Colunista convidada: Tandara – “Uma temporada desafiadora”



A temporada 2017/18 tem duas partes para atletas que vestem a camisa da Seleção Brasileira. E posso dizer que a primeira metade foi muito gratificante. Defendi o Brasil no Montreux Volley Masters, Grand Prix, Campeonato Sul-Americano e Copa dos Campeões. Nestas quatro competições, conquistamos três títulos e ficamos com a prata na última, a Copa dos Campeões.

É muito bom ver um novo grupo se formar e ser vitorioso logo de cara. Fiz parte da geração que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada de Londres e agora começo um novo ciclo visando Tóquio-2020. Trabalho muito forte para levar o Brasil para o lugar mais alto do pódio, sempre. Hoje, sou uma das ‘veteranas’ dessa nova Seleção. São 8 anos defendendo a Seleção Brasileira adulta, sendo 7 anos de aprendizado. Chegou a hora de colocar em prática tudo que assimilei nesse processo em prol do vôlei. Foi o que procurei fazer nestas quatro competições, assumindo a posição de oposta.

Tandara, uma das estrelas do Vôlei Nestlé (Divulgação)

Tandara, uma das estrelas do Vôlei Nestlé (Divulgação)

Agora estou de volta ao Vôlei Nestlé e já temos o desafio de buscar o sexto título consecutivo do Campeonato Paulista. E vamos com tudo. Estou muito motivada e disposta a seguir com dedicação total ao vôlei, agora voltada ao meu clube. Essa segunda metade da temporada está só começando e vai ser desafiadora. Depois do Campeonato Paulista, o qual espero ajudar o Vôlei Nestlé a manter sua hegemonia, vamos para a Superliga, um dos campeonatos mais fortes do mundo, com grandes atletas e grandes equipes. Estamos confiantes. Com a volta das jogadoras da Seleção Brasileira (a Bia jogou comigo no time principal e a Lorenne na sub-23) e a chegada da sérvia Ninkovic, estamos com o grupo completo. Trabalhamos muito forte aqui no Vôlei Nestlé para chegar tinindo para a fase final do Estadual e lutar também pelo título da Superliga.

A temporada passada foi incrível, superamos vários limites do time e a desconfiança de quem torcia contra. Muita gente criticava e não acreditava. E mesmo com as dificuldades, vencemos o Campeonato Paulista e chegamos à final da Superliga. Com isso, as expectativas são as melhores possíveis para este novo período. Acredito que podemos ir mais longe e, com certeza, vamos lutar do primeiro ao último ponto para conquistar nosso objetivo, que é sempre ser campeão.

Por Tandara Caixeta, atacante do Vôlei Nestlé e da Seleção Brasileira



MaisRecentes

E vem mais um Zenit Kazan x Sada/Cruzeiro por aí!



Continue Lendo

Após virada incrível no 3º set, Minas avança na Copa



Continue Lendo

O tetra está vivo! Sada/Cruzeiro na semi do Mundial



Continue Lendo