Cruzeiro: vitória, festa no Mineirão e “folga” no Carnaval



O Sada/Cruzeiro vai poder curtir o Carnaval com a fantasia de líder da Superliga Cimed Masculina.

Neste sábado, no Ginásio do Riacho, em Contagem, a 14ª vitória em 16 jogos foi conquistada em cima do Ponta Grossa/Caramuru por 3 sets a 0, parciais de 25-16, 31-29 e 25-23. Com 43 pontos, o Cruzeiro, com um jogo a mais, segue na primeira colocação, quatro acima do Sesc, que passou no Paraná pelo Copel Telecom/Maringá também em sets diretos (25-17, 25-19 e 25-20).

Exatamente por ter já disputado uma rodada a mais do que os principais rivais, o time de Marcelo Mendez ganhará uma folga no Carnaval, já que o próximo compromisso acontecerá apenas no dia 16 de fevereiro, contra o Juiz de Fora, novamente no ginásio do Riacho, em Contagem. Já o próximo jogo do Sesc será contra o Ponta Grossa, na quinta, no Rio de Janeiro.

Já o desfile carnavalesco do Sada/Cruzeiro começará neste domingo. No Mineirão, o time de vôlei dará uma volta olímpica com a taça de tricampeão da Copa Brasil, antes do jogo entre Cruzeiro e América, às 17h. Já virou tradição o maior palco de futebol de Belo Horizonte receber jogadores e comissão técnica do vôlei após os maiores feitos.

Contra os paranaenses, Marcelo Mendez poupou dois titulares: o levantador Uriarte e o central Isac, escalando assim Fernando Cachopa e Éder Levi, respectivamente.

Comemoração do Sada em casa, com Cachopa e Éder Levi, as novidades do time contra Ponta Grossa (Renato Araújo/Divulgação)

Quem brilhou foi o oposto Evandro, maior pontuador com 19 acertos e vencedor do Troféu VivaVôlei Cimed. Leal colaborou com 13, dois a mais do que Simon.

– A gente fez um primeiro set muito bom. No segundo e no terceiro cometemos alguns erros e eles também sacaram muito bem. Mas nos momentos decisivos nós conseguimos definir e o principal é ter conseguido essa vitória e garantido os três pontos em casa. A competição está entrando na reta final e precisamos manter um crescimento – disse Evandro.

 



MaisRecentes

Copa altera o status da Seleção Brasileira masculina



Continue Lendo

Coluna: Vale prestar atenção na vizinhança



Continue Lendo

Coluna: Já esperava ver a Seleção em outro patamar



Continue Lendo