Coluna: Vôlei já estuda voltar em 2017 aos estádios



Coluna Saque publicada neste domingo, 11 de setembro, no LANCE!.

A Seleção Brasileira masculina de vôlei comemorou o ouro olímpico conquistado na Rio-2016 com amistosos contra Portugal, em dois estádios de futebol: a Arena da Baixada, em Curitiba (PR), e o Mané Garrincha (DF), no último fim de semana. E, com mais acertos do que erros, o evento festivo abriu os olhos da CBV para repetir a dose de colocar o vôlei em palcos de futebol em 2017, desta vez, em uma competição oficial.

A entidade já estuda a possibilidade de voltar para a capital paranaense na próxima edição da Liga Mundial, com o estádio coberto do Atlético Paranaense sendo palco de uma das etapas da competição anual promovida pela Federação Internacional.

Arena da Baixada recebeu ótimo público no jogo de vôlei (Wander Roberto/ Inovafoto/CBV)

Arena da Baixada recebeu ótimo público no jogo de vôlei (Wander Roberto/ Inovafoto/CBV)

O desejo é resultado da aprovação do evento realizado no sábado em Curitiba por parte de organizadores e público. O primeiro motivo é óbvio: a cobertura da Arena da Baixada permitiu que a partida acontecesse em uma tarde chuvosa. Perfeito para a torcida, que bateu na casa dos 35 mil pagantes, maior do que qualquer jogo do Furacão em 2016. Além disso, toda a operação (tratamento ao torcedor desde a venda até a experiência no dia do jogo, serviços e montagem da estrutura) foi facilitada pela bagagem já acumulada pelo Atlético para eventos deste porte. Não à toa o clube paranaense quer transformar seu estádio no principal palco multiuso do país, mesmo estando situado fora do eixo Rio-SP.

Esse foi o lado bom da festa, já que a partida em Brasília deixou muito a desejar.  O Mané Garrincha carece de coisas básicas, como manutenção e limpeza. O horário do jogo também influenciou no espetáculo, já que o sol castigou atletas, que jogaram de bonés e óculos escuros. A quadra sofreu com o calor também, criando “bolhas” no piso. Para o vôlei voltar a um lugar assim apenas à noite e com chance zero de chuva.



  • Billy

    Jogos em estádios apenas conseguem atrair mais público,mas o jogo em si FICA FEIO.Os jogadores erram em excesso e o jogo se torna feio demais na minha opinião.Prefiro as partidas em ginásios normais e não em estádios.

    • AfonsoRJ

      Concordo. Jogos para valer em ginasios. Em estádios só jogos exibição, comemorativos ou amistosos.

  • Billy

    jogos em estádio deixam muito a desejar na técnica do jogo(é grande o número de erros…)

MaisRecentes

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo

Definidos os grupos do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo

As quartas de final do Paulista masculino



Continue Lendo