Com atraso, Mundial terá desafio eletrônico



O Campeonato Mundial feminino terá, a partir da segunda fase, a ajuda da tecnologia para tirar dúvidas de marcações da arbitragem.

A Federação Italiana anunciou que o desafio já estará funcionando nas partidas de quarta-feira.

Com ele em funcionamento, vários lances polêmicos da primeira fase poderiam ter marcações diferentes. Ontem, no quarto set de Brasil x Sérvia, as europeias tiveram um ataque na linha que foi dado como fora. O erro da arbitragem rendeu o match point para a Seleção.

Os técnicos terão dois desafios por set, que devem ser pedidos até, no máximo, cinco segundos após o lance questionado terminar.

No Mundial masculino, disputado na Polônia, o desafio foi utilizado desde a primeira rodada.



MaisRecentes

CBV não pode mais contestar o posicionamento político de ninguém



Continue Lendo

A volta de Mari: boa impressão e 19 pontos



Continue Lendo

Toroca é reeleito presidente da CBV até 2025



Continue Lendo