Coluna do Serginho: Agora tudo mudou!



Faz seis dias que estamos em Doha. Do dia que chegamos éramos hóspedes normais bancado pelo clube, excelente. Em tese, isso quer dizer que até quinta-feira tivemos algumas “regalias” de hóspedes normais que agora acabaram. As refeições eram feitas no restaurante principal com tudo que tínhamos direito: geléia, torradeira, mostarda dijon, ketchup importado, e por aí vai. No quarto recebíamos um jornal diariamente e o frigobar estava aberto.

Quinta-feira, todos os times começaram a ser “patrocinados” pela Federação Internacional no que diz respeito ao hotel. Mudamos de restaurante, no café da manhã só manteiga e sem torradeira, no almoço nada de mostarda e ketchup. Cadê o meu jornal? Já era!
Frigobar trancado com chave, bebe água quente!

Desde então temos hora e mesa com a bandeira do Brasil reservada para café, almoço e jantar.

Todos os times fazem as refeições no mesmo lugar e o contato é constante. É óbvio que convivemos bem, mas “inimigo bom é inimigo longe” para não dizer outra coisa.

Eu estou louco de vontade de comer feijão e o mesmo é servido apenas no café da manhã. Pode piorar: ele é doce!  Viva a diversidade cultural.



MaisRecentes

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo