Coluna do Serginho: Seja bem-vinda, nova regra!



Tradicionalmente o Campeonato Mundial testa novas regras. Desta vez a FIVB acertou em cheio.

O “desafio” nada mais é que o uso da tecnologia em benefício do esporte.

O capitão esta habilitado e tem 5 segundos após a conclusão da jogada para “desafiar” a decisão da arbitragem quando:

1- bola dentro ou fora
2- toque na rede
3- pisar na linha de saque
4- pisar na linha de ataque
5- infração do líbero ao efetuar o levantamento dentro da zona dos três metros

A intervenção será perante ao primeiro árbitro. Este, comunicará ao segundo árbitro que, sozinho, verá o replay e irá comunicar a decisão.Cada time tem duas chances por set para contestar a marcação. Se o time tiver razão quanto ao erro ele permanece com duas tentativas dentro do set para questionar o ponto. Caso contrário, ele perderá uma das chances dentro do set.

A mudança beneficiará as equipes, arbitragem e o espetáculo. Parabéns à FIVB pela iniciativa, espero que o “desafio” venha para ficar!



  • Afonso RJ

    O uso da tecnologia no auxílio às arbitragens no esporte é uma tendência irreversível. Ignorá-la me parece ir na contramão da história. A única margem de discussão é como e em que medida a tecnologia será utilizada.
    O vôlei sempre foi um dos esportes que mais evoluiu em termos de novas regras. E já estava demorando a se utilizar dos recursos tecnológicos. Que as mudanças sejam bem vindas e que venham para ficar.

  • Marcus

    Boa tarde. Escrevo de Brasília.

    O tênis mudou com a tecnologia, assim como o voleibol. Quero ver quando os dinossauros que comandam o futebol vão fazer a mesma coisa.

  • Rigby

    Cara, isso precisa ir pro futebol URGENTE! Principalmente nesse campeonato brasileiro.

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo