Coluna de domingo: Muita coisa em jogo!



Bom dia galera. Antes de partir para o Maracanãzinho, publico minha prévia do jogão de logo mais.

Sim, vale o título da Superliga na temporada 2012/2013. Mas a vitória na partida de hoje entre RJX e Sada Cruzeiro, no Maracanãzinho, representa bem mais do que o troféu.

Para os mineiros, atuais campeões nacionais, o bicampeonato reafirmará o sucesso de um projeto conduzido pelo argentino Marcelo Mendez desde 2009. Sem muito alarde, sem craques renomados da Seleção e sem tanto dinheiro quanto o projeto de alguns rivais, o Sada tem o time mais homogêneo e entrosado do país. Os méritos começam já na montagem do elenco, quase o mesmo nas últimas três temporadas. Mendez não precisa de holofotes ou frases feitas para se promover. Trabalha quase em silêncio e tem o time nas mãos.

Nesta temporada, ganhou um reforço de peso: Leal. E mostrou ao cubano que espaço no time seria conquistado com suor e boas atuações. Hoje, o gringo está voando. Mesmo que perca a final, o Sada Cruzeiro manterá toda ou boa parte de sua espinha dorsal. O levantador William e os pontas Leal e Filipe têm mais um ano de contrato. É assim que se sai à frente dos rivais para a temporada seguinte.

Já o RJX, em sua primeira final de Superliga, cumpre com um ano de atraso o que se esperava dele. Com um milionário investimento de Eike Batista, o time carioca decepcionou na temporada passada e acertou nas mudanças para chegar à decisão agora. Os reforços Bruninho, Thiago Alves e Mário Júnior são peças-chave no time dirigido por Marcelo Fronckowiak, outro acerto da diretoria. Some-se a eles Lucão, o melhor jogador brasileiro atualmente. É um timaço.

Pelo investimento, o título é quase uma obrigação. E também fator decisivo para a sequência do projeto. Muita gente no mercado cogita brutal diminuição no orçamento do RJX para a temporada 2013/2014. Se for campeão, duvido que algo mude. Já se perder… E os cenários tão diferentes influenciam muito o vaivém do mercado.

O vencedor hoje ainda fatura vaga na disputa do Sul-Americano, que dará ao campeão continental um lugar no Mundial de Clubes. É muita coisa em jogo mesmo!



MaisRecentes

Dia de aplaudir o Zenit Kazan



Continue Lendo

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo