Depois de bater na trave no masculino, La Décima sairá no feminino?



O décimo título do Brasil na Liga Mundial ficou no quase em 2014, semanas atrás. Será que a décima conquista no Grand Prix sairá?

É o que começaremos a ver nesta sexta-feira, dia do início das disputas nos três grupos principais da competição. A estreia brasileira acontecerá contra a China, às 12h30 (de Brasília), na cidade de Sassari, na Itália, com transmissão pelo SporTV. Uma partidinha bem complicada para uma primeira rodada, diga-se de passagem, ao se analisar estilo de jogo, tradição e montagem do time para a Olimpíada de 2016.

E vejo tal cenário como uma das diferenças entre jogos entre homens e mulheres atualmente. Julgo o feminino com mais equilíbrio entre as equipes com capacidade de disputar o título do que o masculino. Brasil, Rússia, Estados Unidos, Sérvia, Itália, China, Alemanha, Japão…  Não quero dizer que todos os times citados aqui estão no mesmo patamar. O primeiro trio está acima, com um bloco numeroso no patamar inferior, além de outras minas vagantes, termo que costumava ouvir bastante de Bernardinho, presentes na competição e que nem doram citados.

É bem mais comum ver jogos parelhos entre as mulheres. Parelhos e atraentes, diria. E não faço qualquer duplo sentido aqui com beleza das atletas. A chave para um jogo atraente de vôlei, na minha visão, inclui pontos mais longos, rallies que fazem times e torcedores perderem o fôlego. Infelizmente, a força dos jogos no masculino transformou rallies em raridades.

Da lista acima, é difícil cravar as que avançarão para as finais. Pelo regulamento, das 12 seleções dos “grupos de elite” quatro se classificam. Além dos citados acima, os demais participantes são República Dominicana, Turquia, Coreia e Tailândia. Irão se juntar ao quarteto Japão (sede das finais) e o vencedor dos grupos J a O (Argentina, Bélgica, Canadá, Cuba, Holanda, Polônia, Peru e Porto Rico) disputarão o título.

Sobre o Brasil, algumas dúvidas ainda estão no ar e o decorrer do GP ajudará nas respostas, até como foco no Campeonato Mundial:

1 – O time agora sem Fabi. Camila Brait vai manter o nível que a antiga titular dava no passe e principalmente na defesa?

2 – A possibilidade de variação na montagem da linha de passe. Uma especialista no fundamento e outra com ataque mais forte? Exemplo: Garay/Gabi, Garay/Natália, Jaqueline/Gabi ou Jaqueline/Natália. Duas passadoras mais consistentes: Garay/Jaqueline. Ou ainda uma formação com Gabi e Natália, instáveis no passe mas potentes no ataque?

3 – Com Fabiana e Thaisa como pilares do time, qual será a reserva imediata? Carol, que vem numa crescente, vai desbancar Adenízia e Juciely?

4 – Por fim, uma disputa interessante pela reserva de Sheilla. A estreante Andreia, a regular Monique e Tandara, que está voltando de lesão. Bons motivos para Zé Roberto ter dor de cabeça.

 

 

 

 

 



  • Marcus Salvador

    Voce coloca a Garay como especialista no passe , nao concordo , mas é a melhor tirando a Jaque , acredito que o Zé comece com Garay e Gabi , mas acaba o Grand Prix com Jaque e Garay !!

  • Aline

    Uma coisa “RIDÍCULA” que eu não consigo entender é a MANIA que o Zé tem de querer detonar as OPOSTAS:
    1. A MONIQUE está super-bem de oposta, porquê ficar testando ela de ponteira? A MICHELLE, é ponteira de ofício, se for pra usar a MONIQUE na ponta, porque ele não convocou a MICHELLE que já é ponteira? Porque ele não convocou as 2 MONIQUE E MICHELLE e testa cada uma na SUA POSIÇÃO?
    2. A MARI era uma EXCELENTE OPOSTO, o Zé fez a MARI virar ponteira para acabar com a raça dela e todo mundo ficar gritando SACA NA MARI! Mesmo assim, MARI guerreira foi CAMPEÃ OLÍMPICA mesmo quinando alguns passes.
    3. Depois foi a vez de NATÁLIA ZIGLIO, como OPOSTA, NATÁLIA esteve na melhor fase da sua carreira, veio o FANTASMA DA MUDANÇA DE POSIÇÃO e NATÁLIA virou uma ÁGUA BARRENTA e veio o coro SACA NA NATÁLIA!
    DÁ PRA DEIXAR A MONIQUE DE OPOSTO E A MICHELLE DE PONTEIRA, POR FAVOR, SR. ZÉ ROBERTO???

    • Fernando

      Pq não temos ponteiras de força…
      Levar Michele para uma competição dessas ou querer prepará-la para o mundial? Oi?

  • Rafael Pais Fernandes

    Das centrais, acho Adenízia em pior fase tecnicamente, mas Zé Roberto não acha isso.

    Sobre as ponteiras, Garay é a melhor ofensivamente e dá pouco prejuízo no fundo. Jaqueline, a melhor no fundo. Gabriela é mais regular que Natália. E ainda tem Tandara, que, recuperada, eu poria no time titular com a Garay. Cortaria a Natália, mas é óbvio que o Zé Roberto não vai fazer isso. Se ele a levou pras olimpíadas sem poder saltar…..

    Como ele tem que levar as duas líberos, uma das opostas vai sobrar, e deve ser Andréia. Monique é bem regular, e deve ser a reserva de Sheilla, se Tandara for pra ponta.

    Ana Tiemi tá fora e Camilla vai ter que evoluir. O Brasil vai ter que penar muito pra ser campeão mundial.

    Aline, a Michelle foi convocada, mas saiu pra colocar silicone e voltou pro Mundial Militar. Não sei se voltou a treinar efetivamente com a seleção depois disso.

  • klaus

    Acredito que a seleção pode conquistar o 10º título do Grand Prix e estou achando interessante o Zé Roberto usar a Munique na ponta.Quanto mais polivalente forem as jogadoras, mais opções táticas o técnico terá.Mudando um pouquinho de assunto, que bela entrevista do Sérgio Negrão, técnico do Brasília, falou tudo o que muitos pensam a respeito de certa pessoa.Lavou a minha alma.

    • Paulo

      A idade chega para todo mundo né? Vivia criticando o ranking nos tempos do Leites Nestlé, agora que chegou a época de vacas magras acordou para a realidade, fora que onde que o E.C. São Caetano e Osasco precisaram de convite para disputar Superliga? Eles estão na ativa desde os tempos da Liga Nacional.

  • Jurias

    Olá Daniel, desculpe usar o espaço para o comentário para fazer um pedido.

    A quem puder me ajudar:
    Estou à procura de 2 ingressos para comprar para o sábado e o domingo (ou pelo menos um destes dois dias) da fase do Grand Prix em São Paulo na próxima semana. Quem puder me ajudar a encontrar, agradeço muito. Minha esposa e eu nunca tivemos a honra de ver a seleção feminina brasileira ao vivo, apenas pela tv.

    Muito obrigado,
    jurias712 @ gmail.com

    • Fernando

      Olá Jurias, eu tenho 3 e acho que vou ganhar mais 2.
      Mantenha contato comigo, posso fazer o preço do site para ti.

      • Jurias

        Olá Fernando,

        Obrigado pelo contato. Se puderes enviar uma mensagem para meu email ou compartilhar teu endereço de email, agradeço.

  • Paulo

    Da onde saiu isso da Monique como ponteira? Ela disputou os últimos amistosos nessa posição pela ausência da Jaque e os problemas físicos da Tandara.

  • hicham

    Tenho quase a certeza que o Brasil ganhará o Grand Prix e também o Mundial. O Brasil estará cada vez mais entrosado e forte e aí não terá para ninguém.Eu acredito que a seleção estará iluminada e que Deus as ajudem.Vamos ser patriotas e torcer muito para elas gente.Abraços á todos…

  • Andréa

    Jaque tem que ser titular!!!! Ela e Garay nas pontas.

  • Luiz

    No outro dia eu estive pensando. Acho que o time de Bernardinho vai perder TUDO até 2016, mas exatamente neste ano vai se consagrar Campeão olímpico. O de Zé Roberto, por sua soberba, vai ganhar tudo até 2016, e vai sofrer um verdadeiro VEXAME dentro de casa, no Rio de Janeiro. As Russas serão campeãs aqui… cara, meu coração até pulou agora. Esta história Brasil x Rússia não terminou em Londres. Algumas jogadoras Russas já disseram que vão fazer a seleção brasileira chorar… ai, ai… ai… será que isso que elas estavam se referindo?

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo