Com autoridade, Sada/Cruzeiro vence a primeira na semi



O Sada/Cruzeiro está vivo na Superliga Cimed Masculina.

Na noite desta sexta-feira, o time mineiro venceu o EMS/Taubaté por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-19 e 25-17. Com o resultado, a vantagem paulista na série em melhor de cinco jogos caiu para 2 a 1.

O segundo “match point” do time comandado por Daniel Castellani será na terça-feira, no Ginásio do Abaeté. Se necessário o quinto e decisivo será na sexta-feira, novamente em Contagem (MG).

O Sada/Cruzeiro entrou pilhado no jogo. Vibração que começava em Marcelo Mendez, no banco de reservas, e se estendia aos titulares em quadra.

Quem também reapareceu na série foi o saque cruzeirense. O cartão de visitas foi dado logo na primeira passagem de Leal, no set inicial.

Para não dizer que o Cruzeiro teve o domínio total da partida, o Taubaté conseguiu uma reação incrível na primeira parcial. Perdia por 12 a 4 e chegou a virar em 15 a 14, após Wallace entrar em jogo depois de início errático. Mas os donos da casa não se abalaram, logo retomaram as rédeas até o fechamento em 25 a 20.

O restante do duelo em Contagem teve o predomínio celeste. Foram boas passagens de Simon e Uriarte no saque, segurança de Evandro na virada de bola, presença de Filipe no bloqueio.

Evandro, autor de 14 pontos, ganhou o Troféu VivaVôlei como o melhor do jogo.

– A gente precisava de três jogos para ganhar e esse foi o primeiro. Hoje nosso jogo entrou, fluiu mais e o deles nem tanto. Vamos com tudo para Taubaté para tentar fazer um jogo igual a esse – disse o oposto campeão olímpico.

Ao fim do jogo, a torcida mineira gritou “O campeão voltou!”. O quarto jogo, em Taubaté, promete.

VEJA TAMBÉM

+ Zé Roberto faz a primeira convocação da Seleção feminina para 2018

+ Renan convida dez novatos para treinos da Seleção masculina



MaisRecentes

Sesi joga melhor, bate Sada/Cruzeiro e fatura Supercopa



Continue Lendo

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo