Começou a Copa do Mundo masculina



Começou nesta madrugada, no Japão, a versão masculina da Copa do Mundo.

12 seleções, todos contra todos em uma maratona de 11 jogos em 16 dias e duas vagas olímpicas para a Rio-2016 em jogo.

Do favoritos, Estados Unidos, Polônia e Rússia venceram seus jogos por 3 a 0, respectivamente diante de Austrália, Tunísia e Venezuela. Certamente os três estarão na briga até o fim pelos lugares na Olimpíada.

Além deles, coloco outras quatro seleções com capacidade de incomodar: Itália, Canadá, Argentina e Irã. E elas acabaram fazendo os confrontos diretos mais interessantes da primeira rodada.

O cubano Juantorena, que agora defende a Itália (FIVB Divulgação)

O cubano Juantorena, que agora defende a Itália (FIVB Divulgação)

Os hermanos, de virada, fizeram 3 a 1 (25-27, 25-22, 25-22 e 26-24) nos iranianos. No banco de reservas, Julio Velasco comandando os argentinos contra o time que ajudou a construir e colocar nos holofotes internacionais. Conte marcou 26 pontos.

Já a Azzurra também precisou de quatro sets (25-19, 25-20, 22-25 e 25-13) para bater o time de Gavin Schmitt, autor de 15 pontos. Pelo lado italiano vale ficar de olho na dobradinha Juantorena, cubano como muita força e talento, e Zaytsev, perdoado após os excessos no Rio antes das finais da última Liga Mundial.

Como pôde ser lido, a Copa do Mundo masculina terá, no papel, bem mais equilíbrio do que a recém-terminada competição feminina.



  • Rafael silva

    Essa copa do mundo tem uma divisão simples:
    Os favoritos a vaga olímpica
    EUA,Rússia,Itália, Polônia

    Os que podem incomodar os favoritos
    Argentina, Ira,Camada,Austrália

    Os sacos de pancada
    Japão, Tunísia,Egito, Venezuela
    Essa competição promete ser um pouco mais equilibrada que a feminina.

  • silas antares

    Essa copa será muito disputada por Polônia, EUA e Rússia. Agora,atenção com o Irã, que pode ser a versão masculina da Sérvia, a qual foi considerada por alguns como zebra, perdeu na estréia para a China(assim como o Irã perdeu para a Argentina), desbancou dois favoritíssimo EUA e Rússia e ficou com uma vaga para o Rio 2016. Outra coisa que observei foi que pareceu que os irananios estava respeitando demais os argentinos por causa do Júlio Velasco. Dava pra ver até na comemoração deles, bem comedida.

  • silas antares

    corrigindo: os iranianos estavam

  • will

    Acabei de acompanhar o duelo de gigantes entre Rússia e Polonia os poloneses jogaram demais deu um mole no 1 set quando estava 24 a 20

MaisRecentes

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo