Coluna de domingo: Que inveja boa dos americanos



Coluna Saque publicada no LANCE! neste domingo, 16 de junho.

Miami Heat e San Antonio Spurs decidem atualmente o título da temporada 2012/2013 da NBA. Craques nacionais e estrangeiros na disputa, arenas modernas e sempre lotadas, variedade de produtos à venda para torcedores, organização de primeiro mundo… Poderia usar toda a coluna de VÔLEI para falar sobre o exemplo que a NBA dá para o mundo. Mas vou me ater em apenas um ponto: a fórmula das finais.

Como é bom ver o título de um campeonato longo (não falo de Olimpíada, Campeonato Mundial) ser decidido em um playoff. O formato, lá em melhor de sete jogos, permite a alternância, possibilita que um time possa se recuperar. Nada se decide em uma única noite, que pode ser atípica para quem já disputou outras 90 partidas para estar ali. Assim se vê LeBron James mostrando que uma atuação ruim acontece até com os gênios. E com 35 pontos no dia seguinte é possível voltar ao patamar dos monstros sagrados do esporte, levando emoção à final.

Mesmo que fosse uma série em melhor de cinco ou até melhor de três, eu já acharia mais justo do que o tal jogo único. Cada vez que vejo uma disputa assim lamento a cultura que está sendo implantada no Brasil. Para ter a transmissão da Rede Globo, aceita-se o tal modelo. Infelizmente, Superliga e NBB, nossas principais ligas poliesportivas, já se renderam ao modelo vigente. São reféns na concorrida grade da emissora.

As mudanças no calendário do vôlei nacional para a temporada 2013/2014 são elogiáveis. CBV, clubes, jogadores e técnicos estão juntos, discutindo melhorias. Uma pena que o maldito jogo único na final tenha sido mantido.



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo