A desnivelada abertura das semifinais da Superliga Feminina



25-12, 25-13, 25-17, 25-18, 25-19 e 25-20.

Essas foram as parciais de seis dos sete sets disputados na abertura das semifinais da Superliga Feminina. Mostra nitidamente a falta de equilíbrio e a superioridade dos vencedores Vôlei Nestlé e Rexona-Sesc sobre os rivais Dentil/Praia Clube e Camponesa/Minas, respectivamente, na noite desta sexta-feira.

Em Osasco, a abertura do playoff foi marcada por três ausências de peso: a levantadora Dani Lins pelo time da casa e as centrais Walewska e Fabiana pelo lado mineiro. E quem sentiu menos foi a equipe comandada por Luizomar de Moura. Mesmo depois de perder a primeira parcial por 27-25, o Vôlei Nestlé, com a experiente Carol Albuquerque no levantamento, mostrou força para reagir e virar o placar. Bia e Tandara tiveram grande atuação, com dez pontos de bloqueio para a central e 26 acertos no total para a ponteira, maior pontuadora do confronto.

A facilidade no decorrer do jogo foi tamanha que as três parciais mais baixas do primeiro parágrafo deste texto aconteceram no José Liberatti. Irreconhecível em todos os fundamentos esteve o Praia.

Em Belo Horizonte, o Rexona-Sesc foi consistente, inteligente e taticamente quase perfeito para anular as peças mais importantes do Minas e conquistar importante triunfo fora de casa. A estratégia carioca começou a funcionar no saque e assim facilitou outro fundamento: o bloqueio. As atacantes mineiras, com o passe muitas vezes quebrado, pareciam intranquilas, ansiosas e muitas vezes optaram pela bola na central. E assim fizeram Juciely e Carol deitarem e rolarem. Gabi ganhou o VivaVôlei pela terceira vez seguida.

O consolo para Praia e Minas é que nesta temporada os playoffs semifinais são em melhor de cinco jogos. É possível reagir.



  • Kleber Alves

    O nível de jogo da SL B estava mais emocionante.

MaisRecentes

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo

E vem mais um Zenit Kazan x Sada/Cruzeiro por aí!



Continue Lendo