Decisão é com a Drussyla. Sesc em vantagem pelo título



Drussyla brilhou na final em jogo único da Superliga 2016/2017. E abriu a decisão, agora em duas partidas, da atual temporada novamente com excelente atuação.

Com 22 pontos, ela liderou o Sesc na vitória por 3 sets a 1 sobre o Dentil/Praia Clube, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro, parciais de 26-24, 25-19, 22-25 e 25-17. A ponta não poderia deixar o ginásio sem levar o Troféu VivaVôlei Cimed.

Para quem não se lembra, Drussyla assumiu a titularidade da competição passada durante as semifinais contra o Camponesa/Minas. E foi mantida no lugar da holandesa Anne Buijs na disputa de título contra o Vôlei Nestlé. O coelho tirado da cartola por Bernardinho mudava de status no vôlei nacional a partir daí.

Drussyla foi destaque do Sesc no ataque durante o jogo na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico (Divulgação CBV)

Neste domingo, Drussyla começou o jogo sendo caçada pelo saque do Praia. A estratégia deu resultado e as mineiras abriram vantagem: 10 a 5. O Sesc parecia nervoso, com erros de saque em sequência e dificuldade na virada de bola. Depois do primeiro tempo pedido por Bernardinho, o time da casa começou a se acertar. E a virada aconteceu após dois aces de Drussyla em Amanda: 15 a 14.

E a ponta seguiu como protagonista também no ataque e chegou a nove ao fim da parcial, fechada pelo Sesc em um bloqueio. Vale lembrar ainda que o Praia teve 22 a 21 e a bola para armar um contra-ataque, mas Fabiana falhou em um passe fácil para Claudinha.

O segundo set começou com mais um caminhão de erros do Praia. Fernanda Garay falhou no ataque, na sequência um erro na combinação da jogada entre Claudinha e Walewska, depois foi Fawcett no ataque, dois toques de Walewska. Para complicar a vida mineira, até o desafio eletrônico para ajudar a arbitragem errou após um ataque tocar no bloqueio do Sesc e o ângulo da imagem do replay não deixar isso claro. Paulo Coco mexeu em várias peças, mas sem sucesso. O Sesc chegou a abrir 24 a 14, até Claudinha ir para o saque. Foi o melhor momento mineiro no set, com cinco pontos seguidos, um dele após erro clamoroso da arbitragem, que não viu a bola após um ataque do Sesc tocar no chão e entendeu como defesa de Suelen. Um juiz de linha chegou a marcar, mas não foi atendido pelo árbitro Rogério Espicalsky. Mas com uma diferença tão grande as donas da casa fecharam em 25 a 19.

No tudo ou nada, o Praia saiu em vantagem no terceiro set. E manteve-se no comando do placar até o início do último terço da parcial, quando o Sesc empatou em 18 a 18. O Praia abriu 22 a 20, cedeu o empate após dois erros, mas nãos e abalou para conseguir fechar em 25 a 22, após Gabi falhar na recepção do saque de Fernanda Garay. O nome do set foi a americana Fawcett.

Coco manteve Carla no lugar de Amanda no quarto set, aposta no aumento do poderio ofensivo. E a tônica da parcial foi a oscilação. O Praia abriu dois pontos, Bernardinho parou o jogo. O Sesc marcou quatro em sequência, virou e foi a vez do tempo ser pedido pelo Praia. Após um bloqueio em Fawcett, ele gastou o segundo, com desvantagem de 16 a 12. Mas o time não conseguiu mais reagir e tirar a diferença do Sesc, que fechou em 25 a 17, após uma série de falhas no passe mineiro e dois pontos seguidos de Drussyla no ataque. Muito justo citar a participação de Mayhara, com seis pontos de block na partida.

Para deixar claro o regulamento para todos. No segundo jogo, no próximo domingo, às 9h10, no Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia, o Dentil/Praia Clube precisa de vitória, por qualquer placar, para forçar o golden set ou super set, como estão falando nas transmissões pela TV. Nada mais é do que um set extra até 25 pontos, que em tese substitui uma terceira partida. Para conquistar seu 13º título, o Sesc terá duas chances: vencer o jogo ou a parcial extra.

Confira abaixo uma galeria com fotos da partida:

VEJA TAMBÉM

+ A primeira convocação de Zé Roberto para a Seleção feminina em 2018

+ Renan chama dez novatos para a Seleção masculina

 



MaisRecentes

Um dia após adeus de Dante, chega a vez de André Nascimento parar



Continue Lendo

Chegou a hora de conhecer o campeão da Superliga



Continue Lendo

Personalidades do vôlei se despedem de Dante



Continue Lendo