Com França na final, Liga terá campeão inédito



A Liga Mundial terá, em sua 26ª edição, um campeão inédito: Sérvia ou França.

Depois de mais um tie-break, neste sábado, os franceses se transformaram no segundo finalista da Liga Mundial, parciais de 25-23, 25-23, 19-25, 22-25 e 17-15.

Será a quinta final dos sérvios e a segunda dos franceses. Em 2003, 2005 e 2009, o Brasil estragou a festa da Sérvia. O mesmo aconteceu em 2006 com a França. O outro revés sérvio foi contra os EUA em 2008.

Ngapeth em um dos seus explosivos ataques (FIVB Divulgação)

Ngapeth em um dos seus explosivos ataques (FIVB Divulgação)

A classificação francesa teve um roteiro bem parecido com o da preliminar. O finalista abriu 2 a 0, viu o rival reagir, forçando o tie-break, mas teve forças para se recuperar na parcial decisiva. E o que foi o tie-break!

O bloqueio fez a diferença no quinto set a favor do time francês. Foram quatro pontos no fundamento, incluindo o último, de Ngapeth, num simples em cima de Kurek, o grande nome da Polônia, que já havia marcado 25 pontos no ataque. Os franceses, na verdade, comemoraram duas vezes a ida para a final. Após a explosão de alegria de Ngapeth, a Polônia solicitou o desafio. Um último suspiro, tentando descobrir se as câmeras haviam captado alguma irregularidade na ação. Depois de mais de dois minutos de espera, com o time francês abraçado no centro da quadra, o telão do ginásio mostrou que nada de anormal aconteceu, para a segunda festa dos Bleus na quadra.

Rouzier fez 25 pontos para a França, 22 deles no ataque. Kurek terminou com 28 para a Polônia. Ngapeth, o cara do tie-break, fez 19.

O confronto europeu na decisão acontecerá  neste domingo, às 11h30, no Maracanãzinho, no Rio.

 



MaisRecentes

Quem fica com as últimas vagas na Superliga masculina?



Continue Lendo

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo