Começa a nova era do Flamengo no vôlei



O Flamengo retomou oficialmente nesta quarta-feira o seu projeto de vôlei.

A equipe feminina, que buscará vaga na elite da Superliga, foi apresentada na Gávea. Sempre com a lembrança de uma geração vencedora liderada por Leila e Virna, quase 20 anos atrás.

Relembrar o passado, reforçar a atual filosofia da gestão do clube e reforçar a importância da mentalidade vencedora foram alguns pilares no discurso dos dirigentes do Flamengo durante a apresentação das jogadoras e da comissão técnica.

– O voleibol sempre teve uma tradição enorme dentro do Flamengo. As equipes de Jacqueline e Izabel, de Virna e Leila, do Nalbert nas categorias de base, de Bernard e Tande, de Ênio Figueiredo e Radamés Lattari, entre outras tantas gerações anteriores, não saem do imaginário rubro-negro. Agora, com a estrutura montada, pés no chão – mas com a ambição da vitória lá no alto – e com um projeto estruturado, chegou a hora de retomarmos esse sonho. A força do Manto Sagrado vai nos levar de volta à Superliga A, para seguirmos o caminho da elite do voleibol nacional – comentou Alexandre Póvoa, Vice-Presidente de Esportes Olímpicos.

Apresentação do novo time do Flamengo (Divulgação Staff Images)

– Depois de cinco anos reestruturando a base do vôlei rubro-negro, incluindo a infraestrutura, iniciaremos uma nova jornada objetivando a volta à elite do voleibol feminino brasileiro. Estou feliz por mais uma etapa vencida na base e muito confiante nesse novo grande desafio – completou o diretor Marcelo Vido.

Para jogar a Superliga B, o Flamengo terá um time jovem e sem grandes estrelas. O elenco é formado pelas pontas Nayara Felix (capitã da equipe), Natasha Valente, Juliana Ribeiro e Thayná Soares; as opostas Angélica Caboclo e Maria Bárbara Bierman; as levantadoras Rafaela Lima, Thaís Oliveira e Laura Canedo; as centrais Juliana Mello, Nandyala Gama e Luiza Scher; e as líberos Fernanda Oliveira e Paola Cascardo.

As atletas já treinam para a disputa do Campeonato Carioca, ainda sem data definida, e da Superliga B, torneio que acontecerá a partir de janeiro.

LEIA TAMBÉM

+ Apresentado, Praia vê Mundial como maior objetivo



MaisRecentes

Entrevista Skowronska: “Estou apaixonada pelo Brasil”



Continue Lendo

Duelo entre pai e filho pelo Campeonato Paulista



Continue Lendo

Brasil perde segunda para os Estados Unidos



Continue Lendo