Coluna de domingo: Ô trem-bão, sô! Olha MG aí, uai!



Coluna Saque publicada neste domingo, 15 de janeiro, no LANCE!. Um aviso aos navegantes: ela foi escrita antes do polêmico clássico entre Sada/Cruzeiro e Vivo/Minas, que será tema de outro post.

O torcedor mais satisfeito com a Superliga até agora é o mineiro.

Mesmo sem ver seus times na liderança dos torneios masculino e feminino, os fanáticos e exigentes fãs de Minas Gerais voltaram a ver a tradição do estado refletida em bons resultados, algo que apenas os cruzeirenses viram nas últimas temporadas.

Entre as mulheres, a Usiminas/Minas soma seis vitórias em sete jogos, mesma campanha de Unilever e Sollys/Nestlé, principais candidatos ao título e base da Seleção Brasileira. O último triunfo, em BH, na noite de sexta, foi justamente sobre o time de Osasco. 

Boa parte do sucesso se deve ao potencial ofensivo das cubanas Herrera e Ramirez. Basta olhar as estatísticas para comprovar o momento da dupla caribenha. Elas são as maiores pontuadoras do torneio, com 125 e 110 pontos, respectivamente. E atrás delas aparecem as selecionáveis Sheilla, Paula Pequeno, Jaqueline, Fernanda Garay… Não é pouco, não!

No masculino, o Sada/Cruzeiro, atual vice-campeão nacional e presença frequente nas primeiras colocações nos últimos anos, voltou a ter a sombra do Vivo/Minas, maior rival regional.

Muitos torcedores, antes de a Superliga começar, reclamaram de alguns reforços, como Marcelinho, Manius e colocaram em xeque o até então desconhecido tcheco Filip. Todos estão dando conta do recado. Méritos do técnico Marcelo Fronckowiak, que foi ao mercado sem um orçamento milionário e montou uma equipe extremamente competitiva. E, para comprovar que as categorias de base seguem dando frutos, o ponta Lucarelli é a maior revelação do torneio e desponta como sério candidato a liderar a nova geração na Olimpíada de 2016.

Por fim, aplausos para o início de torneio da Universidade Federal de Juiz de Fora, um estreante na temporada 2011/2012, e que tem marcado presença na zona de classificação para os playoffs.
 

 



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo