ano, fazendo dupla com Gabi, que já acertou a renovação de contrato.

Falando em próxima temporada, a tendência é que o Rexona mantenha grande parte da base mais utilizada por Bernardinho, indo ao mercado apenas para reforços pontuais.

Vale destacar ainda os 18 pontos da central Juciely, seis deles no bloqueio, e os 14 da oposto Monique. Elas fizeram com que os dez acertos de Gabi, a estrela da companhia, não fossem rotulados como responsáveis por um resultado negativo.



MaisRecentes

Sesi joga melhor, bate Sada/Cruzeiro e fatura Supercopa



Continue Lendo

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo