Corte de Paula Pequeno e Natalia



A definição da Seleção Brasileira feminina para o Sul-Americano gerou discussão nas redes sociais.

José Roberto Guimarães optou por cortar as pontas Paula Pequeno e Natalia.

A primeira foi uma questão técnica, segundo o treinador. A jogadora não irá atuar no Peru, mas fará parte do grupo que disputará o Pan-Americano de Guadalajara. Assim, que ficará fora da competição mexicana será Sassá.

Já a ausência de Natalia se deve, mais uma vez, por problemas na canela esquerda. Ela voltou a sentir dores no local operado para retirada de um tumor, este ano, e será poupada.

– Resolvemos segurar a parte de salto nos treinamentos para ela chegar 100% na Copa do Mundo – explicou Zé.

Estão à disposição do treinador brasileiro no Peru as levantadoras Dani Lins e Fabíola, as opostos Sheilla e Tandara, as ponteiras Fernanda Garay, Mari, Jaqueline e Sassá, as centrais Thaisa, Fabiana e Juciely e a líbero Fabi.

Hoje, às 18h, estreia contra o Paraguai. Depois encara Chile e Argentina pela primeira fase. Os dois melhores avançarão para a semifinal.

A minha opinião: como o Sul-Americano é uma baba, Zé Roberto pode fazer mais testes, com Garay, Tandara e Sassá, vai abrir espaço para o retorno de Jaqueline, além de não correr o risco de perder Natalia para a principal competição do ano.



MaisRecentes

Os números ajudam a entender melhor o Mundial



Continue Lendo

Tabela dos playoffs do Paulista masculino



Continue Lendo

Sorteio coloca EUA e Rússia no caminho do Brasil



Continue Lendo