Como dizem os italianos, Brasile K.O



Após um tie-break eletrizante, a Seleção Brasileira masculina sofreu sua primeira derrota na Copa do Mundo, diante de uma guerreira Itália, parciais de 25-16, 20-25, 18-25, 25-21 e 22-20.

Para deixar o revés ainda mais doloroso, o Brasil desperdiçou três match points no set decisivo. O resultado fez o time cair para o terceiro lugar, com sete pontos, dois a menos do que Rússia (fez 3 a 0 nos EUA e está jogando bem) e Polônia (bateu a Argentina por 3 a 1).

Nesta madrugada, a Seleção não conseguiu parar o oposto Lasko, que terminou o jogo com 27 acertos. Bernardinho apontou o canhoto como diferencial do duelo. Nos fundamentos, o Brasil ficou atrás da Azzurra no bloqueio (16 a 10) e no saque (9 a 5).

Não vejo esssa derrota como como tragédia, como já li e ouvi na redação do LANCE! hoje. Essa geração já se cansou de ganhar jogos apertados pela diferença mínima. Só é preciso saber digerir agora o doído revés, pois a ingrata tabela da Copa reserva uma verdadeira decisão na próxima rodada para o Brasil. Na quinta, duelo contra os russos. Manter-se na briga pelo título passa pela reabilitação.

Sobre a atuação do Brasil, destaco os 17 pontos feitos pelo central Sidão (12 no ataque, três no bloqueio e dois no saque) e sinto falta de uma maior presença do Murilo, que anotou apenas nove, com pouco mais de 22% de aproveitamento no ataque.



MaisRecentes

Vaivém: Site crava volta de Hooker ao Osasco



Continue Lendo

Brasil não toma conhecimento da Argentina



Continue Lendo

Termina a parceria campeã olímpica de Alison e Bruno Schmidt



Continue Lendo