Com julgamento de Leal, vai começar a final da Superliga masculina



O campeão da Superliga Cimed Masculina 2017/2018 começará a ser definido neste sábado, às 15h, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Mas a partida entre Sada/Cruzeiro e Sesi terá uma importante “preliminar” na tarde desta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

O ponta Leal será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva da Confederação Brasileira de Voleibol pelo ocorrido ao fim da quarta partida da semifinal contra o EMS/Taubaté. Relembre aqui.

O cubano naturalizado brasileiro foi denunciado no artigo 258. Abaixo o que a definição dele no Código Brasileiro de Justiça Desportiva e as possíveis punições:

“Art. 258. Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código.
PENA: suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.  § 1º É facultado ao órgão judicante substituir a pena de suspensão pela de advertência se a infração for de pequena gravidade. (AC).

Art. 258-A. Provocar o público durante partida, prova ou equivalente.
PENA: suspensão de duas a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código”.

sul-americano

Leal em ação pelo Sada/Cruzeiro (Divulgação)

O EMS/Taubaté também será julgado no artigo 213 (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: I – desordens em sua praça de desporto; II – invasão do campo ou local da disputa do evento desportivo; III – lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo. PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).
§ 1º Quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial).

Não creio que seja necessário escrever muito sobre a importância de Leal para Marcelo Mendez no Sada/Cruzeiro. Com ele em quadra o time é um. Sem ele é outro bem diferente. Olho no tribunal nesta tarde, no “primeiro capítulo” da final da Superliga.

LEIA TAMBÉM

+ Mais renovações no Dentil/Praia Clube



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo