Deu Al-Zebrayyan em BH!



Texto publicado hoje no LANCE! sobre a semifinal de ontem.

Prestem atenção nos números. O Sada/Cruzeiro vinha de uma sequência de 15 finais consecutivas e buscava a terceira em Campeonatos Mundiais. Mas o sonho de obter o 13º título neste período e ser o dono do planeta pela segunda vez seguida terminou. Culpa, ou melhor, méritos do Al-Rayyan, com sede no Qatar, mas na verdade uma multinacional com dois brasileiros, dois cubanos e um búlgaro em sua formação titular. No placar do Mineirinho, a comprovação da superioridade dos “gringos”: 21-25, 25-18, 25-21 e 25-18.

E o resultado merece uma profunda reflexão. O Al-Rayyan contratou a sua legião estrangeira na véspera da competição, treinou apenas uma vez antes da estreia em Belo Horizonte e vai disputar o maior título de clubes do planeta tendo jogado apenas quatro partidas. E pior: ignorou o atual campeão do mundo, que tem praticamente a mesma base há quatro temporadas. Uma chocante desconstrução da tese de que um time sem treinar pode fazer a diferença. O individual superou o conjunto.

Na frieza das estatíscas, uma comprovação: o número 1 do Al-Rayyan foi o maior pontuador, com 17 acertos. E Kaziyski, um dos melhores ponteiros do planeta, realmente fez a diferença. Quase não foi encontrado pelo bloqueio mineiro e deitou e rolou no ataque.

O Sada/Cruzeiro só foi o Sada/Cruzeiro no primeiro set. Depois se perdeu de uma forma assustadora. Marcelo Mendez trocou várias peças, mas a reação não apareceu. Erros de saque, ataque, passe instável… Nem sequer o conhecido entrosamento da dupla William e Wallace funcionou.

Ali Bairani, um dos dois cataris do time titular do Al-Rayyan, definiu bem o feito conquistado ontem:

– Estou sonhando. Jogamos sorrindo, felizes, sem qualquer pretensão. E acho que vamos ganhar muito dinheiro na volta para o Qatar.

E a bolada não deve ser pequena mesmo, já que Simon e Kaziyski, por exemplo, ganharam aproximadamente R$ 110 mil pela disputa do Mundial.

Para sair do Brasil como campeão, o time do Qatar terá de superar os russos do Belogorie Belgorod, liderados pelos 2,18m de Muserskiy, às 19h, no Mineirinho, em Belo Horizonte. E, se conseguir, derrubar definitivamente a tese de que a individualidade pode sobrepor a coletividade. E, se fizer isso, vai ter jogador ganhando camelos ou poços de petróleo do príncipe dono do Al-Rayyan.



  • kleber

    Não acredito que tenha sido zebra não,e sim competência.O time do cruzeiro sempre entrou com soberba e se achando superior a todos os times que estavam no torneio.O problema é que não da pra ter a superliga como parâmetro.Ano passado o nível do mundial foi baixo e todos times estavam vindo das férias pois era início de temporada e só o cruzeiro se preparou,esse ano foi só aumentar um pouquinho o nível técnico do torneio e vimos o resultado.Willian na rede é sempre ponto pro adversário,pois não é por ele ser baixo e sim por não ter impulsão alguma,ontem o Rapha que tem 1,91(não é tão alto) fez 3 pontos de bloqueio, mais do q qualquer jogador do cruzeiro!!!Eles foram muito superiores e se não bobeassem no fim do 1º set,teria sido um 3X0.Oq houve com o “melhor ponteiro do Brasil” felipe?e o craque leal?e o melhor libero serginho?e o mago?kkkkkkkkk se o Willian é mago o rapha mostrou q é o mestre dos magos!kkkkkkk

    • Renato

      Engraçado. Time brasileiro nunca pode perder. Sempre que perde vem essa coisa de teve soberba.. etc etc. Time do All Rayyan individualmente é um timaço. Saria problema pra qualquer time do mundo. Cruzeiro jogou mal e ponto. Não foi por soberba ou algo assim. Sacou mal… não conseguiu parar os jogadores do All Rayyan e ponto final. Chegou na final quem mereceu. Cruzeiro entrou pressionado e não se encontrou. Tem nada a ver com soberba ou algo assim.Isso é conversa de quem não entende nada do Esporte. Ano passado.. o Cruzeiro estava em inicio de temporada como todos os outros. Não desmereça a competição. Até mesmo porque..nos anos anteriores foram no mesmo período e ninguém nunca usou isso como desculpa.

  • Rodrigo

    Daniel sempre leio e comento seu blog e discordo em relação ao Felipe qual o sentido de convocar um jogador de 35 anos baixo sem experiência internacional todos nós sabemos q o cruzeiro se segura no Wallace e leal, a seleção tem q renovar Bernardinho tem razão. O William é outro baixo não tem nada de mago todos os levantadores levantam jaca só q ele da prejuízo na rede,coitado do bruno , pq as derrotas eram sempre dele os atacantes erravam culpa dele e a cada dia se prova q esse garoto Bruno é o melhor levantador do mundo a base. Nada de Felipe, willian, Serginho, Dante, e olhe lá o rapha pq Murilo levantador tem q ter experiência internacional rapha também tem 35 anos daqui a pouco vamos virar a Itália com vermilio, mastrangelo, fei, lasko etc… Futuro essa é a palavra sou fechado com mestre Bernardinho.

  • manu

    Esse torneio mostrou como o nível do nosso volei esta fraco. Porque a seleção tão clamada pelos experts levou uma baita surra do time de uma semana. Estavam cheio de certeza que o Cruzeiro era o melhor time do mundo porque ganham aqui no nosso universo medíocre. Querem encher a seleção de anões beirando os quarenta só porque foram campeões da medíocre superliga.
    Questionam o talento do Bernardo por não ter convocado os jogadores do Cruzeiro, quando na verdade ele tira leite de pedra com os talentos que temos no Brasil no momento. Chegar na final com o talento que se encontra no Brasil hoje e perder para os Russos é um feito e tanto, mas só sabem criticar como se entendessem muito do assunto. Cada vez vejo no volei mas torcedores fanaticos e menos gente que entende algo do esporte. Principalmente quando se envolve um clube de futebol no meio, que já vem cheio de péssimos vícios.

    • Renato

      Time de uma semana mas que tinha vários dos melhores jogadores do planeta. Foi uma verdadeira seleção o time do Al Rayyan assim como o é o Belgorod e o time do Cruzeiro. Cruzeiro entrou pressionado e nervoso e sentiu muito. Não se encontrou. Isso é normal em um jogo.

      • Marcelo

        Tambem o UPCN é na selecao né? Por favor kkkkk Rindo muito.

  • Renato

    É engraçado como tem gente que não entende nada do esporte. E que se quer parece que acompanha os torneio de Volei pelo mundo. Depois fica aqui dizendo um monte de bobagens.. e começam até a desmerecer um trabalho de muito sucesso feito em 5 anos. Brasileiro vive de resultado mesmo. Se perder um jogo.. vira o pior do mundo. Parecem criança que não sabe analisar e discurtir as coisas racionalmente.

  • Roberto

    Quem acompanha o Volei mundial sabe que a Superliga é uma das melhores competições do mundo, juntamente com o Russo, Italiano e Polonês. Volei brasileiro não deve nada pra essas ligas e consegue ser competitivo contra qualquer time de tais ligas. Chamar de fraco só demonstra que não sabe nada do esporte e sequer deve acompanhar torneios internacionais.

  • Rodrigo

    Daniel o vôlei evoluiu e VC e outros na minha opinião errado Bernado está certo tem q pensa para frente temos q anula esse mostro de 2,18 por isso ele tá trabalhando o Gustavo não temos q pensar no agora temos q pensar nas olimpíadas o q adianta ter o Felipe com 35 anos baixo agora se daqui a dois anos não sabemos a condição física dele ,William tambem é ele ou rapha eu prefiro rapha. Muitos reclamaram da convocação do Douglas 2,1m 19 anos, Rodriguinho 2m 18, Maurício. O Lipe fez uma exelente temporada .

    • Jefferson

      Anular o Muserskiy é impossível. Ele é muito alto. No máximo pode atrapalhá-lo um pouco.. Mas anulá-lo… NINGUÉM consegue.

  • Renato

    SUPERLIGA é está entre os 4 melhores torneios do Mundo. Os outros são a Liga Russa, a Italiana e a Polonesa.

  • Marcelo

    Superliga esta muitooo abaxio da liga russa italiana e turca.

  • lucoelho

    Fico pensando se jogar a temporada inteira em 21 pontos e o mundial em 25 não atrapalhou o ritmo de jogo do cruzeiro. Porque são estratégias diferentes, o jogo em 21 e em 25. Sei que o sulamericano também foi em 25 e o Sada ganhou, mas foi só pegar um time melhorzinho (UPCN), para começar a penar.

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo