Deu a lógica com os mineiros



O primeiro dia do Mundial masculino de clubes terminou com resultados lógicos. Bom para o Sada/Cruzeiro, mas infelizmente não é o que o torcedor do Minas gostaria de ouvir.

Contra a UPCN, o tradicional time da capital mineira foi derrotado por 3 a 0 (25-22, 25-18 e 25-18). Eu até achava que o jogo poderia ser um pouco mais parelho, mas a vitória dos hermanos foi até tranquila. Uma pena, já que os dois próximos jogos do Minas serão ainda mais complicados: Trentino e Bolívar. A já difícil tarefa de avançar para a semifinal ficou quase impossível.

O cubano Bisset, ausente em grande parte do Mineiro por lesão, anotou 14 pontos para o Minas. Tem muita força e explosão no ataque, mas precisa de ajuda para tentar mudar o time de patamar.  O central Gustavão, uma das novidades da UPCN na temporada, marcou oito pontos, três deles no bloqueio.

Leal tenta parar rival no bloqueio (FIVB Divulgação)

Leal tenta parar rival no bloqueio (FIVB Divulgação)

Já o atual campeão Sada/Cruzeiro passeou diante do Taichung Bank, de Taiwan, parciais de 25-10, 25-16 e 25-13. Apesar da facilidade da partida, o técnico Marcelo Mendez não fez muitas alterações no time durante o jogo. Tirou Filipe, com dores na panturrilha, para entrada de Rodriguinho. No mais apenas inversões de 5-1 com Cachopa e Renan. O argentino resolveu dar ritmo para seus principais nomes.

Leal com 16 pontos foi o maior pontuador da estreia, seguido por Evandro (11).



MaisRecentes

Coluna: mercado já sente reflexos da crise mundial



Continue Lendo

Itambé/Minas planeja time “em volta” de Macris



Continue Lendo

Osasco Audax quer a volta de Tandara



Continue Lendo