Coluna de domingo: Carta aberta aos dirigentes da CBV



Pessoal, boa tarde. Usei o espaço da minha coluna Saque, neste domingo (25/11), no LANCE!, para tocar novamente no assunto calendário do vôlei brasileiro.

Excelentíssimos dirigentes da Confederação Brasileira de Voleibol, venho por meio deste espaço pedir a atenção especial dos senhores para o calendário do esporte em nosso país.

Muito me preocupou reportagem publicada pela “Folha de S. Paulo”, revelando intenção de transformar a Superliga em itinerante, levando jogos para as cidades que “se interessarem e pagarem pelo evento“. Talvez essa seja a tática “tapar o sol com a peneira”.

Passou da hora de vossas senhorias botarem o dedo na ferida e mexerem de uma vez por todas no nosso calendário. Criar a Copa do Brasil, o Jogo das Estrelas e ter uma Superliga mais extensa, com uma tabela mais inteligente, sem tanto atropelo entre as partidas. Todos os grandes torneios europeus, por exemplo, já tiveram várias rodadas e não precisam de jogos aos sábados, terças, quintas e domingos…

Com a Copa do Brasil e o Jogo dos Estrelas, é possível resolver a concentração dos jogos no eixo Sul-Sudeste. Escolha uma grande capital nas outras regiões do país e faça a festa, CBV. Interessados com dinheiro não faltariam. Tenho certeza de que Globo/SporTV, que transmitem a Superliga e pagam alguns milhões de reais por isso, também seriam parceiros na nova empreitada. A Globo, por exemplo, transmite o Jogos das Estrelas do NBB, uma liga mais nova, sem tantos astros e com o basquete tentando se reerguer.

Que fique claro, senhores, o pedido não é apenas meu. Vários jogadores se mostram favoráveis e publicamente já defenderam as mesmas ideias. Clubes também desejam estar ativos durante um tempo maior, já que usam os atletas por no máximo sete meses e os pagam por toda a temporada.

Não creio que seja difícil fazer tais mudanças. Basta um pouco mais de diálogo e vontade.

Desde já, obrigado pela atenção!

Daniel Bortoletto



MaisRecentes

Brasil cumpre obrigação e agora torce por rival por liderança



Continue Lendo

Brasil se recupera, vence o Canadá e ainda pode ser 1º do grupo



Continue Lendo

Brasil perto da definição da lista para o Mundial feminino



Continue Lendo