Definida a fase final do Grand Prix



Vejam só vocês.

A badalada Rússia entrou na terceira semana do Grand Prix invicta e à frente do Brasil. As duas potências, pela lógica da capacidade técnica, cairiam na mesma chave na fase final em Macau. Algo já comentado aqui antes: injusto, já que a outra chave beneficiaria a China, dona da casa.

Então a Rússia perde para a Coreia, ganha apenas no tie-break da Sérvia e leva uma lavada do Japão por 3 a 0, com Gamova & Cia. em quadra, e cai para o terceiro lugar, atrás dos Estados Unidos.

Assim, a chave brasileira (que a FIVB não nos surpreenda com alguma novidade) na próxima fase terá EUA, Itália e Japão. A Rússia, por sua vez, pegará China, Sérvia e Tailândia.

Pela lógica (ela novamente), será muito difícil Brasil e Rússia não avançarem à semifinal. Seriam duas zebraças. Mas é mais possível que elas se cruzem na disputa por vaga na decisão. E aí vocês podem chamar, sim, de final antecipada.

Deixarei minha aposta para os próximos dias, quando lançarei o bolão das finais.



MaisRecentes

Brasil larga bem na segunda fase do Mundial



Continue Lendo

Os prováveis participantes do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo

Brasil “mapeia” os perigos para duelo com a Austrália



Continue Lendo