Com reservas em quadra, Brasil vence outra



No primeiro jogo após a classificação para as finais do Grand Prix, a Seleção Brasileira feminina, com várias reservas em quadra, manteve sua rotina vencedora e passou pela República Dominicana por 3 sets a 0, parciais de 25-19, 25-11 e 29-27, em Bangcoc, na Tailândia.

Foi a oitava vitória em oito jogos do Brasil, líder disparado da competição.

Como já havia sinalizado, José Roberto Guimarães usou a partida para fazer testes. Thaisa, Jaqueline, Sheilla e Fernanda Garay nem sequer entraram em quadra. Das titulares, apenas Fabiana e Camila Brait atuaram como titulares, com Dani Lins entrando nas inversões.

Zé já havia dito nos jogos em São Paulo que levar as 16 jogadoras que tem à disposição (Ana Tiemi está machucada) para a Tailândia serviria para dar ritmo para as reservas e ajudar na análise para definir as 14 que irão participar do Campeonato Mundial da Itália, em setembro. Deste grupo, Adenízia e Monique ficaram fora das relacionadas para a etapa de Bangcoc.

Foi a vez, então, de Carol, Gabi, Natália, Tandara e Fabíola. E a ponta Gabi, que foi destaque na conquista do Grand Prix do ano passado, saiu de quadra como a maior pontuadora, com 18 acertos (14 de ataque e 4 de bloqueio). A capitã Fabiana colaborou com mais 15. A central Carol foi a única a pontuar em todos os fundamentos (3 de ataque, 2 de bloqueios e 2 de saque).

Enquanto o Brasil testa, as outras seleções sofrem em busca da classificação. Vejam que hoje os Estados Unidos precisaram de cinco sets para vencer a Tailândia e se complicaram um pouco mais, enquanto a China, vice-líder no geral, perdeu também no tie-break para a Sérvia. Pelo jeito, a Seleção só conhecerá mesmo seus rivais na final após o término da rodada de amanhã.



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo