Coluna de domingo: O cenário do vôlei para o ciclo Rio-2016



Depois da Olimpíada, a coluna Saque está de volta, sempre aos domingos, no LANCE!. Abaixo, o texto publicado hoje, dia 19 de agosto, sobre o processo de renovação que o vôlei passará no novo ciclo olímpico.

O vôlei brasileiro voltou de Londres com duas medalhas na quadra (ouro e prata) e duas na areia (prata e bronze). Foi o melhor desempenho de um país nas duas modalidades. Mas ficou sim um gostinho de quero mais, pela virada sofrida pela Seleção masculina contra a Rússia na final e por Alison/Emanuel e Juliana/Larissa terem deixado escapar vitórias que pareciam certas.

Agora começa o processo de renovação nas equipes. Giba, Escadinha, Ricardinho e Rodrigão já deram adeus. Paula Pequeno deu a entender que fará o mesmo. Fabi, que chegará ao Rio-2016 com 36 anos, pode seguir o mesmo caminho. Aquele torcedor mais distante do dia-a-dia do esporte, que aparece de quatro em quatro anos na Olimpíada para exigir vitórias e medalhas de ouro, pergunta: temos gente boa para substituí-los? No papel, sim. Agora é provar na prática.

No feminino, alguns nomes passarão a ser ouvidos com maior constância: Camila Brait (líbero), Gabi e Priscila Daroit (pontas). Mas José Roberto Guimarães poderá manter boa parte de sua base até 2016. Thaisa terá 29 anos, Garay, 30, Dani Lins e Fabiana terão 31 anos, Jaqueline, 32, e Sheilla, 33. E ele ainda poderá recuperar Mari e Natália, dois talentos que não podem ser desperdiçados.

No masculino, Bernardinho abrirá espaço para Lucarelli, Renan Buiatti, Eder, talentos que bateram na trave para a convocação de Londres-2012. Mário Júnior tende a assumir a vaga de Escadinha, com Wallace, Sidão, Murilo, Bruninho, Dante e Lucão mantendo a espinha dorsal do time. Certamente, temos fôlego para mais um ciclo virtuoso nas quadras. Nas areias, os mitos Emanuel e Ricardo não têm substitutos à altura e vejo um trabalho bem mais árduo da CBV para manter o Brasil no topo. Já Juliana e Larissa têm talento e fôlego para o novo ciclo.



  • Gabriel Vicente

    Daniel, acha que o Vissoto não continua pro proximo ciclo???

    • Daniel Bortoletto

      idade ele tem. precisa estar bem fisicamente, pois Wallace e Renan são ótimos opostos

      • Gabriel Vicente

        É… eu acho que a disputa dos 3 será boa. Pra mim, o Théo já está fora….

        E o reserva do Bruninho?? Quem acha? Willian, Rapha ou Sandro? Teria um diferente disso? Talvez o Fideli por ser um levantador alto, mas acho ele muito irregular….

        • Joau

          Eles são todos levantadores de 33 anos e mais ….. para mim, é mais provável como levantador reserva o Murilo Radke , que eu não gosto. Eu preferia o Raphael, mas acho difícil.

          • Marcos

            Infelizmente, todos esses têm que comer muito feijão ainda, exceto o William, que tem um nível muito alto de jogo e um estilo veloz que é a única maneira de voltarmos a vencer. Porém, o William já tem 32 ou 33 e não tem experiência internacional.
            Dentro do que temos, só vejo 2 opções: Manter o Ricardo (eu não ouvi ele dizer que estava fora, tampouco o Bernardinho) como “mentor”, acostumando novamente nossos atacantes a jogar rápido (Wallace e Renan são bons nisso) ou convocar o William urgente e dar “jogo” pra ele, não como figurante pro Bruno. Qualquer coisa diferente disso vai nos levar a ganhar bastante coisinha nesse ciclo, chegar nas semi em 2016 e perder o ouro para algum time de gigantes.

          • Joau

            Ricardo? Ricardo já está fora de fase hoje no cenário internacional …
            William em 2016 vai ter 37/38 anos,é cheio de habilidade, mas muito muito baixo …. a única solução é: Bruno / Raphael (com 37 anos em 2016…) … ou ,mais provável ,..Bruno / Radke.
            De qualquer maneira para mim Bruno é ótimo…. o problema é outro levantador.E acima de tudo o problema são os ponteiros.

  • Welmer

    Daniel, também acho que a CBV terá mais trabalho para achar substitutos à altura de Emanuel e Ricardo, mas acho que pelo fato dos próximos jogos olímpicos serem no Rio de Janeiro eles devem dar uma esticadinha na carreira e se despedirem jogando no Brasil. No vôlei de praia feminino, acho que o Brasil tem condições de chegar forte e conquistar duas medalhas. Na quadra, acho que o Brasil tem bons jogadores que podem ser bons substitutos àqueles que estão se despedindo.

    P.S.: Daniel, Maria Elisa e Talita disputaram essa etapa da Polônia do Circuito Mundial? Elas pretendem continuar juntas para os próximos jogos olímpicos???

    • Daniel Bortoletto

      jogaram e perderam para Juliana e Larissa

  • Júnior

    Eu estou com muita expectativa para esse novo ciclo. No masculino ver os garotos Renan e Lucarelli em ação e no feminino Daroit, Gabi e ver a Brait assumindo o posto de líbero.
    No masculino com a chegada do Renan a briga vai ficar mto boa na saída de rede, tem uma vaga em aberto no levantamento, líbero eu prefiria o Alan, mas tem a questão da idade dele já. No meio ,além do Eder, temos o Isac.

  • Júnior

    Daniel, queria aproveitar e te perguntar sobre o Mundial de Clubes dessa temporada.
    Temos a data, local e clubes participantes definidos, no feminino e masculino?

    valeu!

    • Daniel Bortoletto

      Mundial será em outubro, em Doha. Vários participantes estão definidos: Trentino ITA), Zamalek (EGI), Tigres (MEX), Zenit Kazan (RUS), Belchatow (POL), Al Arabi (QAT). O representante sul-americano no masculino sairá do torneio continental. No feminino, Rabita Baku (AZE), Fenerbahce (TUR), Tianjin (CHN), Kenya Prisons, Lancheras (PUR). Faltando também apenas o sul-americano

      • Jardel

        Daniel, acho desnecessário um torneio para escolher um representante sul americano, acho que devia dá logo um Wild Card para o campeão brasileiro, e pronto. Na América do sul não temos rivais de nível no feminino, e um ou outro time argentino no masculino. A proposito Daniel, quais os seus palpites para o pódio do Mundial masculino e feminino.

        • Daniel Bortoletto

          Brasil x Argentina no masculino dá jogo, sim.
          Se passar, o Sada/Cruzeiro vai brigar pelo pódio. Depende muito do chaveamento, pra ver qual dos três fortíssimos europeus ele terá pelo caminho. No feminino, Fener, Sollys e Rabita estarão no pódio, não sei em qual ordem.

  • Joau

    Dante? Eu amo o Dante … mas com os problemas físicos que tem é impensável para mim vê-lo no Rio.

  • Marquinhos

    A simpatia do povo por Dante é unanime, Mas, as condições físicas de Dante deixou o Brasil na merda no momento mais importante. Como o Brasil não tinha banco, ficou com a prata. Então, digo não a Dante (com muito lamento), as próximas olimpíadas.
    Já o Giba, Ricardinho e escadinha, poderiam se aposentar jogando as olimpíadas no Brasil para fechar com chave de ouro. Pois nenhum dos três apresentaram problemas de contusão grave como apresentou o dante desde antes das olimpíadas.
    E o vôlei de praia, já tem que começar desde ontem a dupla Alison e pedro cunha ou algum outro com disposição para se jogar no chão para defender bolas.

    • Marquinhos

      Completando:

      Vissoto não é um bom atacante e nunca foi… Ele é muito limitado: não gosta de bola assim, não gosta de bola assado, enfim, colocaria vissoto para ser meio de rede junto com Lucão e sidão, mas jamais descartaria 2,12 de altura no meio da rede.
      Renan, para quem não conhece, além de ter 2,17 de altura, tem personalidade, vibração e não gosta de levar desaforo para casa. Ele tem até uma natureza agressiva (positiva) em jogo. Renan é um Lorena de 2,12 de altura.

  • Carlos

    Acho que está de bom tamanho, mas espero que apareça mais talentos. Na verdade estou mais preocupado com o ciclo de 2020 pq no Brasil tudo vai conforme a maré. Tomara que o novo dirigente, se Ary Graça sair, saiba trabalhar e incentivar a base para o surgimento de novos talentos.

    Na areia, acho o Mamute um jogador espetacular, o Emanuel que perdeu um pouco o fôlego no final apesar de ser um monstro nas areias. Penso que o Alison tem que escolher um companheiro de peso, ele merece o ouro, jogou muito em Londres.

    Enfim, nosso vôlei são só alegrias!!

  • Carlos

    sou contra a aposentadoria do Escadinha, sabemos que está cansado, mas quem tem o melhor não se contenta com o mais ou menos. Ele podia seguir e ajudar o Bernadinho a lapidar o Mario Por ex.
    #ficaserginho

  • klaus

    Daniel, ainda podemos relacionar o Maurício, Gustavão , Otávio, Murilo Radke e o líbero Tiago Brendle.Acho que o grande problema para a seleção masculina será a de ponteiro, pois vejo somente dois nomes com potencial neste momento que são o Lucarelli e o Maurício.A CBV deve dar mais ênfase nesta posição.Fico pensando se o Wallace não poderia ser deslocado para a função de ponteiro, pois poderíamos ter Wallace e Renan .Quanto ao vôlei de praia, temos o Allison, com 26 anos, Pedro Solberg também com 26 anos e o Pedro Cunha com 29 anos além de um jovem jogador, o Evandro com 2.10m e que pode evoluir muito até 2016.Acho que no feminino é mais preocupante, pois além de Juliana e Larissa, que espero que continuem a parceria, não vejo outra dupla tão forte assim.

    • Thiago

      eu acho o Renato mais selecionável que o Maurício. A propósito, o Mauricio tem status de craque há anos e não vinga. Sei lá, acho que é enganação. Já o Lucarelli eu colocaria de titular pra ontem.

      • Marcos

        Concordo. A Ponta está ruim. Lucarelli é muito bom, mas precisa confirmar. Thiago Alves, JP Bravo e Maurício estão devendo faz tempo, e estão em um nível beeeem abaixo de Dante e Murilo, mesmo esses “quebrados”. Tavares é uma incógnita, talvez precise dar um 220 nele de vez em quando. Da turma nova: Mão, Mineiro e Tulio despontam como “promessas”, mas precisam melhorar muito no passe. Ygor, Sens e Renato (nenhum tão garoto assim), ao contrário, precisam melhorar muito no ataque. Lucas Loh é, também, uma promessa…enfim, a safra não está tão boa…

  • meyre

    eu torço pela renovação sim, gosto muuuuito destes meninos, mas voto pela renovação.
    O Giba é um guerreiro, mas nao devemos contar com ele para 2016.
    Ricardinho , que eu adoro , sou super fã e torço muito por ele : acho que ele ja fez sua despedida da seleção, fez as pazes com o Bernardinho , reconheceu seus erros ( isto foi importante, para mim )
    Dante , é um cracaço, mas acho que ele devia seguir os passos dos demais e sair da seleção.
    O Serginho é um fofo, outro que vai deixar saudades, um guerreiro também. E com muita lucidez e humildade ja anunciou a saida.
    Tomara que a confederação planeje um jogo de despedida com estes meninos. Nossa, iria ser demais. Seria emocionante gente… ih… ja to querendo chorar.

  • Rafaelcasta

    Daniel voce sabi si algum canal brasileiro vai transmitir o mundial de clube feminino? Quero muito ver a mari jogando!

    • OSA

      Creio que o Bansports passará o Mundial

  • Rafaelcasta

    Daniel voce pode postar o ensaio que a marianne steinbrecher feis cara ela ta muito linda!!!!!!!UMA VERDADEIRA DEUSA!!!!!!!!

  • Rafaelcasta

    Daniel voce pode postar o ensaio que a marianne steinbrecher feis cara ela ta muito linda!!!!!!!UMA VERDADEIRA DEUSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Muitos realmente não vão ter idade para 2016. Só que Bernardinho de novo vai pagar a conta por insistir com Bruninho levantando com toda sua falta de velocidade. É de enjoar essa coisa. Fica chato bater nessa mesma tecla, mas sem velocidade e com aquela bolinha obvia de meio de rede, vamos ser vice sempre, e olhe lá…

    • Joau

      Se Bruno não tem velocidade …os outros levantadores internacionais ?
      Bruno tem feito uma grande Olimpíada este fato é objetivo, é o único futuro na posição do Brasil.

    • CMA

      nossa quanta asneira, se o Bruno joga lento quem joga rápido, Travica? Butko? tem gente que escreve muito mais entende muito pouco.

      ou quem sabe deve achar que o Rapha joga rápido, já viu algum jogo do trentino???

      não tem nem substituto para o Bruno no Brasil, com isso que o povo tem que se preocupar, Bruno é o único levantador com menos de 30 anos titular com algum destaque em times do Brasil, em vezes de se preocupar em perseguir o Bruno vocês deveriam se preocupar com o futuro da posição.

    • Marcos

      Concordo totalmente. Não sou nem um pouco fã do Bruno, mas vou admitir que ele jogou melhor do que eu pensava. Porém, o melhor dele é insuficiente, principalmente por causa de 3 fatores:
      1) Jogo lento. Não tem como negar que o nosso jogo estava muito lento, embora tenha melhorado na Olimpíada em relação às 2 últimas Ligas e à Copa do Mundo. Butko, Grankin, Travica, Suxho, o búlgaro, o polonês, todos eles jogam lento também, mas eles são eles, nós somos nós. Só ganhamos o que ganhamos por causa do jogo rápido. Quem joga (quase) assim é o De Cecco.
      2) Bola muito alta no meio: facilita para os centrais virarem, mas não prende o bloqueio. A bola tem que ser mais rápida nos centrais
      3) Jogo previsível: quem erra, recebe a próxima em 90% das vezes. Pelo amor de Deus… isso não dá certo nem na Superliga, imagine na Olimpíada

      Concordo: para voltarmos a impor o nosso jogo, temos que voltar a jogar com velocidade, ou os gigantes vão nos engolir.

      • Joau

        De Cecco este ano é realmente caído muito no desempenho na Itália e na Argentina., hoje acho melhor Bruno e é o único que me dá confiança no futuro da posição no Brasil .

    • Carlos

      Chegou a hora do povo colocar no cabeção que não há coisa melhor que o Bruno no Brasil. Ele não está na seleção pq é filho do Bernadinho e sim, porque tem talento e melhorado dia a dia. Já cansa!!
      O Bruno esteve entre os 3 melhores levantadores desta Olimpíadas na minha humilde opinião.

  • César Castro

    Com permissão do blogueiro, já tou com a cabeça na Superliga!

    Esquentando os tamborins – Dei uma pesquisada no elenco da mulherada e achei que ficou +- assim:

    Sollys Unilever Amil Sesi Minas

    Fabíola Fofão Fernandinha Dani Lins Claudinha
    Sheilla Pavan Ramirez Elizângela Lia
    Jaqueline Logan Tom Pri Daroit Tandara Thaís
    Fê Garay Natália Vasileva Sassá Mari Paraíba
    Thaísa Valeskinha Walewska Fabiana Fê Ízis
    Adenízia Jucielly Natasha Natália Martins Bárbara
    Camila Brait Fabi Suellen Michelle Tássia

  • OSA

    Bernardo Rezende e ZRG farão uma ótima renovação na Seleção
    Grandes jogadores eles tem, é só ajeitar o time e rumo aos titulos

  • Jairo(RJ)

    Menino Daniel (designação de minha filha para você! Tá com moral hein?)
    Já temos postulantes ao cargo de presidente da CBV?
    A questão de renovação para 2016 efetivamente será levada a termo a partir de quando?
    Voltando ao ouro no feminino, você tem alguma matéria com as declarações de Hugh McCutcheon após a derrota para o Brasil?

    • Daniel Bortoletto

      vai assumir um vice-presidente. Não haverá mudanças drásticas

      o site da Federação Americana de Vôlei é bem completo. Com certeza achará lá. Ou tente esse link: http://www.teamusa.org/USA-Volleyball.aspx

      • Jairo(RJ)

        Valeu

  • Rodrigo

    Queria ver o lorena na seleção!

    Daniel, pode ter sido o melhor desempenho do Brasil nas 4 modalidades do volei mas em Pequim os americanos levaram 3 ouros (2 ouro na praia e 1 ouro no masculino de quadra) e 1 prata (feminino de quadra).

  • Luciano

    Apesar da qualtidade de atletas que o masculino possui o que os jogos olímpicos de Londres surpreenderam foi justamente grandes superações no volei de quadra, tanto masculino como feminino:

    1- O começo da seleção feminina foi sofrível, carregando toda uma carga de baixa auto estima vindo dos cortes de jogadoras e de irem com a “certeza” de que o ouro era dos USA e que seleções como Rússia, Itália e China poderiam ficar com prata e bronze e o Brasil olhe lá tentaria beliscar uma medalhinha aí abaixo do ouro. E isso foi se desenhando ao longo do torneio, pois logo no segundo jogo perdemos dos USA mais uma vez e caímos ladeira abaixo, perdendo pra Coréia do Sul (KIM) e tendo a possibidade de fazer 3X1 na China e não aconteceu. Assim, ganhar da Sérvia seria natural, pois todos ganharam, e ainda assim torcer para que outros resultados nos dariam a chance de jogar mais um jogo. Ninguém acreditava no Brasil nem os USA que deram a vaga para nós e sabia que Rússia estaria em primeiro e nos eliminaríamos, porém não contavam com a Sheila que disse a seguinte frase: ” Se o Brasil passar para a próxima fase, o ouro é nosso….” e foi se desenhando de novo um novo caminho que com superação e sem medo nos deu a oportunidade e seguir, pois vcs acham que a Sheila teve medo de bater 5 bolas em um Tie Break e ficou pensando vou não vou, que nada ela foi pra cima e deu certo. Claro que com o Brasil sabendo que só 3 jogadoras do time Russo atacavam. Com o Japão era paciência e eficiência para superá-las e ir para a final que era com certeza contra USA pois todos inclusives brasileiros sabiam que os favoritos USA nos deixariam com a prata. E foi o que aconteceu no primeiro Set de jogo, perdendo do jeito que foi, mais uma coisa aconteceu naquele primeiro Set, o que foi de fundamental importância para os 3 seguintes. Todas as jogadoram entraram em quadra naquele primeiro Set, isso nunca havia acontecido que eu me lembre em jogo do Brasil, talvéz o que pode ter dado força de conjunto e todas saberem da importância que aquele jogo teria, assim não deixaram o que aconteceu no Set passado se repetir e se imporam de igual para igual contra o melhor time da atualidade que são os USA. Tivemos erros que não foram primordiais, pois errar faz parte do jgo pois são seres humanos, mais errar na hora H faz diferença, o masculino que o diga. Dessa forma, o Ouro era questão de minutos, haja visto a comemoração da Thaísa que no último ponto da Fe Garay nem pulou, apenas saiu andando, só depois ela percebeu que era Bi Olímpica e de titular como ela mesmo queria, aliás que jogadora espetacular ela Thaísa, disse aqui em um post antigo que era a melhor que o Brasil tinha, pois estava bem regular e com confiança, pois todos os atributos técnicos ela possui. Parabéns Brasil Ouro foi superação e caminho das pedras, tudo isso é digno de um bom livro.

    • Luciano

      O masculino falo depois o meu ponto de vista, valeu.

  • Daniel

    Ótimo texto, falou tudo. E vamos mais uma vez sofrer com as teimosias e supertições do campeoníssimo José Roberto Guimarães. E como no esporte os fins justificam os meios, espero mais uma vez sucesso.

  • CMA

    o maior problema do Brasil será os ponteiros e a recepção, Murilo terá que esta lá para dar estabilidade ao nosso passe. centrais os dois devem ficar. e acho que de oposto e de levantador o Brasil esta muito bem.

    Sai Vissoto e entra Renan, VIssoto já deu o que tinha que dar.
    tem que buscar um central bloqueador para levar o lugar do Rodrigão.
    Levantador reserva tem que ser um velho de quase 40 mesmo, porque não temos jovens nessa posição, o que é uma pena mais é verdade, que venha o Willian, que já merecia ser o levantador em Londres no lugar do Ricardo.

  • Eduardo Bernardo

    Bom texto, Daniel.

    Sobre o cenário de renovação do masculino, acho que podemos acrescentar à lista de dispensas o Dante e o Thiago Alves. O primeiro devido a limitações físicas (se hoje está mal, o que esperar daqui a quatro anos?); o segundo, devido a limitações técnicas.

    Com base no que os atletas apresentaram na última Superliga, entre os ponteiros promissores, só o Lucarelli me parece digno de vestir a camisa da Seleção. Espero que nos próximos anos surjam novas opções, caso contrário, estaremos com o mesmo problema que tivemos em Londres – falta de banco de reservas.

    No meio de rede, a perspectiva é menos ruim: Tiago Barth (tem de ser lapidado, como foi o Rodrigão no início da Era Bernardinho), Gustavão (merece ser testado), Éder e Otávio (para mim, o mais promissor).

    No levantamento, vamos de Bruninho mesmo. Quem deve fazer sombra a ele deve ser o Murilo Radke, que precisa assumir a titularidade de um time de ponta. Do jeito que vai, corre o risco de se tornar a nova Ana Tiemi.

    E na saída de rede, pelas declarações do Bernardinho sobre a inferioridade física dos brasileiros em relação aos russos, acho que veremos o Renan disputar posição com o Walace (ainda bem).

    • newton carvalho

      Murilo Radke precisa jogar! E não precisa necessariamente ser em um time de ponta! Foi justamente essa questão que praticamente “sepultou” a carreira da Ana Tiemi.

  • Adriano

    O Éder já está à beira dos 30, minha gente. Ninguém se dá muito conta disso, eu mesmo me surpreendi quando fui conferir, pois ele tem a mesma cara de quando era juvenil. Acho que o tempo dele ter se firmado era nesse ciclo passado. É um bom central, mas não vejo muito mais potencial além do que já tem apresentado todos esses anos.

    Acho que vale muito a pena investir nesses outros centrais que foram citados, Otávio, Isac, etc. Gostaria de chance pro Barth, também, se ele não fosse tão teimoso insistindo em ficar no Sesi. Ano passado, ao menos, a concorrência era Rodrigão.

  • Marcos

    E aí, Daniel, conseguiu assistir à final masculina novamente? O que você achou que aconteceu no pedido de tempo?

    • Daniel Bortoletto

      Pelo jeito Bernardinho aceitou uma sugestão do Chico dos Santos

  • Carol

    No masculino no meio-de-rede além do Lucas e do Sidão gostaria de ver na seleção o Otavio do Minas e o Tiago Barth, que acho melhores que o Éder (nada contra o Éder mais não acho ele jogador de seleção).

    De líbero prefiro o Tiago Brendle que é mais jovem e é um líbero excelente, trabalhado nas mãos do Bernardo imagino que ele possa ser sensacional, não vejo outro tão promissor e com a idade dele aqui no Brasil.

    Nas pontas além do Lucarelli, Thiago Alves e o Murilo precisamos de outros ponteiros jovens e ALTOS, temos carência de ponteiros altos no masculino, acho que o Tiago Wesz (conhecido como “mão” no meio do volei) poderia ser uma alternativa, mais precisa ser muito lapidado, além dele acredito que ainda precisaríamos de mais um.

    Quanto ao Dante é um excelente jogador sempre ajudou e muito a seleção mais vimos nessa Olimpíada que fisicamente para ele não dá mais, não acho que ele deveria ser chamado para esse novo cicli olimpíco, se nos dias de hoje os joelhos dele e o físico está pegando imagina daqui a 4 anos qdo ele vai estar com o que 35, 36 anos? Não dá gente tem que pensar a longo prazo, acho que talvez por mais 1 ou 2 anos mais quatro não da, já repararam que toda olimpíada a gente chega com dois ponteiros quebrados, em Pequim o Giba tinha recém se recuperado de um problema fisico tb, foi pelo nome e liderança, chegou lá não pode ajudar o time em nada (e lá em pequim ele sentiu uma contusão tb em um treino, não lembro exatamente aonda, acho que no tornozelo); o Samuel foi outro que foi para Pequim de ponteiro e sem condições de jogo pq tinha um problema no ombro, não pode ajudar o time e depois daquilo nunca mais voltou para a seleção e nem em clube ele conseguiu se destacar mais, passou anos sentindo aquele problema no ombro. Essa ano o Dante tava com problema fisico e o Giba tb não chegou na sua melhor forma pq tinha feito a cirurgia, enfim toda Olimpíada tamos chegando com os ponteiros quebrados ou fora de sua melhor forma e isso ta fazendo diferença no final pq acabamos ficando sem opção, então tem que pensar muito sobre o Dante pq daqui a quatro anos ele realmente vai estar velho e se esse ano ele já não tava aguentando , o que podemos dizer qdo com 4 anos a mais, vamos lembrar tb que daqui a 4 anos o Murilo tb já vai ter passado dos trinta, acho que um ponteiro com idade superior aos 30 já é o suficiente.

    No levantamento o Bruno de titular mais não sei que opção vamos ter para reserva, pq os levantadores bons que temos já tem uma certa idade, ou pegamos um levantador bom com a idade já na casa dos trinta ou vamos ter que apostar em um levantador jovem e daí seria literalmente apostar mesmo pq hoje não tem nenhum que tenha até 25 anos que seja realmente a nível de seleção.

    De oposto o Wallace e o Renan deveriam ser as opções, não gosto do jogo do Vissotto pela altura que ele tem ele toma bloqueio demais, ele bate sempre para baixo, não aproveita em nada toda aquela altura e acho que não pensa antes de bater (não lembro de alguma ver ter visto ele explorar um bloqueio) e isso acaba prejudicando a seleção em momentos importantes.

  • Daniel, caso Paula continue jogando bem e Marianne volte a atuar em bom nível, você acha que elas devem ser convocadas para o mundial de 2014, ou levaria jogadoras mais jovens, como Daroit e Gabi, pensando nas olimpíadas de 2016?

  • Mauricio

    Wallace e Renan de opostos. É melhor o Vissotto sair de capo. Lucarelli é certo.
    No feminino, espero que a Natália seja a grande jogadora deste ciclo e não sofra mais problemas como o do tumor na canela. Sheilla merece um descanso, vem sendo sobrecarregada desde 2009. Dani Lins não perde mais a vaga até 2016 e ter a Mari de volta seria um sonho.

    Não creio que Jaqueline aguentará até 2016. Só se for de líbero.

  • guga

    Na Praia as coisas estao mais drasticas, Alisson deve seguir ate Rio 2016, a questao eh achar um parceira ao nivel do emanuel para ele. Em relacao a Juliana/Larissa acho elas ja muito desgastadas

  • Sarah

    Se todos estiverem emanando uma boa energia certamente serão convocados

  • Daniel Bortoletto gostaria de saber ser o jogador Andre Nascimento acertou contrato com o time do canoas ….

    • Daniel Bortoletto

      ainda não. a proposta foi feita e o time estava no aguardo

  • Andreina Pinho

    Quero muito quer ver Mari jogando e jogando em alto nivel. Acho ela uma excelente atleta e merecia mto esta na olimpiadas de londres, talvez não pela condição fisica q de fato não tava das melhores mais pela a experiencia. Vc acredita que ela tenua chance nesse “novo” grupo?

  • joao carlos

    pra mim o melhor nome pra ficar com o bruninho e o FIDELE ele tem talento sim …só precisa de mais oportunidades e ainda por cima com 2,08 hahhaha nao tem pra ninguem

MaisRecentes

O tetra está vivo! Sada/Cruzeiro na semi do Mundial



Continue Lendo

Uma vaga aberta na semi do Mundial: a do Sada/Cruzeiro?



Continue Lendo

Sada/Cruzeiro sofre com o “próprio veneno” no Mundial



Continue Lendo