Deu a lógica no Mundial: Fener campeão



O Fenerbahce repetiu nesta terça-feira 0 3 a 0 no Sollys/Osasco é o novo campeão mundial feminino de clubes.

Merecido pelo que mostrou em Doha durante toda a semana. Quatro jogos, quatro vitórias, sem perder um mísero set. O time comandado por José Roberto Guimarães mostrou uma regularidade acima da média, tem a excelente Fofão ainda em grande forma, a quanto-mais-velha-melhor Sokolova, russa que faz o vôlei parecer fácil, além da polonesa Skowronska, válvula de escape para as bolas mais complicadas, a central alemã Furst, que nem precisou jogar tudo que sabe, e da boa líbero turca Yeldan.

Já o Sollys não repetiu a boa atuação que teve contra o Bergamo. Maior pontuadora do time em todo o Mundial, Natália fez apenas nove pontos e não fez a diferença. Thaisa foi a melhor, pontuando no ataque, saque e block. Mas os 14 acertos não foram suficientes para impedir o 3 a 0.

O título ficou em boas mãos.



MaisRecentes

Coluna: O Brasil queria receber os Pré-Olímpicos de vôlei. Mas…



Continue Lendo

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo