Coluna: O herói transformado em traidor



A primeira Coluna Saque de 2016 fala de Olimpíada. Até meio óbvio, né? Certamente a primeira de muitas sobre o tema. Personagem que impediu o ouro brasileiro em 2012. Confiram!

Sai de cena Muserskiy, o herói da conquista olímpica da Rússia sobre o Brasil, em Londres-2012 (marcou 26 dos 31 pontos na decisão após o terceiro set, quando foi deslocado do meio para a saída de rede). Entra em seu lugar Muserskiy, agora um vilão segundo os próprios russos às vésperas da Rio-2016.

O gigante de 2,18m foi chamado de “traidor” por Stanislav Shevchenko, presidente da federação russa de vôlei, após pedir dispensa dos treinamentos para o Pré-Olímpico Europeu, que começará na próxima terça-feira em Berlim. Muserskiy alegou estar com problemas familiares, desculpa que não foi aceita pelos dirigentes.

Foto que tirei do gigante durante o Mundial de Clubes de 2014. Na ocasião, sendo asseadiado por jogadores rivais

Foto que tirei do gigante durante o Mundial de Clubes de 2014. Na ocasião, sendo asseadiado por jogadores rivais

A forte reação do cartola escancara o temor russo de um vexame na competição que começará nos próximos dias na Alemanha. Sem Muserskiy, complica-se demais a tarefa da atual campeã olímpica de conquistar o título e garantir a única vaga em disputa na Rio-2016. E vou além. Será bem complicado também arrumar um lugar no pódio, algo que garantirá uma nova chance de classificação no Pré-Olímpico mundial, que acontecerá em junho.

A Rússia está no Grupo B, ao lado da sensação França, atual campeã europeia e da Liga Mundial, da Bulgária (quarta colocada no último Europeu) e da Finlândia. No outro grupo, estarão Sérvia, Polônia, Alemanha e Bélgica. É muita pedreira pela frente para os russos, que não demonstraram em 2015, mesmo com Muserskiy em quadra, a força de anos atrás.

Na Liga Mundial, apenas uma vitória em 12 jogos, pior campanha entre os times da elite. No Europeu, derrota nas quartas de final e um modesto sexto lugar.

Até Vladimir Alekno, responsável pela mudança na final olímpica que consagrou Muserskiy (troca de posição do meio para a saída de rede), demonstrou insatisfação:

– Muserskiy? Se você tem alguma pergunta deve fazer diretamente para ele.

Será que azedou a vodka russa?



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo