Contra a Alemanha, Sassá deve ganhar chance



Sassá deve ser a novidade no time brasileiro no duelo com a Alemanha, neste domingo, às 10h, no Ibirapuera.

É a oportunidade que a líbero, em sua estreia internacional na nova posição, precisa para ganhar ritmo de jogo antes da terceira etapa do Grand Prix, na Itália, na semana que vem, quando será titular diante de Rússia, Bélgica e das donas da casa.

Foi nesta função a grande mudança de José Roberto Guimarães nas listas para Pan-Americano e finais do GP. O planejamento inicial era manter Camila Brait no grupo do GP e escalar Léia no Pan. Porém, a lesão muscular na coxa que Léia sofreu na Tailândia fez com que os planos fossem alterados. Como Sassá não estava inscrita para o Pan, Brait entrou nesta lista. E as outras duas ficaram como opções para a competição anual da FIVB.

Segundo o médico Julio Nardelli, Léia tem chance de estar recuperada para as finais do Grand Prix, em Omaha (EUA). Ela está fazendo tratamento intensivo em São Paulo.



MaisRecentes

Brasil bateu recordes no Pan. Mas os vôleis ficaram devendo



Continue Lendo

Coluna: Brasil precisa aprender a perder



Continue Lendo

Passe virou a dor de cabeça do Brasil



Continue Lendo