Coluna: Os números da grande decisão



A mãe de todas as finais. O maior clássico entre times femininos de vôlei no mundo. A maior rivalidade dos esportes, com exceção do futebol, no Brasil. Escolha a melhor forma para definir Rexona-Sesc x Vôlei Nestlé, na decisão deste domingo da Superliga 2016/2017. Mas qualquer uma das escolhidas representa bem o significado do confronto. Escolhi alguns números para ratificar o tamanho do jogo.

– Medalhas olímpicas em quadra entre as atletas: 6
Rexona: Fabi (ouro em Pequim-2008 e Londres-2012)
Vôlei Nestlé: Dani Lins (ouro em Londres-2012), Carol Albuquerque (ouro em Pequim-2008), Tandara (ouro em Londres-2012), Malesevic (prata na Rio-2016)

– Número de jogadoras presentes na Rio-2016: 5
Rexona: Juciely, Gabi e Anne Buijs (HOL)
Vôlei Nestlé: Dani Lins e Malesevic (SER)

– Jogos em finais de Superliga: 24 (14 a 10 a favor das cariocas)

– Jogos pela Superliga: 82 (47 a 35 para o Rexona)

– Títulos de Superliga: 11 para o Rexona e 5 para o Vôlei Nestlé

– Campanha na atual Superliga:
Rexona: 26 vitórias e 3 derrotas, 83 sets vencidos e 25 perdidos
Vôlei Nestlé: 22 vitórias, 5 derrotas, 71 sets vencidos, 25 perdidos

– Confrontos na atual Superliga:
Em Osasco, Vôlei Nestlé 3 x 2 Rexona (23-25, 26-24, 20-25, 25-23 e 15-13. No Rio, Rexona 3 x 1 Vôlei Nestlé (25-20, 21-25, 25-21 e 25-15)

– Disputas por fundamento:
Bloqueio: Bia (Nestlé) – segundo lugar / Juciely (Rexona) – sexto
Ataque: Tandara (Nestlé) – segundo / Monique (Rexona) – sétimo
Saque: Tandara (Nestlé) – primeiro / Roberta (Rexona) – oitavo
Passe: Gabi (Rexona) – sexto / Malesevic (Nestlé) – décimo segundo
Defesa: Camila Brait (Nestlé) – segundo / Fabi (Rexona) – sexto
Levantamento: Roberta (Rexona) – quinto / Dani Lins (Nestlé) – sexto
Maiores pontuadoras: Tandara (Nestlé) – primeiro, 408 pontos / Monique e Gabi (Rexona) – quarto, 358 pontos cada.

Ingredientes de sobra para mais um jogaço nesta manhã de domingo.



MaisRecentes

Sesi joga melhor, bate Sada/Cruzeiro e fatura Supercopa



Continue Lendo

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo