Coluna: Juntos eles são bem mais fortes



Coluna Saque publicada no LANCE! neste domingo, dia 15 de maio.

Vôlei, basquete, futsal    e handebol unindo forças no Brasil. O primeiro passo foi dado na última semana, na sede da CBV, no Rio de Janeiro, onde representantes dos quatro esportes começaram a discutir ações conjuntas.

A simples notícia da aproximação e discussão de um futuro em conjunto deve ser muito comemorada por todos os players envolvidos no mercado esportivo brasileiro.

A ideia dos dirigentes é adequar o calendário de cada liga para que as fases finais não aconteçam em datas coincidentes. Eureca! Assim eles finalmente entenderam que brigar pelas mesmos dias e horários com as mesmas emissoras de televisão não ajuda ninguém (leia clubes, patrocinadores e torcedores/consumidores).

O passo seguinte será conseguir melhores contratos, a partir da venda de propriedades de marketing das quatro ligas, uso de ginásios e negociação conjunta com fornecedores. Ideia ousada, mas bem interessante.

A força destes quatro esportes coletivos é imensa no Brasil. E pode ser ainda maior com as ligas sendo tratadas como business. A união do quarteto, em meio ao cenário político/econômico conturbado do país, talvez renda bons frutos até a tempestade passar.

Para o vôlei, que durante anos reinou na comparação com os demais esportes aqui citados, é bom olhar os bons exemplos dos outros três “coirmãos”. No basquete, os playoffs decisivos acontecem em melhor de cinco jogos. Como seria bom ver o mesmo na Superliga! Fãs e patrocinadores aprovariam por maioria absoluta, aposto.

O primeiro passo para uma melhoria conjunta foi dado. Que os próximos não demorem para acontecer!



MaisRecentes

Brasil terá dupla europeia pela frente na fase final



Continue Lendo

Não dá pra achar normal jogar duas vezes em 13h



Continue Lendo

Mais seguro, Brasil vence e está nas finais da Liga das Nações



Continue Lendo