Cravei o primeiro, com folga



100% de aproveitamento no primeiro jogo da fase final. Cravei no bolão a vitória americana por 3 a 0 dos Estados Unidos sobre o Japão.

O time americano não me surpreeende. Funciona muito bem taticamente, tem em Hooker a jogadora de segurança no ataque, conta com a experiência de Logan Tom e Bown e vai dar muito trabalho em Macau na busca pelo bi. Quem não me convence é a ex-mais gordinha (não que esteja em plena forma, mas parece que está menos redonda. Ou será que estou com sono?) Berg.

O Japão me surpreendeu, mas negativamente. Um passe instável, que fez Takeshita correr para todos os lados da quadra. Assim, sem usar com constância as centrais, sobrou vários bolas altas para Saori Kimura. Grande candidata à lanterninha do grupo.

PS: Não esperem mais comentários na madrugada de hoje. Agora, só com o sol brilhando.



MaisRecentes

Passe virou a dor de cabeça do Brasil



Continue Lendo

O vice deixou algumas boas notícias para o Brasil



Continue Lendo

Coluna: Significados da volta de Sheilla e Fabiana



Continue Lendo