Coluna: Para quem a Superliga vale vaga olímpica



Coluna Saque publicada neste domingo, 8 de novembro, no LANCE!.

Está aberta a temporada de caça aos últimos lugares disponíveis para a Rio-2016. A Superliga, que começa hoje, é uma das derradeiras oportunidades para que alguns atletas convençam José Roberto Guimarães e Bernardinho de que merecem disputar a Olimpíada.

Até abril, os dois treinadores e seus respectivos assistentes estarão acompanhando atentamente o desempenho técnico e a condição de física de um grupo já restrito de atletas. Em jogo a definição das poucas vagas ainda abertas até a convocação final.

Entre as mulheres, das 12 vagas, vejo em aberto a condição de reserva de Sheilla, atualmente no vôlei turco. Monique, do Rexona-Ades, e Tandara, do Camponesa/Minas, estão na disputa, cientes de que a performance na Superliga ajudará na decisão de Zé Roberto. Outra interessantíssima briga por vaga acontece no meio de rede. Thaisa está retornando ao Vôlei Nestlé após cirurgia nos joelhos. Em tese forma a dupla titular com Fabiana, do Sesi. E quem será a terceira? Juciely e Carol, do Rexona, ou Adenízia, do Vôlei Nestlé? Na ponta, Jaqueline, Fernanda Garay, Natalia e Gabi levam vantagem. Mari Paraíba corre por fora. Macris, agora em Brasília, ainda sonha com a reserva de Dani Lins, mas tem a fortíssima concorrência de Fabíola, hoje na Suíça. Por fim, Camila Brait, do Vôlei Nestlé, e Léia, do Minas, são as líberos convocadas recentemente. E serão observadas de perto na Superliga.

Entre os homens, vejo outras disputas interessantes na principal competição nacional. William, do Sada/Cruzeiro, ou Rapha, da Funvic/Taubaté, para fazer dupla com Bruninho? Entre os centrais, Sidão, do Sesi, tenta se recuperar de um problema no ombro para recuperar a vaga na Seleção. E estão na disputa Isac e Eder, do Sada/Cruzeiro, e Mauricio Souza, do Brasil Kirin. Duas vagas para os
quatro. Promete ser interessante. Escadinha, do Sesi, é incontestável como líbero. Lucarelli e Lipe (Funvic/Taubaté), Murilo (Sesi) e Lucas Lóh (Brasil Kirin) são os pontas mais usados neste ciclo olímpico e assim favoritos para as vagas na Rio-2016. E a reserva de Wallace (Sada/Cruzeiro) ficará com um “gringo”: Evandro e Vissoto (estão no Japão); Renan (na Itália).

Que suba a bola para a Superliga, ou melhor, Rio-2016!



  • Billy

    Que o ZRG e o Bernardinho possam realmente convocar o que há de melhor(jogadores-jogadoras) pois essa próxima olimpíada(no vôlei)promete ser a mais equilibrada e disputada de todas.Tomara que nessa Superliga que se inicia possamos ter alguma revelação boa(inédita)para quem sabe ser uma novidade na convocação para a olimpíada.Abraços à todos…

  • Billy

    Daniel…por favor publique os meus comentários.Adoro o seu blog.Estive pesquisando no histórico do meu PC e notei que alguém(amigo e ou parente meu)andou enviando comentários pesados(indignos até de serem publicados)como se fossem eu mesmo(Billy),pois tem acesso a dados pessoais meus(senhas,etc…)Fiquei irritado quando descobri isso e perguntei às pessoas próximas à mim(tentando descobrir o autor de tais comentários dirigidos ao seu blog,mas ainda não sei quem foi…mas espero descobrir).Te peço que releve(perdoe os comentários infelizes dirigidos ao seu blog).Te peço desculpas e reitero mais uma vez que não sou eu a pessoa que escreveu-os).Eu(particularmente-às vezes-escrevo algumas abobrinhas e até entendo quando não podem ser publicadas)Não é preciso publicar este meu relato no blog.Um abraço e tudo de bom à você e ao pessoal que frequenta o blog(incluindo a moderação também).Fiquem com Deus.

    • Daniel Bortoletto

      primo que invade conta é desculpa de jogar de futebol.
      suas mensagens foram bloqueadas pelo sistema, muita delas por conter palavras impróprias. o novo sistema do blog é assim.

  • Billy

    Será que a Thaísa após a cirurgia nos joelhos terá o mesmo rendimento de antes ou melhor!?? Espero que melhor.Vamos precisar muito dela em grande forma física e técnica,pois a próxima olimpíada promete ser disputadíssima.Acho que o Brasil pode até ser campeão novamente(TRI-OLÍMPICO) ou até terminar na quinta ou sexta-posição(não me surpreenderia).Boa sorte à todos.

  • Edson Pelegrino

    Monique???Nãooooooooooooo…no pior cenário leva a Rosamaria pra ganhar experiência para 2020.Quando olhamos as opostas das principais seleções nem dá pra imaginar a Monique,sem querer ofender a atleta.

  • #Volei #SPFC #Speed

    Daniel, boa noite.
    E sobre a Rosamaria, nenhuma chance dela ao menos sonhar com uma vaga? Fez uma boa temporada com o Pinheiros, no Pan jogou mais que a Joycinha (a meu ver), e no sub-23 foi a melhor oposta. Será que a possibilidade dela ser banco no Minas com a possível chegada da Garay acabou com as possibilidades dela?
    Aliás, falando nisso, pra onde irá Fernanda Garay?

  • Robert

    Creio que no feminino serão Tandara,Adenízia e Fabíola as prováveis coadjuvantes e no Masculino torço para que Willian, Lucas Loh e Renan consigam garantir esta vaga.

  • Edu

    Para mim continua uma profunda incógnita porque a seleção feminina desistiu de tentar uma renovação natural para esse ciclo olímpico na casa dos 20 a 30% do elenco.Simularam uma tentativa que foi abortada bem no inicio de 2013.Medo da reação das vitoriosas campeãs olímpicas ou não desestabilizar um grupo vencedor de convivência espinhosa na reta final da medalha.Sendo assim não adianta o ZRG pedir encarecidamente ao “papai do céu” o surgimento de uma jogadora desconhecida espetacular, como disse ao Ellia Jr, do Band Sports, se praticamente pouco ou nada foi feito para aperfeiçoar a base.Não se investe muito o quase nada na base de formação dos clubes , segundo o Mauricio Jahu, da ESPN, porque: custa caro, tem pouco retorno financeiro comercial pela fragilidade das competições e a diretoria dos clubes mantem a base na filosofia de ocupar o tempo de lazer dos filhos dos associados, os naturais beneficiários.Então é o caso de uma longa escada desprovida de degraus que permite a elevação da altura sem alcançar o destino pretendido.Quanto as vagas em aberto mencionadas pelo prezado Daniel.Neste momento surgem algumas indagações.Se nesse instante tempos uma vaga aberta em relação a suplência da Sheilla. Temos seu caso particular como reserva barrada na técnica e na bola no Vakifbank por uma talentosa jogadora dez anos mais jovem e energética.Sendo que as jogadoras que ambicionam a vaga com maior qualificação uma se recupera de uma gravidez e esta afastada das quadras há quase um ano e outra em enfrentamento a equipes mais altas como a Croacia,China e Russia se torna uma jogadora praticamente inepta como a Monique. Tenho apreciado muito a nova postura da Ivna.Saiu da zona de conforto com a chegada da Lise Van Helcke e a principio a barrou.Tem feito um jogo mais pragmático e inteligente.Seu diferencial na comparação de uma inapta para seleção, Joycinha,Ou uma Monique e Rosamaria e sua potencia uns 35% superior na força em ataque.Se Ivna confirmar a boa fase na Superliga dificilmente deixara de se impor para a convocação olímpica. No caso das ponteiras difícil não sair das selecionáveis.Porém, a mais talentosa delas tem enfrentado problemas físicos há sete meses contínuos,Jaqueline,sendo que Natália oscila no modo imprevisível entre boas partidas e outras menores nos últimos dois anos.Sendo que essas duas atletas apenas rondam a casa das maiores de um e oitenta em estatura cada.Nas centrais, torcer que Thaisa se recupere e Fabizona saia da certa apatia fomentada pelo seu relacionamento pessoal difícil com seu técnico de clube Talmo. Nas vagas das suplente uma Adenizia se impõe por ser mais casca grossa nas competições de ponta e Jucielly teve uma temporada passada muito boa.Nas levantadoras Dani e a solução natural para a titularidade mesmo fazendo competições apagadas como o Mundial, a fase final do Grand Prix e a certa insistência tática incompreensível em acionar uma Gabi contra a gigante italiana Diouf e seus 2,02 de altura, no bloqueio.Fabíola ,caso confirme a boa fase no Vollero , e a reserva natural.Foi contratada hoje por um gigante do voleibol europeu ,quinto colocado na ultima CL de 24 clubes, e com ambições sérias de entrar no final four dessa temporada.Mas cabe a ela confirmar na quadra essa situação para desconforto do ZRG. Macris é talentosa mas bastante deficiente no quesito bloqueio, hoje uma necessidade no jogo mais ágil do feminino o que infelizmente ainda não compensa numa técnica espetacular como faz a levantadora tailandesa Nootsara Tomkom.No próximo ciclo olímpico talvez esteja mais tarimbada para assumir um protagonismo de seleção .A volta da Ana Tiemi se mostrou de vez uma nova tolice.Quanto ao masculino existe um maior leque de opções.Seja por aventureiros que abandonaram o pais em busca de oportunidades.Nem sabia que nessa temporada 30 brasileiros estarão disputando a fase de grupos da CL.Muitos deles ainda desconhecidos pelo grande público do voleibol.

    • Paulo Ribeiro

      Muito boa análise.

    • Billy

      ótima analise.

  • Paulo Ribeiro

    Tanto no feminino como no masculino acho que a briga maior é no meio de rede. Realmente Adenízia, Jucy e Carol brigam pela vaga de reserva das torres gêmeas da seleção. No masculino apesar do Lucão ser considerado titular absoluto acho que ele caiu muito de rendimento neste ciclo. A briga está embolada e se Riad voltar bem pode entrar na disputa também. Na saída se Tandara voltar em forma ela ganha a vaga com sobras da Monique, com os homens não gosto de nenhum destes três aí, mas se é o que temos levaria o Vissoto e o Wallace. No levantamento não levar Fabíola de novo será dificultar ainda mais o já acirrado caminho olímpico e no masculino levaria Willian e Rapha. Enfim, acho que tanto o ZRG como o Bernardo já tem 80% do selecionado em mente e só uma tragédia poderia mudar o que eles pensaram.

  • Gabriel

    Aqui vai minha convocação das seleções.
    Feminina: Fabíola, Dani Lins, Sheilla, Tandara, Rosamaria, Jaqueline, Fernanda Garay, Natália, Thaissa, Fabiana, Adenízia e Camila Brait.
    Masculina: Raphael, Bruno, Wallace, Renan, Murilo, Lipe, Lucarelli, Douglas Souza, Lucão, Isac, Sidão e Serginho.

    • Paulo Ribeiro

      Gostei. Da feminina trocaria Rosamaria por Gabi. Acho que Rosamaria ainda não tem a preparação necessária pra uma competição do nível dos jogos. No masculino levaria Vissoto e não Renan.

      • Gabriel

        Gabi tem 1,76 e não é uma Mireya que pulava feito canguru, Kosheleva e Goncharova bloqueiam ela sentadas, Rosamaria mostrou personalidade no pan e no mundial sub-23 e tem 1,85. Vissoto já deu o que tinha que dar Renan é novo tem 2,17 e também jogou muito no pan.

        • Billy

          gabi tem 1.80m

  • Andrews Rodrigues

    Daniel, e quais são as chances de naturalização do ponteiro Leal? Há algum interesse real em levá-lo à Seleção? Além disso, vemos ponteiros “dentro da média”, dos citados apenas Murilo ja teve desempenho superior mas ja há alguns anos que nao se destaca e Lucarelli é um talento mas muito jovem ainda. Neste cenário, há espaço para o Felipe do Sada?

    • Daniel Bortoletto

      estou escrevendo matéria sobre o tema para publicar nos próximos dias

  • Fernando Marcelo

    Monique nem pensar, no wayyy. É um tiro no pé.
    Melhor levar a Ivna balão, ou torcer que a Tandara se recupere.

    Sheilla coitada virou reserva e amarga o banco lá na Turquia. Praticamente um ano parada, sem contar quase 1 ano dispensada da seleção para tirar “férias”.

  • Andréa Fonseca

    Daniel, e a Mari, não teria chance de ser convocada???

    • Daniel Bortoletto

      sem chance

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo