Coluna de domingo: Ambiente na Seleção não é dos melhores



Aposto que quase todos vocês achavam, após a leitura do título, que a coluna seria sobre a Seleção Brasileira feminina, que tanta polêmica levantou dias atrás com o corte de Fabíola e Mari. Mas estão enganados.

O campeoníssimo time de Bernardinho vai disputar a Olimpíada em um dos momento mais críticos desta hegemônica era no cenário mundial, iniciada em 2001. O relacionamento entre técnico e jogadores sofreu um desgaste com o tempo. Algo até natural ao se falar de um casamento tão longo. Todos ali dentro ainda se respeitam, mas não se fala mais em família Bernardinho, termo que virou moda anos atrás. Brincadeiras e sorrisos foram trocados por semblantes mais carregados. Pequenos incêndios são abafados com frequência cada vez maior.

O assunto é quase um tabu se tratado publicamente, ainda mais a uma semana da estreia na Olimpíada. Mas nos bastidores poucos escondem o incômodo. As divergências entre Bernardinho e jogadores aumentaram com o tempo. Vão de pequenos detalhes em treinos até a insatisfação pela presença ou ausência de um ou outro atleta na convocação final para Londres. Que fique claro: as discordâncias na Seleção sempre existiram, em diferentes escalas de grandeza, mas foram “resolvidas“ com a colaboração de títulos mundiais, olímpico, da Liga… Hoje, a fase técnica do time é ruim e jogadores importantes estão distantes do auge físico. E por isso essa turbulência interna me preocupa.

Mesmo com tudo isso jogando contra, a Seleção pode voltar com o ouro da Inglaterra e enterrar mais uma crise. Simplesmente por saber vencer, algo que pesa muito em um grande evento. Se isso não acontecer, o movimento para uma mudança radical, que já começou a ser discutida e articulada, vai ser colocado em prática.



  • César Castro

    Gente, boa tarde

    Sou pesquisador da área de administração e vou tentar fazer uma contribuição sobre esse assunto do Daniel.

    Qual uma empresa, uma equipe esportiva é uma “organização”. As organizações possuem características comuns, dentre elas duas características algo conflitantes: a necessidade vital de trabalhar em conjunto e as naturais necessidades individuais de diferenciação.

    Enquanto em uma corporação, o corpo gerencial sabe que compartilhar conhecimentos e atuar em harmonia e consonância garantem à empresa força e resiliência necessárias à manutenção da conhecida “competitividade”, as vaidades e aspirações individuais subsistem consciente ou inconscientemente na forma de disputas por reconhecimento, salários e postos de destaque.
    Uma equipe esportiva funciona de modo semelhante, há a lógica do discurso de estamos unidos e fortes, mas não pode deixar de ocorrer disputas mais ou menos ácidas por reconhecimento, fama e salários.
    A disputa pelo poder é uma constante e quanto mais atores em situação de reconhecimento dentro do grupo existem, maior a chance de o líder perder espaço enquanto unidade de comando.
    Na seleção de vôlei do Brasil, a situação parece ser dessa forma. Apesar de o Bernardo ser considerado genial, seu elenco também é estelar: Giba, Dante, Murilo, Sérgio são todos jogadores internacionalmente reconhecidos e com poder suficiente para “peitar” o líder.
    Enquanto os resultados acontecem: lucros ou vitórias, as individualidades se permitem calar perante a manutenção de um estado de compensação para todos. Já quando as respostas não são positivas, os questionamentos, intrigas, inimizades e dissabores tendem a ficar exarcebados, é quando os sócios se separam, as estrelas brigam e o ambiente fica “carregado”.

    Já falei demais pra um post. Abraço a todos!

  • daniel

    Muito interessante o post.
    Desde a Copa do Mundo do ano passado senti o time perder o encanto, e com isso vieram algumas derrotas. Mas acho que é isso, o Brasil ainda vai brigar por medalhas, e quem sabe até de ouro. Estamos no páreo, mas agora somos meros mortais.

  • CMA

    sabe o que é pior, é porque esses caras ainda estão lá, não se dão com o técnico e não jogam porra nenhuma. por isso que renovações são necessárias, porque esse pessoal acha que são os donos das vagas e podem mandar.
    Isso prova que o Bernardinho manda é muito pouco, qualquer outro já teria trocado esse velhos jogadores foras de formas por novos jogadores e aposto que com muito mais disciplina garra e força de vontade para ganhar.

    ou alguém acredita que o Lucarelli iria ficar dando uma de estrelinha fazendo exigências como se o time fosse dele. O erro do Bernardinho foi ter ficado refem desses velhos. esqueceu de renovar o time.

    • Geraldo M

      CMA com certeza o Lucarelli com toda garra e raça que ele tem, ele iria entrar e fazer o melhor possível, talvez ficaria um pouco ansioso, mas que com o decorrer do jogo vai melhorando.. E que ele dê uma de estrelinha, jamais! A humildade impera naquele garoto… Sorte para nossa Seleção!!!

      • Fernando

        Verdade,dos jogadores mais humildes que tem. Ele e sua família, e por isso mesmo vai longe. Não basta ter talento, tem que ter cabeça também.

  • Eduardo Araujo

    Lendo a entrevista da Thaisa no aeroporto de São Paulo, eu diria que o clima da Seleção Feminina também não é dos melhores!!!

    • OSA

      Claro q o clima não é bom
      Pois o ZRG Paneleiro
      Menosprezou aas melhores jogadoras do Brasil e não os levaram pra Londres

    • Leo

      Ei Eduardo deixa o link da entrevista da Thaisa ai…to afim de ler…desde ja agradeço.

  • Luiz

    Nunca pensei que veria um post à Bruno Volock aqui. kkkkkkkkkk

    • OSA

      Na hora q eu comecei a ler o post
      Eu pensei exatamente isso……..kkkkk..kk..kk.k….kkkkkkkk

    • Beto

      Isto é verdade. O Voloch deveria trocar o nome do blog dele para “Blog do Bruno Reipert”.

      Espero que este blogueiro não caia no mesmo problema.

      • Luiz

        “Blog do Bruno Reipert”

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Até do casamento do Giba o cara já falou.

        • Beto

          Sempre tem uma fofoquinha saindo do blog!

          Como diriam: “cheio dos bafões”.

          Isso quando ele não insinua sobre os relacionamentos entre as atletas da SFV. Pode uma coisa dessa?!

      • Daniela

        HAHAHHAHA

        O único blog de vôlei decente é o Saque.

        O do Voloch é pura piada e fofoca.

  • Luiz

    Posso falar? Estou num desanimo com o vôlei. Vou ver por ver mesmo.

  • OSA

    Que se dane se os caras nao de dão bem
    O importante é ganhar o Ouro e ponto final .

    • CMA

      isso é verdade, mas é dificil. Polonia será a favorita ao Ouro.
      queremos é renovação para as duas seleções para RIO16, mas principalmente na masculina.

      • OSA

        Polonia, Russia, EUA e Brasil são os Grandes Favoritos
        Servia, Italia tem chances, mas correm por fora

        Mas a Renovação para 2016 ira existir tanto no masculino e no feminino isso será inevitavel
        Só espero q jogadores como Lucarelli e Gabriela Braga, assumam a posiçao de titulares na Seleção, pq os nosos ponteiros estão numa fase terrivel

  • Clivia

    Ai e com tristeza que leio esta noticia, sou fanática pelo volei mas sei que eles sao humanos e como tal existe mais além do jogo. Vou torcer como sempre! E queria dizer que com ouro ou sem ouro vou continuar na torcida. Desejo boa sorte as seleções!!

  • Marcelo alencar

    Cara, você não disse nada. Dê nome aos bois! Senão não passa de fofoca vaga e abstrata: ‘ngm fala a mesma língua’, etc. Quero coisas concretas!

    • Neto

      É verdade, pensei a mesma coisa.

  • Ismael Colomaca

    Esta na hora de fazer uma limpeza na seleção masculina.

    O que Giba, Rodrigão e Serginho estão fazendo lá ainda ? Jogador não pode escolher o que faz ou que deixa de fazer a comissão técnica.

    Tenho certeza que o Bernardo vai ficar depois desses jogos e irá fazer uma reformulação geral na seleção.

  • marcos monteiro

    Uma turma bastante profissional.Que final triste para uma historia de tantos titulos.

  • Aline

    O nome aos BOIS, vc e’ tao inocente que nao sabe do que provocou isso MARCELO? A ultima grande atuacao da “FAMILIA BERNARDINHO” foi na COPA DO MUNDO, atuando como grupo, e a forca do grupo fez com que o Brasil se superasse, conquistando o BRONZE e a classificacao olimpica vencendo a POLONIA, PRATA no torneio, e a RUSSIA, OURO. Ainda empurrou as otimas selecoes de EUA, ITALIA, SERVIA e ARGENTINA para disputar a classificacao olimpica na repescagem. A COPA DO MUNDO foi a ultima vez que o BRASIL atuou e se superou como grupo. O que fez o pessoal ficar DOWN e o clima fechar, foi a injustica do CORTE DE MARLON as vesperas das olimpiadas, logo o MARLON que se dedicou tanto na dificilima conquista da vaga olimpica na COPA do MUNDO e nos titulos MUNDIAL/2010 e da LIGA MUNDIAL. Marlon foi cortado para a convocacao de um joagador obeso, fora de forma, a equipe nao engoliu essa trairagem, foi cortado um soldado que ajudou muito a selecao e que era um cara muito querido e de bom relacionamento, para a convocacao de um cara prepotente e polemico aos 45 do segundo tempo. Volei e’ um esporte coletivo e, por isso, e’ necessario uniao, mesmo que um time esteja repleto de craques, se nao existir uniao e comprometimento, os resultados na aparecem. Um bom exemplo disso foi a desclassificacao da FRANCA, que tinha uma equpe recheada de craques mas com problemas internos em demasia, da COPA DO MUNDO DE FUTEBOL em 2010.

    • ju

      a o esforço que o marlon fez na mundial sei aquele msm que ele so jogou a semifinal pois estava doente o resto do campeonato para o marlon ia fazer milagre tbm não ele e jogador de grupo mas na horaq ue o bicho pega ele faz corpo mole rs

    • daniel

      Uma coisa que começa errada, tende a terminar errada. A não convocação do Marlon pode ser a principal causa do mal-estar na seleção, mas o grande erro foi tê-lo convocada a primeira vez. Marlon sempre foi um levantador mediano, nunca teve bola para estar na seleção. Em todos esses anos, Raphael, Sandro, Marcelinho e William sempre jogaram mais bola do que ele. Repito, esses sim foram os injustiçados. Como criticar a não convocação de Marlon se William, de longe o melhor levantador do Brasil, ficou de fora? Marlon pode ser gente boa, pode ter se dedicado ao máximo, teve bons momentos e foi importante em algumas conquistas, mas foi um absurdo ter ficado tanto tempo na seleção.
      Agora, é ridículo algum jogador do Brasil ficar peitando a comissão técnica por conta da não convocação de um amigo. Até porque na seleção tem que estar os melhores, ou pelo menos assim deveria ser. No caso dos levantadores, os melhores sequer tiveram oportunidade neste ciclo. E os 12 que vão a Londres, com exceção de Wallace, não jogaram bola pra exigir nada.

      • CMA

        mas o Marlon é bi campeão da Liga mundial e campeão mundial. então não sei o que esta errado aí.

        • tiago

          Meu camarada, o Wiliam estava escondido na Argentina, só apareceu aqui na temporada 2010/2011 e não fez nada de excepcional. Na temporada 2011/2012 jogou muito bem, mas é baixo para ser levantador de uma seleção. Sendo assim como jogou mais bola nestes ultimos anos?

  • newton.carvalho1979@gmail.com

    É uma pena, mas na vida cada um colhe aquilo que planta. Sou fã do Bernardinho, mas ele se deixou ficar refém dos medalhões da seleção masculina (Giba, Dante, Murilo e o vaselina do Rodrigão), não soube aplicar corretamente o processo de renovação. Mudança virão, entretanto, se serão positivas (Pódio em 2016) ou negativas (Queda nas quartas-de-finais) só o futuro dirá.

  • debygoiania

    Amigos, temos a tranquilidade de assistir aos jogos sem expectativas e sem favoritismo.
    O que vier é lucro.
    Já estou com a cabeça no pós-Londres. E espero uma faxina geral nas duas seleções, incluindo os dois técnico.s

  • marcio

    Daniel, no caso de uma renovação na comissão tecnica que ( quais ) nomes vc apostaria tanto na masculina quanto na feminina ?

    • Daniel Bortoletto

      Isso é assunto para um post. Mas aposto em Giovane e Paulo Coco

      • tiago

        Paulo Coco não. Ele é horrível, doido e não sabe nada.

      • Sarah

        Deus me livre com esse Paulo Coco, TODO MUNDO sabe que ele não tem pulso nenhum! Bastar ver como era os bastidores em Araçatuba.
        Péssimo no tato, basta ver o que ele fez com a Fernanda Garay em pleno jogo.
        Quero um técnico descente! Que saiba o que estará fazendo.
        Nunca ganhou uma Superliga e quando dirigiu um time com possibilidades de titulo não teve pulso.
        Giovane é bom, mas não sei se esta preparado. Mas é um bom nome, aposto que tem apoio dos jogadores para assumir a seleção

  • Rodrigo

    Semana passada mandei um comentário neste blog que não foi publicado.
    Era sobre a convocação do Lucarelli, depois que Giba sofreu dores na canela durante os treinos.
    Agora a notícia já está na rede. Confira: http://www.saqueviagem.com.br/noticias_detalhe.php?idPost=6455962.

    • Daniel Bortoletto

      não tenho nenhum comentário pendente, Rodrigo
      vou ver se o seu comentário foi identificado como spam e colocado em quarentena

  • daniel

    Abaixo as badaladas previsões de medalha da famosa revista americana Sports illustrated:

    VOLEI MASCULINO: OURO: BRASIL – prata: Rússia – bronze: EUA

    VOLEI FEMININO: ouro: EUA – PRATA: BRASIL – bronze: Itália

    PRAIA MASCULINO: ouro: Todd Rogers/Phil Dalhausser (EUA) – PRATA: EMANUEL/ALISON (BRASIL) – bronze: Julius Brink/Jonas Reckermann (Alemanha)

    PRAIA FEMININO: ouro: Kerri Walsh/Misty May-Treanor (EUA) – PRATA: JULIANA/LARISSA (BRASIL) – bronze: Zhang Xi/Xue Chen (China)

    Resumindo: 1 ouro e 3 pratas no vôlei, nada mal.

  • Sergio

    Daniel, bom dia.
    Tu vais publicar alguma tabelas com as datas de todos os jogos?
    Obrigado.
    Mantenha sempre este bom trabalho.

    • Daniel Bortoletto

      posso passar os links para vocês
      estou preparando a minha prévia olímpica. irá pro ar no fim de semana

  • tiago

    Na minha humilde opinião, se o Ricardinho estivesse nas Olimpíadas de Pequim o Brasil teria ganho o ouro olímpico, pois estava no auge e tinha sido o melhor levantador do mundo em 2007. Mas passado é passado, e não podemos mudá-lo.
    O Bernardinho convocou o Ricardinho para num certo ponto, corrigir o erro do passado e dar a oportunidade que foi tirada dele em 2008.
    Ricardinho tem experiência e pode ser de grande valia para o grupo, assim como foi Maurício em 2004. Este era reserva de Ricardinho em Atenas. Agora não podemos exigir que Ricardinho seja aquele levantador que foi, o tempo passou, ele não tem mais velocidade e a técnica de antigamente.
    Hoje ele está mais velho, lento e gordo.
    Assim como Ricardinho, Giba, Dante e Murilo também não são os mesmos, ambos vem sofrendo com lesões e a idade pesa sobre os ombros. Giba e Murilo hoje são ponteiros baixos para os padrões internacionais e estando mal fisicamente e tecnicamente aí complica mais.
    Eles podem agregar com a experiência que em uma Olimpíada conta muito.
    Vamos torcer e rezar para a seleção Masculina e Feminina conseguirem o ouro.

  • tiago

    Daniel, esse post que você colocou agora está parecendo o do Bruno Voloch.

    O Blog dele é mais um blog de fofocas e notícias sem fundamento.

    Não caia nessa.

    • Daniel Bortoletto

      confio na minha apuração, Tiago. Não escreveria uma coluna em um jornal sério como o LANCE! se não fosse responsável o suficiente para sustentar as informações que eu tenho.

    • Brasileiro

      Tiago, Na verdade, o Daniel Bortoletto muitas vezes até deixa de escrever detalhes. Ele é o contrário de Bruno Voloch, não melhor, mais o oposto. Enquanto o Bruno Voloch diz a verdade com um pouco de pimenta para potencializar, o Daniel Bortoletto conta a verdade, mas tira um pouco do sal para suavizar os escândalos. Mas em minha opinião ambos escrevem com fundamento. Eu estou falando isso, pois poucos aqui sabem que o Ricardinho chegou a sair da concentração para ir embora, pois o mesmo não abria mão de ser o titular. Tiveram que ligar para ele pedindo para voltar, pois não tinha como repor outro levantador já às vésperas das olimpíadas. Isso aconteceu na volta do Brasil quando perdeu essa liga mundial.
      A fonte do que eu falei foi no programa esporte tv que passa no canal 39 às 10:00 de segunda a sexta.

MaisRecentes

Dia de aplaudir o Zenit Kazan



Continue Lendo

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo