Com atraso, Mundial terá desafio eletrônico



O Campeonato Mundial feminino terá, a partir da segunda fase, a ajuda da tecnologia para tirar dúvidas de marcações da arbitragem.

A Federação Italiana anunciou que o desafio já estará funcionando nas partidas de quarta-feira.

Com ele em funcionamento, vários lances polêmicos da primeira fase poderiam ter marcações diferentes. Ontem, no quarto set de Brasil x Sérvia, as europeias tiveram um ataque na linha que foi dado como fora. O erro da arbitragem rendeu o match point para a Seleção.

Os técnicos terão dois desafios por set, que devem ser pedidos até, no máximo, cinco segundos após o lance questionado terminar.

No Mundial masculino, disputado na Polônia, o desafio foi utilizado desde a primeira rodada.



  • Valdir

    Eu já tinha achado a organização do mundial uma piada… mas conseguiram estragar ainda mais no feminino, impressionante.

    Esses jogos todos no mesmo horário, vários dias sem jogos, é uma bagunça e falta de organização tremenda.

  • PASCOAL

    Quem está comandando a Federação Internacional de Vôlei? Ary Graça, o brasileiro sem graça que detonou os cofres da Confederação Nacional. KKKKK

MaisRecentes

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo