Deu a lógica mais uma vez



No complemento das quartas de final da Copa Brasil masculina, Sada/Cruzeiro e Sesi avançaram. O primeiro sem sustos. Já o segundo…

Em casa, os mineiros encerraram uma sequência de atuações pouco convincentes com um 3 a 0 sobre o São Bernardo, time com histórico de complicar jogos contra os atuais campeões mundiais. Wallace e Leal, com 12 pontos, lideraram o Sada/Cruzeiro.

Por vaga na final, o time de Marcelo Mendez enfrentará o Brasil Kirin, no próximo dia 23, às 18h30, em Maringá.

Já o Sesi esteve a um set da eliminação, após sofrer a virada do Moda/Maringá, mas reagiu no quarto set e faturou no tie-break. Na semi, dia 23, às 21h, duelo com o Kappesberg/Canoas, em novo encontro dos irmãos Endres.

Ver os paranaenses endurecendo jogo contra um favorito não deveria surpreender, graças ao elenco que Douglas Chiarotti. Mas muitas vezes surpreende sim pela instabilidade que o time ainda apresenta. A motivação de poder jogar em casa a semi também deve ser levada em consideração nesta “superação”. É inegável que ter o Maringá ao menos na semifinal já ajudaria a incendiar esta reta final de Copa Brasil. Mas o Sesi não deixou e, com sustos, cumpriu sua obrigação como favorito.

Por vaga na decisão, Sada/Cruzeiro e Sesi continuarão carregando o favoritismo. Não acredito, porém, em partidas fáceis e terminadas em 3 a 0. E vocês?

 



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo