Deu a louca na Superliga?



Você é um dos favoritos ao título da Superliga feminina? Então cuidado com as zebras que estão soltas neste início de competição!

Ontem, pela segunda rodada, caíram Rexona-Ades e Sesi, duas das principais potências do país.

O time carioca, dez vezes campeão, foi até o Panela de Pressão e perdeu para o Concilig/Bauru por 3 a 1 (26-24, 17-25, 25-22 e 27-25). Já as paulistas, em Santa Catarina, foram superadas pelo Rio do Sul/Equibrasil no tie-break, parciais de 25-23, 15-25, 19-25, 25-21 e 15-12. Vale lembrar que o time catarinense já havia vencido também o Camponesa/Minas.

Festa do Bauru em casa (Marina Beppu/Divulgação)

Festa do Bauru em casa (Marina Beppu/Divulgação)

Os torcedores do Rexona-Ades, do Sesi e do Minas que me desculpem. Mas é interessante ver equipes com orçamento menores deixando, ao menos por algumas rodadas, a condição de meros coadjuvantes. Faz bem ao esporte. Estimula patrocinadores de menor porte a seguirem investindo. Premia trabalhos sérios em quadra. E deixa o campeonato mais interessante.

Triunfos assim são raros no vôlei brasileiro nos últimos anos. Os pequenos (e uso essa palavra com o maior respeito) estão muito distante dos grandes. Basta comparar os elencos.

Camila Paracatu se destacou pelo Rio do Sul (Clovis Cuco/Divulgação)

Camila Paracatu se destacou pelo Rio do Sul (Clovis Cuco/Divulgação)

Ontem, pelo Rexona-Ades, estiveram em quadra as selecionáveis Natália, Fabi, Carol, Monique, além da americana Thompson. É justo citar as ausências de Gabi e Juciely, poupadas. Pelo Sesi, Fabiana e Jaqueline, estrelas da companhia, foram titulares.

E os destaques, em Bauru, acabaram sendo Mari Cassimiro (19 pontos) e o bloqueio, que somou 20. Já pelo Rio do Sul Camila Paracatu e Heloiza anotaram 18 pontos cada.



  • Michel Pereira

    Legal esse novo resultado do Rio do Sul sobre um time de maior investimento. Tá sendo uma espécie de Montes Claros de saia. Se bem que o Sesi ainda não encontrou um melhor nível pra sua atual formação: apesar da ótima contratação de Jaqueline, pecou em contratar duas levantadoras jovens que raramente jogam com o meio, enterrando uma das principais jogadas do time há 2 temporadas atrás, sendo também uma via para desafogar as extremidades.
    Quanto ao resultado entre Rio x Bauru, achei surpreendente. Não ela superioridade do Rio, com maior investimento e, ainda mais importante, com Bernardinho no banco. No jogo contra o Renata/Valinhos notei que com a pífia linha de passe carioca basta trabalhar o saque e não se afobar na virada de bola; Thompson é boa levantadora e tem agilidade, mas, nem na velocidade 5 do creu ela conseguirá fazer milagres com os passes de Natália, Gabi e cia. Mais surpreendente ainda a atuação do Bauru. Digo isso levando em consideração o que elas [não] jogaram nas semifinais contra o Sesi. No papel tem boas jogadoras (Natiele, Mari Casemiro, Bruna, Fê Ísis) e condições de figurar entre os 8 primeiros, basta repetirem o comprometimento e a gana demonstrada ontem contra o Rio; se Garay parar de imitar o showzinho de Jaqueline na temporada passada e fechar com o clube, certamente Bauru pode ter maiores e melhores pretensões na temporada.

    • Billy

      concordo contigo.

  • Alcides Xavier

    Não gosto do termo zebra, afinal os pequenos treinam igual ou até mais que os grandes. Mas Bauru vai surpreender muito, e com a chegada da Garay vai melhorar e muito. Foi um jogão, contra Osaso Bauru já tinha feito um bom jogo apesar de 3/0, contra Rio houve um maior controle emocional e precisão na virada de bola. Bauru vai surpreender muita gente!!!

    • Edu

      Garay já declinou oficialmente o convite do Bauru.Se tiver alguma coisa para ela seria no Minas pela proximidade com a comissão técnica da seleção brasileira.E a confiança de jogar uma Olimpiada pelo acompanhamento pessoal do Paulo Coco.

      • Fernando Marcelo

        Garay ficará desempregada infelizmente, vale a pena ficar sem nada do que se sujeitar segundo ela.

        Depois vai chegando as olimpíadas e começa o desespero.

        • Edu

          Recentemente foi revelado que a Garay era jogadora brasileira mais bem paga do voleibol brasileiro.Houve o atraso por parte do Krasnodar mas pelo silencio que as jogadoras do elenco mantiveram até quase o inicio da temporada é certo que receberam alguma coisa substantiva referente a temporada passada e tinham confiança em receber o restante devido.A propria Kosheleva era a jogadora mais valorizada do mercado europeu e declinou propostas do Fenerbache e do Eczasibasi para continuar por lá, Mesmo sofrendo com os atrasos.Garay optou em não abrir mão do que acha que lhe devem, e ela sabe onde o calo aperta, a negociar uma liberação a custa do perdão da dívida.O que provavelmente os russos lhe proporiam.Então como , no momento,ela não precisa do dinheiro que algum clube lhe pagaria na realidade do voleibol brasileiro – como o Minas e o Bauru – ela prefere ficar mantendo a forma no Nestlé.No ano que vem quando o Krasnodar ficar oficialmente impedido de participar das competições europeias pelas dividas reconhecidas ela deve definir um acordo de pagamento.Por enquanto a Garay acha que não deve perdoar as dividas para conseguir a liberação a estar recebendo muito aquém do total que lhe é devido.

          • Billy

            é isso mesmo.

  • MVP do blog

    Olha desse Sesi, e com o que aprresentou no paulista, nem me admiro ter perdido, porque o time tá ó…
    Já do Rio, confesso que a zebra foi uma agradabilíssima surpresa, e espero que acorra com mais frequência.
    Gosto quando “zebras” acontecem, deixa tudo mais equilibrado e interessante de acompanhar.
    Bauru com Garay (caso ocorra), será um time interessante e que com o qual simpatizo.

  • Edu

    O Nestlé, a principio parece sobrar na competição.Despachou sem dificuldades o Bauru na semana passada.Esta com elenco fortíssimo.Se dá ao luxo de fazer rodizio entre Lise e Ivna e Suellen com a Carcazes nas partidas.Ontem, ao despachar o S.Bernardo que nem conseguiu fazer mais de 13 pontos a partir do segundo set colocou a Diana para jogar a partida inteira.Já que a Dani, por motivo justo, acompanhou o Sidão no dia inteiro de preparação e acompanhamento de sua cirurgia.Esse e um diferencial do Luizomar que longe de ser um gênio tático tem profunda sensibilidade com o manejo do elenco.A Caterina Bosseti,hoje quase uma titular da seleção italiana,afirmou na Europa que ele foi o melhor treinador com que ela já trabalhou.Quanto ao Bauru faltou citar que a Bruna Tenório,as mais belas pernas do voleibol brasileiro, foi a segunda maior pontuadora da partida com 13 pontos.E sua relação com o Bernardo ,no final da temporada passada, foi nada amistosa.Com demonstrações visíveis de grosseria e desprezo público por parte do treinador.

  • JR

    Daniel, do jeito que a SL está, vc terá que fazer um post “Deu a louca na Superliga 2” pq hj o Bento Volei fez um 3×0 sem dó no campeão mundial Cruzeiro. E o Cruzeiro estava com time titular Leal, Wilian, Serginho, apenas Felipe não jogou.
    Isso realmente é ótimo para a SL. Que venham mais grandes jogos por aí, surpresas , emoções e mtas zebras!

    • Daniel Bortoletto

      Já no ar

  • will

    acho muito bom pra superliga é pra essas equipes estimulam mais seus patrocinadores a investir é muito bom ver jogadores como André Nascimento,Marlom e Rivaldo entre outros em ação em começo de temporada também é normal essas derrotas equipes se ajustando e encontrando um melhor condicionamento de jogo pra fazer um segundo turno melhor e chegar bem nos playofs onde é a hora da verdade.
    Pra mim seria mais jogo mesmo a Fernanda Garay no minas do que no bauru nada contra mais o seu conhecimento com a comissão técnica junto com a força do grupo pois elevaria demais o patamar do minas com esse trio fernanda,tandara e rosamaria com a experiência da gattaz no meio poder complicar e muito a vida do Rio,Osasco e Sesi que eu acho nesse caso a 4 força pois não tem jogadas de meio com a fabiana e bia com essas levantadoras..

  • will

    acho muito bom pra superliga é pra essas equipes estimulam mais seus patrocinadores a investir é muito bom ver jogadores como André Nascimento,Marlom e Rivaldo entre outros em ação em começo de temporada também é normal essas derrotas equipes se ajustando e encontrando um melhor condicionamento de jogo pra fazer um segundo turno melhor e chegar bem nos playofs onde é a hora da verdade.
    Pra mim seria mais jogo mesmo a Fernanda Garay no minas do que no bauru nada contra mais o seu conhecimento com a comissão técnica junto com a força do grupo pois elevaria demais o patamar do minas com esse trio fernanda,tandara e rosamaria com a experiência da gattaz no meio poder complicar e muito a vida do Rio,Osasco e Sesi que eu acho nesse caso a 4 força pois não tem jogadas de meio com a fabiana e bia com essas levantadoras..

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo