Coluna da Fabi: Primeiras impressões do Mundial



Já estamos no nosso segundo dia aqui, na Suíça. Ontem chegamos de viagem e não tivemos tempo de nada. Apenas fizemos um alongamento e descansamos da longa viagem. Hoje já foi bem diferente. Treinamos pela manhã numa academia próxima de nosso hotel e, à tarde, conhecemos o ginásio onde serão disputados todos os jogos do Mundial.

Mas antes de falar da estrutura e do amistoso que jogamos hoje, vou revelar um fato muito comum para nós, jogadoras, mas que passa desapercebido do público em geral. Entre um treino e outro, almoçamos no hotel em que estamos hospedados. E nunca fazemos isso sozinhas. Em competições desse tipo, as equipes podem usar o mesmo refeitório. Na verdade trata-se de um salão, com um buffet preparado especificamente para nós, atletas.

Fabi treinando na Suíça para o Mundial

Fabi treinando na Suíça para o Mundial

Ali, nas mesas ao nosso lado estão as futuras ou possíveis adversárias, mas o clima é 100% cordial. No vôlei temos muito respeito pelas nossas companheiras de profissão.

Agora vamos falar de quadra. Achei bem bacana a estrutura do ginásio Saalsporthalle, que não tem dimensões imensas e onde será disputado todo o Mundial. A capacidade está em torno de três mil pessoas e, com esse público, o ambiente promete ser bem legal, visto a proximidade da quadra com as cadeiras.

E logo de cara jogamos um amistoso contra as donas da casa, do Volero Zurich. Conseguimos vencer por 3 sets a 0 e saímos bem felizes com o resultado. Amanhã estreamos contra o Iowa Ice, dos Estados Unidos, e estamos preparadas. Aos nossos torcedores, aos amantes do vôlei, só posso prometer que eu e toda a equipe daremos o nosso melhor.



  • Cleverton

    Acredito que pelo rítimo de jogo, Unilever e VakifBank estão um nível a frente e o título deverá ficar com uma dessas equipes.

  • @alcidesxavier

    Nunca serão, jamais serão!!!!!
    Cambada de fanfarronas!!!!!
    Ahahhahahah

    Camepeão Mundial de Clubes eu só conheço Osasco!!!!!!

    3ª lugar é algo bacana de se comemorar!

    • Afonso RJ

      Tem gente que não se conforma… Depois das surras que o time levou da Unilever na superliga do ano passado, tem mesmo é que valorizar aquele torneiozinho meia boca e chinfrim que deu o título mundial de clubes ao time de Osasco. Naquele campeonato, só mesmo o Rabita Baku poderia ser chamado de time de vôlei, e mesmo assim todo desfalcado, sombra do que era no tempo da Mammadova. Qual a vantagem de ganhar de Quenia Prisons e Lancheras-do-não-sei-o-que? Esse ano, a coisa muda de figura, com times bem mais fortes. Vamos ver quem ri por último.

    • Iuri

      Nosas…mas que complexo de inferioridade do caramba!
      Adoro que o Osasco teve TRÊS chances de ganhar o título e apenas na terceira foi capaz, num campeonato cheio de time ruim. O único adversário mais ou menos era o Rabita Baku, que nem chega aos pés do Vakifbank por exemplo. Aposto na Unilever sim, vai ser difícil mas elas são mais times. Vcs tinham a seleção bi campeã olímpica em quadra e nem ganhar a Superliga conseguiram, podre!

      Acho muita graça um torcedor do Osasco querer ser alguma coisa depois de tantos vices (mais precisamente 6, sendo 4 consecutivos).

  • Guilherme

    Fabi, toda sorte do mundo pra vocês, pois competência sabemos têm de sobra. Agora, é lamentável o brasileiro não poder assistir aos jogos, porque simplesmente nenhuma emissora transmitirá um torneio tão importante como esse. O Sportv, segundo o blog, havia anunciado que o faria, mas nada consta na programação e percebe-se que retiraram do texto onde falavam da agenda do dia, porque há, na home, menção à transmissão de vòlei. Mais uma vez sentimos o engessamento e esta privação. Graças ao fulano que de Graça não tem nada. Apaixonados pelo vôlei, como eu, passarão a ser cada vez mais raro no Brasil, porque o esporte está perdendo espaço, não é respeitado pela mídia e relegado a politiqueiros da CBV e FIVB. Basta ver a ridícula redução dos sites para 21 pontos, para satisfazer a televisão, que sequer transmite campeonatos dos mais importantes do mundo, como é este dos clubes. Alguma coisa tem que ser feita, urgentemente!!! Só posso dizer, Fabi, novamente, boa sorte e que façam grandes jogos.

  • raphael

    Daniel, mais uma vez venho suplicar sua ajuda. A grade do sportv 2 constava o jogo da Unilever, e agora soh consta reprises. Pode nos ajudar no que aconteceu? Poderia fazer contato com eles?
    Minha impressao eh que o Ary e a Globo estao boicotando a populacao, sei la….posso estar pirando…mas estamos chegando no fundo do poço, e vc eh dos poucos com contatos para divulgar oq está acontecendo. Nos ajude por favor.

  • raphael

    Alem de nao passar no sportv, nao podemos acompanhar o jogo na internet pelo laola1.tv (site com canal da fivb para o campeonato) pq o sportv comprou os direitos dos jogos, mas nao os transmite….vejam materia abaixo

    http://www.melhordovolei.com.br/index.php/noticias/nacional/item/6292-sportv-da-para-tras-e-nao-transmitira-estreia-da-unilever-no-mundial

  • Afonso RJ
  • Michel Pereira de Oliveira

    Recomendo que assistam aos jogos ao vivo em: http://www.frombar.com/

    Assisti ao jogo de hoje por este site e também acompanho todos os demais jogos europeus através dele.

  • Afonso RJ

    Vitória fácil da Unilever por 3 x 0.
    O time jogou com Fofão, Sarah Pavan, Jucieli, Carol, Regis, Gabi e Fabi. Entraram em inversões do 5/1 Roberta e Bruna. A partir do início do 2o set Mihajlovic substituiu Regis e foi até o fim. Na metade do 2o set entrou Natasha no lugar da Carol. Bernardinho está dando ritmo de jogo para Mihajlovic e revezando Carol/Natasha como segunda central enquanto a Valeskinha se recupera.
    No primeiro e segundo sets, Fofão jogou muito com as centrais, tanto em chinas como bolas de meio. O block também estava atento, No terceiro set houve a natural perda de concentração e as americanas ficaram o tempo todo próximas no placar dando a impressão de endurecer o jogo, que na verdade nunca saiu do controle do time carioca. Foi uma ótima estréia.

    Palhaçada do SporTV, passando VT de futebol de segunda divisão ao invés do vôlei. É por essas e outras que sou TOTALMENTE a favor da pirataria. Se não fosse o canal pirata, eu não teria assistido o jogo hoje. Viva o Pirate Bay, Legendas.TV, AzusBox, P2P, E-Mule muitos outros mais. Se não fosse por eles estaríamos completamente à mercê desses bandidos. Eles sim é que são os verdadeiros piratas.

    • Aline

      Parabéns Afonso, falou muitas verdades!!!
      Infelizmente estamos num país que sedia um mundial sub-23 de vôlei, mas não transmite…
      Em que a UNILEVER tem reais chances de ser Campeã Mundial, mas também não se transmite…
      Infelizmente temos que recorrer a outras alternativas:
      PORQUE NESSE PAÍS O CERTO É ESTAR ERRADO!!! E ISSO “NUNCA” MUDARÁ!!!

  • ALINE

    SPORTV é o canal mais ridículo que existe: programação repleta de REPRISES! Mas reprises de quê? Claro que de FUTEBOLZINHO… Enquanto isso NINGUÉM transmite a estreia de um Campeonato Mundial de Vôlei com jogo da UNILEVER.
    em vez de UNILEVER, reprises? Isso é SPORTV?

  • lucas

    tomara que passem o jogo amanhã…

MaisRecentes

Uma vaga aberta na semi do Mundial: a do Sada/Cruzeiro?



Continue Lendo

Sada/Cruzeiro sofre com o “próprio veneno” no Mundial



Continue Lendo

Copa Brasil com TV apenas na final



Continue Lendo