Coluna: Impressões após os primeiros testes



Pessoal, bom dia. Coluna Saque publicada nesta segunda-feira no LANCE!

O laboratório de experimentos de José Roberto Guimarães com a Seleção Brasileira feminina, neste ano pré-olímpico, começou com os três primeiros amistosos com o Japão. Foram duas vitórias, uma derrota, apenas duas titulares em grande parte deste ciclo olímpico em ação no fim de semana (Dani Lins e Camila Brait) e algumas constatações sobre o leque de opções que o treinador abriu ao trabalhar com mais de 30 atletas, pensando nas duas competições que o país disputará simultaneamente: Grand Prix e Jogos Pan-Americanos, em julho.

Algumas jogadoras chamaram, positivamente, a minha atenção nos jogos de sábado e domingo: as pontas Suelle e Mari Paraíba, além da levantadora Macris. Todas demonstraram personalidade e não sentiram o peso da camisa brasileira, apesar de estreantes em jogos internacionais deste nível.

Suelle e Mari Paraíba formaram uma consistente dupla na recepção, principalmente no início do duelo de sábado. O passe sempre foi o forte delas, mas gostei também do desempenho de ambas no ataque, um fundamento que a última Superliga comprovou a evolução das duas pelo Sesi e Minas, respectivamente. Na primeira vitória por 3 a 2, as duas lideraram a equipe na pontuação. Na segunda, Suelle começou no banco e foi fundamental para a virada. Em uma posição com concorrentes de peso (Jaqueline, Fernanda Garay, Gabi e Natália), Suelle e Mari precisarão de mais testes, contra outros rivais de ponta, para que consolidem o espaço que começam a ganhar.

Já Macris chegou à Seleção com o status de melhor levantadora das últimas Superligas, defendendo o Pinheiros. Para se firmar em um outro patamar, deixando de ser apenas uma promessa, ela terá de mostrar a mesma personalidade que demonstrou no jogo deste domingo. Talvez ela seja a “novidade” com mais chances de se firmar no grupo principal da Seleção para a Olimpíada de 2016, já que Fabíola, que vinha sendo a reserva de Dani Lins, pediu dispensa e talvez não volte mais. O espaço existe e a oportunidade começa a ser dada. Está nas mãos de Macris segurá-la.

Ainda é cedo para conclusões definitivas, mas algumas das primeiras impressões são positivas.



  • Barney

    Na minha opinião, Suelle e Mari PB devem ter a oportunidade de jogar o Grand Prix, assim como Macris. Nada de colocar elas no Pan, visto que é um torneio mais fraco.
    Nós precisamos de boas ponteiras passadoras pra fazer Thaisa e Fabiana jogarem com velocidade, que é o nosso grande diferencial (assim como os EUA fazem).

    O que me preocupa (e não só a mim) é a posição de oposto. Pro Grand Prix, eu torço para que a Natália seja testada nessa posição, assim como a Monique. Joycinha não disse a que veio (e nem me venham falar que foram jogos amistoso pq a linda joga na Coreia e tá acostumada com jogadoras baixas, não era pra ficar levar toco assim não) e Rosamaria ainda precisa de mais rodagem e experiência.
    Monique é baixa, mas tem um fundo de quadra impecável, saca muito bem e não compromete tanto no ataque pq sabe usar o bloqueio. Mas mesmo assim, já que gostam tanto da Natália, que testem ela nessa função, pq na entrada de rede não vai rolar se Suelle e Mari PB continuarem desse jeito.

    No mais: Dani Lins que não bobeie pq Macris chegou pra disputar a vaga de titular.

  • Hiago

    Aos que gostam de reclamar sobre a falta de renovação/espaço na seleção, viram que o Brasil está disputando a Copa Pan-Americana com uma oposto canhota improvisada de central? Quantas centrais canhotas vocês já viram na vida? Acham que ela consegue bater uma china? A central titular se machucou no primeiro jogo e apesar de ter uma outra central de ofício a disposição no banco o inteligentíssimo técnico brasileiro optou por essa improvisação, talvez ele tenha vergonha de substituir a central de 1,90 machucada por outra que não chega a 1,80 e ele insiste em convocar em detrimento de outras jogadoras melhores, aí depois o Brasil vira uma versão ocidental da Tailândia com Anã Carolina, Gabizinha e outras medianas no voleibol e pequenas no tamanho e a culpa e do treinador da seleção adulta.

    • Marcelo

      Mas aqui ninguém liga para esses campeonatos de base, só sabem cobrar quando o resultado esperado não é atingido.

    • Fernando Lopes

      a central em questão (machucada) (Gabi) não tem 1m90 e sim 1m82, assim como a outra central titular (Laiza), as centrais mais altas, que já fizeram parte de outras convocações, não estão convocadas, deve ser por critério técnico. e se não me engano a reserva citada, Marcela, tem 1m78.

  • Cleverton

    Acredito que seja cedo pra dizer que Fabíola esteja fora da seleção, pois somente pelo fato de ter jogado em um campeonato forte, essa experiência conta a favor. Pra 2016 Fabíola e Dani deverão ser as levantadoras do BR, agora depois disso acredito que as demais podem sim ter seu espaço.

    • Edu

      Pra quem conhece os bastidores do vôlei, como nosso prezado Daniel, sabe que o ZRG tinha uma relação espinhosa com a Fabíola.Muito por parte dele que tem opinião fechada que ela e meio avessa e desinteressada nas suas orientações técnicas.Como ela era disparada a segunda melhor levantadora brasileira e foi titular num período de dois anos de muitas vitórias a engolia meio a contragosto.Durante a fase de Grand Prix ,no ano passado, houve uma nova diferença opinativa nuj treinamento e a colocou de lado por uma fase curta.Teve que reverter a situação quando o grupo inteiro se posicionou a favor da levantadora e a Ana Tiemi se machucou com certa gravidade 15 dias antes do Mundial.Não teve outra opção prática em não segurar seus ímpetos e levar a Fabíola para o Mundial.O torneio ocorreu e a Dani que fez uma temporada boa jogou em nível médio aquela competição, digamos assim.Fabíola entrou em várias ocasiões e uma partida inteira contra os EUA na fase classificatória e foi muito bem.Sendo uma das jogadoras que mais concederam entrevistas ao vivo pelo Sportv após as partidas mesmo sendo apenas reserva.O tempo passou, fez uma temporada internacional maravilhosa , do ponto de vista de premiações coletivas e principalmente a individual.Achou seu caminho tendo renovado seu contrato com menos de 3 meses de novo clube.Pela temporada , superior a da Dani, disputaria ombro a ombro a titularidade com a Dani mas concluiu que seu ciclo na seleção terminou apos cinco anos.Não recebeu , como a Sheilla e a Fabizona , ferias de seis meses mesmo jogando mais minutos e viajando pelo clube mais que as duas juntas.Pra que um retorno?Abriu de forma franca e leal uma nova vaga para uma nova levantadora e a Macris parece mais pronta a agarrar essa oportunidade.E por sua personalidade reconhecida no Pinheiros que trabalhe com bastante tolerância e paciência as grosserias cada vez mais frequentes do ZRG.Segue a vida e se respira novos ares.

      • Rafael

        Edu, você é um fanfarrão!!!
        que amor doentio pela Fabíola, sempre dou gargalhadas qdo você começa a enumerar as infinitas virtudes da Fabíola, e olha que a acho uma excelente levantadora, mas pela sua descrição parece ser a melhor jogadora desse século.
        Tirem o título da Regla Torres por favor!!! rs
        Brincadeiras a parte, gosto muito dos seus comentários, exceto qdo a sua parcialidade/paixão/doença vem a tona, daí fica um pouco difícil de contra argumentar.
        falta só o título de melhor jogadora cristã para ela eu acho!!!!

        • Billy

          Rafael a Fabíola é uma levantadora espetacular.É a melhor do Brasil atualmente(só o bestalhão e cabeça dura do ZRG não consegue enxergar o óbvio).Adoro ela e a sua forma alegre e contagiante de jogar.Ela esta mais madura e jogando cada vez melhor.Torço para que ela retorne de vez ano que vem prá seleção brasileira e arrebente nos jogos todas as vezes em que entrar prá jogar como titular.A Fabíola é muito querida e um ser humano admirável.Abraços.

        • Edu

          Não sou tão fanfarrão assim como você avalia.Apenas elenquei uma serie de fatos comprovados e que foram noticiados pela mídia especializada ou vieram a tona de forma pública com uma leve consideração do que possa ocorrer.Posso estar errado.Não tenho a inocencia nem a pretensão de comparar jogadoras e épocas em respeito as próprias.O aspecto que abordei e que foi rubricado pelo Daniel :a Macris tem uma real chance de se tornar uma levantadora selecionável.Quanto aos meus comentáriosa adicionais, agradeço suas elogiosas considerações já que a sua existencia tomei apenas conhecimento neste instante em que li seu contraditório a minha observação.Provavelmente sera a unica oportunidade em que trocaremos palavras.Mas por um instante valeu.Segue a vida.

          • Rafael

            Meu caro, simplesmente me dizer que eu não entendo nada de volei é muito fácil.
            me diga pq eu não entendo de volei, pontue por favor, assim podemos tentar discutir algo!
            Com essa falta de respeito, já te antecipo que fica difcil..

          • Rafael

            Não é vdd Edu, pois já conversamos inúmeras vezes, geralmente o tema é Fabíola, jogadora que gosto bastante pelo seu caráter e constante evolução!
            Abs

          • Edu

            Caro Rafael, me desculpe se fui meio grosseiro com você.Realmente não me recordo se trocamos opiniões.Todas para mim são valiosas independente se concorde ou não com elas.Só acho , na minha opinião, você fez um adjetivo meio pesado me chamando de doente na defesa da Fabíola .Eu procuro ter isenção prática por mais inatingível em certos momentos que ela aconteça.Apenas me apeteci e fui solidário a ela ao ser perseguida por anos consecutivos por aquele blogueiro infame que somente recolheu suas perniciosas opiniões uma vez quando afirmou constrangido que ela era uma vencedora olímpica sem medalha.E agora esbanja simpatia quando ela não recusou uma entrevista a ele no Mundial e se conheceram pessoalmente.Depois as desavenças pessoais com o ZRG que agora anda “apaixonado” pela Macris.Uma bonita reportagem da serie História dos Esportes ,da ESPN, a mostrou no seu dia a dia e foi depois recebeu uma saraivada de criticas intolerantes por fazer um trabalho missionário e ironizar sua situação de pregadora.Para finalizar, simpatizo com a pessoa, gosto de seu jeito discreto, correto de fazer um bom trabalho e torço para seu sucesso.Porque acho que ela faz realmente juz a ele.E difícil no meio do esporte de ponta alguém se constranger e se emocionar muito , como ela fez, jogando contra o Rexona e suas companheiras de pátria.Demonstrando que valoriza tanto a relação humana e afetiva e privilegia somente o retorno da glória na vitória.Para não dizer que não sou critico a ela diversas vezes afirmei que a Dani tem uma leitura estratégica mais privilegiada e efetiva que a dela no voleibol.Mas vamos em frente.

          • Rafael

            Obrigado Edu, respeito sempre seus comentários mesmo contrários as minhas em certas ocasiões.
            Peço desculpas se me excedi em alguns momentos, não era minha intenção ofender você ou qualquer outro colega aqui nesse espaço.
            Gosto sim de provocar, estressar mas no sentido de provocar discussões, questionamentos, reflexões sobre alguns temas mas sem ser desrespeitoso (pelo menos tento).
            Abs

        • Ze R

          Rafael tenho do de vc! Nao sabe nada de volei, o que esta fazendo aqui? Se liga Manezao e vai adquirir mais conhecimento de volei, mas nao com o Marco Freitas, pelo amor de Deus!

          • Rafael

            Meu caro, simplesmente me dizer que eu não entendo nada de volei é muito fácil.
            me diga pq eu não entendo de volei, pontue por favor, assim podemos tentar discutir algo!
            Com essa falta de respeito, já te antecipo que fica difcil…

      • Paulo França

        Penso que a Fabíola encontra-se mais do que garantida nos Jogos de 2016 Rio. O Zé Roberto, como forma de corrigir o erro que cometeu, pois naquela época ela estava muito melhor do que a Fernandinha, deu férias a ela neste ano. Tudo já dentro dos conformes. Sassá também deve ir pelo mesmo caminho. Brigar para ser a outra levantadora e a outra líbero é perda de tempo, isso já está resolvido.

        • Edu

          Admiro de pessoas de fé.Afinal elas que re movem montanhas .Se o ZRG não teve decencia suficiente para se desculpar de forma pública ao ofender a Claudinha, quando ela era sua jogadora, a injuriando diretamente no ouvido.Não teria por fazer gestos menores e retidão maior.Era um excelente técnico que adquiriu um fome insaciável de poder.Talvez mais apropriado caracterizado numa próxima temporada do Game of Thrones.

      • Ze R

        Edu parabens! Concordo em tudo. Somente os inocentes e baba-ovos do volei irao criticar seu comentario. A Fabiola tecnicamente nao é melhor nem pior do que a Dani Lins, nao entra em “pani” facilmente como a outra. Provou na Russia que joga sim sem passe. melhor que a Dani Lins (final contra o Rexona deu pra ver isso). Mas o Ze R. faz questao de tentar jogar pro publico que a Dani Lins e a melhor, que tem mais personalidade, mentira! Sim, ele a trata mal, nao gosta dela, nao da chances iguais entre as duas, pelo contrario, Dani joga tudo (ate amistoso) e a Fabiola nada (apenas algumas inversoes), so entra em ultimo caso, qdo tudo ja esta perdido, e tem que salvar o Brasil mesmo nao tendo tido na preparaçao, a mesma oportunidade de pegar confiança e aprimorar jogadas de meio (sao as mais dificeis de entrosar) que a titular Dani Lins.

        • José

          De acordo com tudo que você disse.

      • Edu

        Leia-se “demonstrando que valoriza tanto a relação humana e afetiva e NÃO privilegia somente o retorno da glória na vitória”.

  • Marcelo

    Sabe aquele famosa frase que diz que uma mentira repetida n vezes torna-se verdade? Esse é o caso da Joycinha, jogadora medíocre desde que jogava no Rio com o técnico que dizem ter as mãos mágicas, muito descoordenada e fraca psicologicamente, só foi passar umas temporadas no exterior que volta e meia aparecia alguém dizendo o quanto ela tinha amadurecido e bla bla bla mesmo estando no segundo pior time da Coréia do Sul (só ficou na frente do time da canadense que dizem ter evoluído muito na mãos do Bernardo e foi demitida no meio da temporada), podemos ver nesses amistosos que continua a mesma jogadora que foi enxotada pela CT carioca, e depois ainda tem gente que pergunta porque Sheilla foi absoluta na seleção durante todos esses anos.

    • Billy

      Discordo totalmente de voce Marcelo.A Joycinha sempre foi boa jogadora e agora ela esta mais madura e jogando melhor.Prá mim MEDÍOCRE é a sua opinião EQUÍVOCADA.Guarde ela só prá você…

      • Marcelo

        Se jogando melhor ela vive de explorar o bloqueio das japonesas minúsculas tendo 1,90 não conseguido nem imaginar como era antes.

        • Rafael

          Não dê bola para esse tal de Billy, Marcelo.
          Sempre inconveniente e mal educado!

          • Billy

            E prá quem ele teria que dar bola então Rafael!?? Fique na sua e não seja intrometido.Dando conselhos pro Marcelo porque!??estarias interessado nele??Ai,como voce é legal!!!Queria tanto ter üm amiguinho¨como você.Vai caçar sapos no meio do mato que voce ganha mais…

          • Billy

            Nossa!!!…e voce deve ser um primor de educado não Rafael!??Larga a mão de ser intrometido.Se o tal de Marcelo me respondeu o problema é dele.Aliás…vocês dois se merecem(são ¨tão certinhos¨,não!??) Gostaria tanto de ser como vocês…mãs não consigo.Beijos…

  • @alcidesxavier

    Também não entendi sua colocação referente a Fabíola, possui alguma “carta na manga”
    Libera a informações para nós…rs Mesmo tendo levantadoras talentosas, RIO 2016 melhor opção é Dani e Fabíola. Fabíola cresceu muito jogando na Russia, suas bolas nas extremidades estão cada vez mais precisas!

    Suelle e Brait comandaram o fundo de quadra, essa dupla vai fazer Osasco CAMPEAO!!
    Aguardem!!!

    • Billy

      Concordo.

  • Billy

    Não vejo nada demais nessa Macris.É meio baixa e comum na minha opinião.Prá mim a Fabíola é a melhor levantadora do Brasil atualmente(a Dani esta irregular às vezes).Espero que o boboca do ZRG não faça a burrice em 2016 de preterir a Fabíola novamente(vide 2012).Mudando de assunto,que comissão técnica mais horrorosa(caras feias, fechadas e sem comando nenhum)da sel. feminina.Deve ser prá combinar com a cara AZEDA do ZRG. Ninguém sorri ou dá instruções(só o Paulo coco,ás vezes).

    • Edu

      O tempo do ZRG na seleção feminina passou e ele é suficientemente inteligente para chegar a essa conclusão. O da Fabíola com o ZRG também passou e ela chegou a essa conclusão ciente.Quando a pessoa se apega ao cargo de uma forma tão ferrenha ou ela tem um complexo de inferioridade absurdo que necessita ser autoritária e próxima da tirana para ocultar suas nítidas imperfeições de relacionamento pessoal e convívio social.

      • Billy

        Concordo Edu.Muito inteligente o seu comentário. O ZRG não era assim antigamente( ou era,mas pelo menos sabia disfarçar mais).

      • Rafael

        Ele tá ficando velho e teimoso.
        Mas defendo sempre o ponto de que ele é o comandante de um time só de mulheres, muitas delas com o ego maior que a própria altura e precisa de pulso firme para conter certas situações.
        O caso da Fabíola foi um caso a parte mesmo, visto que ela é extremamente serena e educada, mas mesmo sentido pela exclusão dela em Londres, a decisão do comandante tem que ser aceita.
        Por mais difícil que tenha sido, um time não vive de 12 jogadoras, sempre sobrarão algumas que serão cortadas e sempre será muito dolorido.
        Estou pressentindo mais um ano desgastante para ZR e as meninas, pois acho que essa decisão da Fabíola de dispensa vai gerar ruídos na véspera dos cortes para Rio 2016.

        • Billy

          Nossa,Rafael!!!Agora voce virou vidente!??Se voce for boa,vou me consultar com voce,ok!Quanto voce cobraria uma consulta prá mim!??Se voce fizer uma ótima previsão lhe darei uma boa gorjeta extra,combinado!??Na sua bola de cristal(verdadeira ou fajuta!??) quem voce já consegue vêr na decisão dos jogos 2016 no vôlei!?? Estou me sentindo honrado de poder me comunicar com voce.Não deixe de me responder.Beijos…

          • Rafael

            Meu feeling é bem aguçado rs
            Mas brincadeiras a parte, essa decisão da Fabíola de dispensa para 2015 pode trazer problemas a ela (não questiono sua decisão, cada jogador deve ter seu motivo, o dela foi para ficar mais tempo com a família e tratar de outros temas pessoais, gesto bem nobre diria), mas prefiro aguardar o ano de 2016, as primeiras convocadas, e principalmente analisar as jogadoras que o ZR irá selecionar para os jogos antes das Olimpíadas.

    • Paulo Coco tá ensaiando pra treinar o Camponesa/Minas, time da Mari PB.

  • Ze R

    Pessoal, o blogueiro nao me engana, ele é Pani Lins futebol Clube, assim como o Ze Panela e aquele Tarzan do Marco Freitas (vive pendurado no cipó do Ze Panela). Muitos puxa-sacos do Ze Panela usam seus blogs, face’s e sites, pra tentarem colocar nas nossas cabeças que o que eles falam é lei, e que devemos segui-los cegamente. Claro que quem tem opinião própria e conhece um pouco de volei, apenas vai ler e dar risada. KKKKK como eu. Quem acompanha volei sabe que a proteçao dada a Pani Lins beira o ridiculo e que a mesma entra em Pane qdo o campeonato vai chegando nas semi e finais. Enganam a alguns nao todos!

    • Billy

      Issp mesmo.Concordo.

      • Billy

        Concordo quando voce cita a proteção exagerada que o panaca do ZRG dá à Dani Lins.Acho que ele pensar assim…¨´e melhor deixar a Dani de titular sempre,afinal de contas o Sidão é grande (marido da Dani)¨.Deve ter medo de levar uns esporros do Sidão…caso não venha a convocá-la sempre.

    • Edu

      Marcos Freitas que tem um vasto conhecimento técnico até surpreendeu na transmissão dizendo que hoje a melhor liga do mundo é a Turca.Num comentário inesperado pela ausência de isenção já que ele sempre afirmava que a Superliga era o maior campeonato de clubes do mundo ou das galáxias e de todo sistema solar.

      • Ze R

        Pior nao foi isso e sim agora nos amistosos falando da Macris. Depois que a viu arrasando esta elogiando adoidado, antes na premiação da ultima superliga, disse que ela era uma levantadora de time pequeno, que nao jogava com as grandes, nao tinha pressao, etc… Esse Marco Freitas é um baba-ovo do Ze Ruela, pois agora que o Ze a convocou mudou de opiniao rapidinho

  • Fernando

    Na minha opinião, Mari Paraíba foi o maior destaque individual principalmente no Sábado, quando o rendimento dela no passe foi melhor. Mas mesmo com o rendimento um pouco abaixo no domingo, ela ainda conseguiu se destacar no ataque. Evolução nítida na seleção e quem mais irá ganhar com isso é o Minas.
    Suelle não me passa tanta confiança no passe quanto a MP, acredito que ambas precisam ir para o Grand Prix, somente assim, vamos ter uma noção melhor do quanto ambas conseguem se destacar, idem o caso da Macris. Acredito que o ZRG poderia levá-la juntamente com a Dani Lins, para dar uma rodagem internacional. De qualquer forma ainda quero ver o desempenho da Ana Tiemi, acredito que ela também é uma forte candidata para esta segunda vaga.
    Joycinha, ainda não mostrou há que veio, e eu particularmente gosto muito da Monique. E como li em alguns outros posts, também acredito que a Natália, pode render muito mais de oposta.

  • Rafael Silva

    Falta atitude na joycinha, oposta tem que resolver,não sumir do jogo diante das adversidades. Joyce tem boa estatura, não e ma jogadora mas e comum, tem que ser mais,ela não uma novata,ta tendo outra chance na seleção e deveria agarrar com unhas e dentes, infelizmente não foi o que ela mostrou nesses dois jogos do fim de semana.Torço que ela de certo porque essa posição de oposta no feminino ta complicado, com a gravidez de tandara e ausência da Sheila, precisa surgir alguem pra assumir de fato a posição que e muito importante.

  • Edu

    Não da para avaliar de forma consistente em que estágio técnico se encontra a seleção feminina.O trabalho esta mal começando e o grupo é muito grande , incluindo as sub 23, com total de 32 jogadoras.O que da quase cinco times treinando conjuntamente em Saquarema.Acho que um time mais forte vai para o Pan por ser uma competição regida pelo COI e mais curta além das razões práticas da seleção brasileira sobreviver com verbas do COB que prioriza essa competição.Como avalio que os EUA devem mandar seleções mais fortes para essa mesma competição para mensurar as forças contra as seleções brasileiras e canadenses e outras sulamericanas e da central america para fomentar a auto confiança no trilho da jornada olímpica.Sendo praticamente irresponsável e avaliando treinamentos com torcida em Campinas gostei da citada Suelle, da Mari PB que evoluiu muito como jogadora mesmo com problemas em avaliar a extensão do fundo bola.Não entendi a Barbara jogando de central já que ela optou em ser oposta e a convocação parecia que atendia a essa necessidade.Até gostei muito da Adenizia que nos últimos dois anos anda mais malhada que Judas em sábado de Aleluia.Acho que Rosamaria desapontou parecendo que tomou uma pilula da Mari e jogou com rosto contrariado e fazendo bico.Que a Ellen é uma boa atacante e bastante deficiente nos outros fundamentos o que lhe impede de ser uma jogadora selecionável para a principal.Não sei se a Leia, que ganhou mais massa muscular, e realmente a segunda melhor libero da posição.Como a Joycinha continua na mesma toada de sempre.Perfeita do ponto de vista físico por ser muito alta e longilínea e na toada toco ou isolamento de bola.A coisa anda tão ruim na posição que a Sheilla pediu ferias de seis meses para se recuperar fisicamente de uma temporada mediana.O elenco do Vakifbank esta sendo renovado com jogadoras muito mais jovens e ela provavelmente sera a dita mais “idosa” da nova temporada e com seu espaço de trabalho mais inquirido em caso de insucesso.E a Ivna anda numa fase tão problemática pessoal e técnica que nem a colocaram para jogar nesses testes.

    • Fernando

      IVNA dispensa comentários, não terá oportunidades na seleção, ela deve focar em absorver mais experiência, controle emocional principalmente, terá muito tempo esse ano, já que ela não terá mais participação importante no time e será Banco da Van Hecke.

      A Joycinha espero que melhore e possa mostrar serviço no Grand Prix contra outros times, vale lembrar que as estrelas Chinesas costumam brilhar em jogos contra Russas e Americanas e sempre amarelam e tem dificuldades com as Brasileiras. Não dá para julgar tão precipitadamente a Joycinha, ainda tá cedo, porém, concordo que com esses três jogos, ela ficou devendo.

      A Suelle, Macris e MP são as grandes surpresas e lado bom disso tudo.

      Ainda gostaria de ver a Monique jogar e Bárbara ir para posição de oposta (sem chances contra Thaisa, Fabizona, Adenizia e Carol).

      Natália deveria também ser utilizada como Oposta, na briga pela última vaga ela tem a (Suelle, Gabi e MP) ambas as 3 estão na frente da Natália na corrida, talvez ou quase 101% de chance que ela seja convocada para o Rio 2016 devido à politicagem e apadrinhamento do ZR.

      • Edu

        A Ivna continua no agora Nestlé.Não se fizeram por ironia mas a colocaram segurando uma camiseta da Liz para representar a jogadora ausente.Pelo que apresentou e muito por sua postura refratária na temporada – pouco inclinada a aceitar orientações técnicas construtivas – associada as inclinações fundamentalistas talvez tenha sido um profundo equivoco essa renovação.

    • Hiago

      Ivna está doente, como você fala m***a.

  • Lu

    Só não entendi porque colocaram Bárbara como central. Ela foi convocada justamente pela sua atuação como oposta. E com tanta central pra ser testada e com a carência na posição de oposta, não faz muito sentido.

  • Drica

    Muito feliz pela Macris! Joga muito e estava super tranquila,parecia veterana! Também gostei muito da Suelle, Mari PB e Bárbara… Como as opostas testadas não renderam – Rosa dá pra dar um desconto pela idade, mas a Joycinha foi péssima – acredito que o mais sensato a fazer é colocar a Natália de oposta, abrindo uma vaga na ponta. Essa vaga ficaria entre Suelle e Mari, com uma ligeira vantagem (até o momento) para a primeira citada.

  • marcian

    O Zé tá tão ranzinza, perde paciência fácil, só faltou chamar alguem de burra. num são testes? Porque não deixar a Ellen jogar mais, testar a Mara, testar a Barbara de oposta (porque apesar do bloqueio bom, ela atacando como central não é matadora), testar outras centrais…ele só quer ganhar, e ganhar e ganhar? Ate num simples amistoso? Que filosofia burra essa. Zé, acorda! Natália não precisa ser ponta, Mari e principalmente Suelle, seguram o passe de maneira magistral. Natália é oposta por natureza, manda essa menina brilhar, e deixa as pontas com quem realmente sabe recepcionar!

    Quanto as levantadoras, torço pra Macris se destacar e evoluir muito! Será uma das referencias muito em breve. Quanto a Fabíola, ela não vai ter uma Kosheleva brasileira na ponta, portanto, precisão nas pontas não é tudo. O jogo do Brasil são as bolas rápidas, inteligencia tática (confesso q a dela é melhor q da Dani), e não bola empinada nas pontas! Já vimos que este estilo não funciona com o Brasil, isso não é nossa caracteristica! Nossas atacantes são técnicas e precisam de um bom posicionamento, e pra isso passe é tudo (leia-se Natália deve ser oposta). Portanto, Macris pode sim, mandar a Fabiola ficar onde ela está.

    • Drica

      Acho o estilo da Macris ideal pra seleção. Meu receio era como ela iria se comportar em seu primeiro jogo contra uma boa equipe internacional. Ela tirou de letra, parecia veterana. Torço muito para que ela evolua cada vez mais e faça dupla com a Dani em 2016.

    • Fernando

      Concordo, a Natália deveria ser usada como oposta, todo mundo sabe e ninguém é ingênuo que ela não faz nada pela seleção pelo menos há uns 5 anos, além de prejudicar, ela vem atrás da Gabi, Suelle e MP, ela pode brigar pela vaga de oposta, agora ponteira ela está bem atrás, já que erra muito no passe e não tem um fundo de quadra bom.

    • Edu

      Também estranhei contra uma seleção japonesa em que a maior central tinha 1,82 ele não tenha colocado a Mara que era a maior central do banco ,de 1,91, para cravar bolas de primeiro tempo.A melhor estratégia para se jogar contra a seleção japonesa como já havia se confirmado no Grand Prix.

  • Juliano

    ZR não sabe mais treinar ninguém. É uma falta de paciência que dá medo. Ele acha que está com o elenco estrelado campeão olímpico super experiente. Mas não. Ele está com jogadoras jovens e outras mais maduras que nunca jogaram fora do Brasil sequer.

    É uma impaciência que deixa tudo um tédio. Ele só mostra que vem perdendo o tato com o tempo, quando trazia as novas, dava experiência para elas e as fazia crescer.

    Hj só quer time pronto e acabado. Rosamaria com ele é patética e acuada.

    Sonho com dia que ele saia e venha o Wagão ocupar o seu lugar. Espero vexame no Rio para o meu desejo se concretizar.

    Se não tem paciência e não faz jogadora evoluir, fora. Pri Daroit, Pri Helds, Natália, Natasha , Claudinha e outras mais que o digam.

    • Fernando Lopes

      Será por que a Bia rejeita tanto a seleção. Parece-me que foi convocada a dois anos, fiou um período e depois dispensada por contusão por stress muscular. Após isto passou a rejeitar a seleção.

  • Murilo

    E da ADENIZIA ninguem fala nada? O que ela está fazendo na seleção? Foi a pior central até o momento, isso sem a Fabi e Thaisa…

    • marcian

      Não sou muito fã da Borodenízia (plagiando um nick que adorei), mas dizer que ela foi a pior, é forçar a barra. Eu diria que ela foi muito bem, visto que a Hage e da que não me recordo o nome agora não foram lá muito convincentes. Alias, eu me pergunto porque a Roberta não foi convocada, ela se destacou mto pelo Brasilia.

    • Billy

      Prá mim a ADENIZIA é um horror de central.Apenas bloqueia bem(ainda)…vejamos por quanto tempo mais).Essa ¨cubana made in china¨(-falsificada),já deveria ter caído fora da seleção faz tempo.Fazer o quê se o boboca do ZRG continua a convocá-la e sempre a mantém no time.

  • Soares

    Suelle, Jaqueline, Mari Paraíba devem ser as ponteiras do Grand Prix. Deixa Mari e Suelle jogarem e jaqueline ajudar com sua experiência e atuar realmente na fase mais importante(vide a Larson no ultimo mundial). Natália e Monique devem ser as opostas do Grand Prix. Completando a lista do GP escolheria Dani Lins e Macrís(Com Macris titular Na fase classificatoria e Dani assumindo nos momentos mais importantes). de Levantadoras; Carol,Bárbara(podendo atuar de oposta), jucy e Adenizia como centrais e Camila Brait de líbero.

    Sassá e Léia; Ana Tieme,Roberta; Angélica,Mara,Letícia Hage e Mayhara; Gabi,Garay,Ellen e Michele; Joyce e Rosamaria seria o time do PAN.

    • Rex-AnDErSon

      Escalação quase perfeita! Só trocaria a Mari Pb por Garay no Grand Prix…

    • Edu

      O time do Pan provavelmente sera mais forte por ser uma competição de importância para o COB e de ciclo de 4 anos de realização.

    • José

      Leva Macris e Ana Tiemi para o pan e Dani Lins e Roberta para o Grand Prix. Mescla experiencia com qualidade técnica. Se Macris for para o Grand Prix bancar para Dani n evolui.

  • Patricia

    Na minha opinião as que se destacaram foram a Suelle, Mari, Macris e Bárbara, foram melhor do que imaginava, pois não é fácil jogar contra a seleção japonesa. O ZR tem que levá-las ao Grand Prix porque o nível do Pan-americano será baixo, quero ver como se comportarão contra seleções europeias.
    Acho que a Macris foi bem, mas ainda pode melhorar, tenho certeza que com mais jogos como titular e maior entrosamento ela conseguirá jogar em alta velocidade.
    Já imagino uma dupla de ponteiras Jaque-Suelle ou Jaque-Mari kkkkkkk as outras que aprendam a recepcionar e defender, se ZR for justo e deixar a panela de lado será difícil tirar Suelle e Mari da seleção, elas me passaram mais confiança no passe e defesa que Garay, Gabi e Natalia.
    A posição de oposto é a mais preocupante, foi a primeira vez que vi a Joycinha e fiquei decepcionada, cansou de levar blocks das baixinhas japonesas, assim não dá não.

    • Fernando

      Concordo! E vale lembrar que o Japão está sempre atrapalhando a vida de qualquer time do Mundo, no Grand Prix do ano passado ganhou de todas as finalistas com exceção das Brasileiras. Então nossa seleção B/C fez um ótimo jogo contra praticamente o time principal das Japonesas.

  • SPORTS IN THE WORLD

    O ZRG faz-me remontar uma triste história do futebol brasileiro para a Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra onde fracassamos rotundamente não passando da 1ª fase. Quando o nosso bondoso técnico Vicente Feola, que havia levado nossa Seleção a ganhar seu 1º título mundial em 1958 na Suécia, assim como nosso ZRG também é um campeoníssimo. Mas o Feola errou feio em 66 resolvendo convocar nada mais nada menos que 45 jogadores e depois chegaria aos 47, convocou mais 2. Um absurdo, formou 4 times, e nos treinamentos ninguém se entendia, uma tremenda bagunça e o pobre do Feola se perdeu e não sabia mais quem escalar. Bastante diferente do time de 58 que ele foi campeão. O nosso bravo ZRG devia aprender esta lição que tristemente o Feola nos deixou. Não se deve convocar jogadores demais. No caso do vôlei, no máximo 20. Se vai levar dois times diferentes para o Grand Prix e para o PAN. Mas por quê não convocar antecipadamente e separadamente 2 times? Entregando a direção de um deles ao Paulo Coco. E não ficar testando jogadoras e mais jogadoras para ambas as equipes e pensando também é óbvio nas Olimpíadas. Cuidado Zé, você pode não ter a sorte que teve em Londres, onde se os USA (já estavam classificadas) entregam o jogo para a Turquia ao invés do bi-olímpico você teria amargado uma disputa do 8º ao 12º lugar certo? Trata de arrumar nossa grande equipe para a Rio 2016 e pronto. Afinal faltam 416 dias e sorte não se tem todos os dias. Dá-lhe Zé, mas arruma logo este time das Olimpíadas 2016 meu garoto. Treina os times do Grand Prix e do Pan separadamente. Muito cuidado mesmo Zé porque com tanta gente, este bolo pode não dar liga.

  • jefferson

    seu eu fosse o ZG convocaria a Mari o saudades dela na seleção

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo